news:

Esporte

Felipão rejeita convite para comandar a seleção chilena


foto_principal.jpg
14/12/2017

Treinador também recebeu proposta, já rejeitada, para dirigir a seleção australiana.

 

Luiz Felipe Scolari está desempregado desde o final de novembro, quando recusou renovar o seu contrato com o Guangzhou Evergrande. E, pelo visto, não está com pressa para voltar a trabalhar. O treinador de 69 anos rejeitou um convite para comandar a seleção chilena, que não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2018.

 

“Fui contatado pelo Chile há pouco tempo. Disse que estava grato pelo convite e pedi algum tempo para responder”, contou à Reuters. O brasileiro afirmou que não teve o tempo necessário para pensar e resolver recusar a proposta.

 

Além disso, o ex-comandante da seleção brasileira e de Portugal também recebeu recentemente um convite, que foi rejeitado, para ser o técnico da Austrália para disputar a Copa. Felipão mostrou querer ter um plano mais ambicioso quando o assunto é seleção. “Não quero unicamente comandar uma equipe na Copa do Mundo. Quero liderar um projeto organizado por um ou dois anos”, afirmou o treinador do pentacampeonato mundial, que ficou na China nos últimos dois anos e meio.

Treinador também recebeu proposta, já rejeitada, para dirigir a seleção australiana.


 


Luiz Felipe Scolari está desempregado desde o final de novembro, quando recusou renovar o seu contrato com o Guangzhou Evergrande. E, pelo visto, não está com pressa para voltar a trabalhar. O treinador de 69 anos rejeitou um convite para comandar a seleção chilena, que não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2018.


PATROCINADORES

 


“Fui contatado pelo Chile há pouco tempo. Disse que estava grato pelo convite e pedi algum tempo para responder”, contou à Reuters. O brasileiro afirmou que não teve o tempo necessário para pensar e resolver recusar a proposta.


 


Além disso, o ex-comandante da seleção brasileira e de Portugal também recebeu recentemente um convite, que foi rejeitado, para ser o técnico da Austrália para disputar a Copa. Felipão mostrou querer ter um plano mais ambicioso quando o assunto é seleção. “Não quero unicamente comandar uma equipe na Copa do Mundo. Quero liderar um projeto organizado por um ou dois anos”, afirmou o treinador do pentacampeonato mundial, que ficou na China nos últimos dois anos e meio.


Treinador também recebeu proposta, já rejeitada, para dirigir a seleção australiana.



Luiz Felipe Scolari está desempregado desde o final de novembro, quando recusou renovar o seu contrato com o Guangzhou Evergrande. E, pelo visto, não está com pressa para voltar a trabalhar. O treinador de 69 anos rejeitou um convite para comandar a seleção chilena, que não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2018.



“Fui contatado pelo Chile há pouco tempo. Disse que estava grato pelo convite e pedi algum tempo para responder”, contou à Reuters. O brasileiro afirmou que não teve o tempo necessário para pensar e resolver recusar a proposta.



PATROCINADORES

Além disso, o ex-comandante da seleção brasileira e de Portugal também recebeu recentemente um convite, que foi rejeitado, para ser o técnico da Austrália para disputar a Copa. Felipão mostrou querer ter um plano mais ambicioso quando o assunto é seleção. “Não quero unicamente comandar uma equipe na Copa do Mundo. Quero liderar um projeto organizado por um ou dois anos”, afirmou o treinador do pentacampeonato mundial, que ficou na China nos últimos dois anos e meio.



Veja Também