news:

Notícias

Bolsa emenda 11 pregões de alta pela 1ª vez desde 2010


foto_principal.jpg
09/01/2018

A Bolsa só conseguiu resultado semelhante na sua história em 1987, 2003 e 2010.

 

O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na Bolsa de São Paulo, bateu nesta segunda-feira mais um recorde nominal ao encerrar o dia em 79.378 pontos, uma alta de 0,39% em relação ao pregão anterior. O recorde anterior, de 79.071 pontos, havia sido registrado no pregão do último dia 5 de janeiro.

 

Mas essa não foi a única marca. Foi o 11º pregão consecutivo de alta. Levantamento da consultoria Economatica mostra que este período seguido de resultados positivos só foi obtido três vezes na história da Bolsa: 1987, 2003 e 2010.

 

Na avaliação dos analistas, o desempenho é puxado pela combinação de uma série de fatores, como maior tolerância a ativos de risco e cenário externo favorável.

 

Entre as incógnitas que podem interferir nesse desempenho está a expectativa sobre a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância, o que praticamente o tiraria da corrida presidencial.

A Bolsa só conseguiu resultado semelhante na sua história em 1987, 2003 e 2010.


 


O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na Bolsa de São Paulo, bateu nesta segunda-feira mais um recorde nominal ao encerrar o dia em 79.378 pontos, uma alta de 0,39% em relação ao pregão anterior. O recorde anterior, de 79.071 pontos, havia sido registrado no pregão do último dia 5 de janeiro.


 


PATROCINADORES

Mas essa não foi a única marca. Foi o 11º pregão consecutivo de alta. Levantamento da consultoria Economatica mostra que este período seguido de resultados positivos só foi obtido três vezes na história da Bolsa: 1987, 2003 e 2010.


 


Na avaliação dos analistas, o desempenho é puxado pela combinação de uma série de fatores, como maior tolerância a ativos de risco e cenário externo favorável.


 


Entre as incógnitas que podem interferir nesse desempenho está a expectativa sobre a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância, o que praticamente o tiraria da corrida presidencial.


A Bolsa só conseguiu resultado semelhante na sua história em 1987, 2003 e 2010.



O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na Bolsa de São Paulo, bateu nesta segunda-feira mais um recorde nominal ao encerrar o dia em 79.378 pontos, uma alta de 0,39% em relação ao pregão anterior. O recorde anterior, de 79.071 pontos, havia sido registrado no pregão do último dia 5 de janeiro.



Mas essa não foi a única marca. Foi o 11º pregão consecutivo de alta. Levantamento da consultoria Economatica mostra que este período seguido de resultados positivos só foi obtido três vezes na história da Bolsa: 1987, 2003 e 2010.



PATROCINADORES

Na avaliação dos analistas, o desempenho é puxado pela combinação de uma série de fatores, como maior tolerância a ativos de risco e cenário externo favorável.



Entre as incógnitas que podem interferir nesse desempenho está a expectativa sobre a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância, o que praticamente o tiraria da corrida presidencial.



Veja Também