news:

Notícias

Governo das Coreias marcam nova rodada de conversa na próxima semana


foto_principal.jpg
13/01/2018

Diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana, após 2 anos. Vizinha do norte aceitou enviar delegação para jogos olímpicos no próximo mês.

 

A Coreia do Sul aceitou proposta da Coreia do Norte para uma nova conversa sobre as perspectivas de enviar um grupo de dança para participar dos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão realizados na Coreia do Sul no próximo mês, informou a agência sul-coreana Yonhap. O diálogo deve acontecer na segunda-feira (15) num pavilhão no lado norte-coreano da zona desmilitarizada entre os dois países.

 

"A Coreia do Norte enviou uma notificação sugerindo ter conversações a nível de trabalho no Pavilhão Tongil no lado norte-coreano da aldeia da trégua de Panmunjom no dia 15 de janeiro para discutir sobre o envio de seu grupo performático", disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul.

 

O ministério disse que o Norte também queria propor uma outra data para conversa de trabalho sobre sua participação nas Olimpíadas de inverno. Os jogos serão realizados em Pyeongchang de 9 a 25 de fevereiro.

 

 

Diálogo retomado

 

O diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana depois de mais de dois anos sem conversas entre os dois países que, tecnicamente, estão em guerra há 65 anos e não têm relações diplomáticas oficialmente.

 

Após a reunião, a Coreia do Norte concordou em enviar uma delegação de autoridades de alto nível e uma equipe de torcida aos Jogos Olímpicos de Inverno.

 

Os dois únicos atletas norte-coreanos qualificados para disputar os jogos são os patinadores Ryom Tae-Ok e Kim Ju-Sik. A delegação do Comitê Olímpico Nacional norte-coreano será composta ainda por um grupo de artistas, uma equipe de Taekwondo e um serviço de imprensa.

 

A Coreia do Sul aproveitou a ocasião para pedir que a vizinha suspenda "atos hostis" que contribuem para aumentar a tensão na península coreana. De acordo com Seul, a Coreia do Norte concordou que é preciso garantir um ambiente pacífico.

Diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana, após 2 anos. Vizinha do norte aceitou enviar delegação para jogos olímpicos no próximo mês.


 


A Coreia do Sul aceitou proposta da Coreia do Norte para uma nova conversa sobre as perspectivas de enviar um grupo de dança para participar dos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão realizados na Coreia do Sul no próximo mês, informou a agência sul-coreana Yonhap. O diálogo deve acontecer na segunda-feira (15) num pavilhão no lado norte-coreano da zona desmilitarizada entre os dois países.


 


"A Coreia do Norte enviou uma notificação sugerindo ter conversações a nível de trabalho no Pavilhão Tongil no lado norte-coreano da aldeia da trégua de Panmunjom no dia 15 de janeiro para discutir sobre o envio de seu grupo performático", disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul.


 


O ministério disse que o Norte também queria propor uma outra data para conversa de trabalho sobre sua participação nas Olimpíadas de inverno. Os jogos serão realizados em Pyeongchang de 9 a 25 de fevereiro.


 


 


PATROCINADORES

Diálogo retomado


 


O diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana depois de mais de dois anos sem conversas entre os dois países que, tecnicamente, estão em guerra há 65 anos e não têm relações diplomáticas oficialmente.


 


Após a reunião, a Coreia do Norte concordou em enviar uma delegação de autoridades de alto nível e uma equipe de torcida aos Jogos Olímpicos de Inverno.


 


Os dois únicos atletas norte-coreanos qualificados para disputar os jogos são os patinadores Ryom Tae-Ok e Kim Ju-Sik. A delegação do Comitê Olímpico Nacional norte-coreano será composta ainda por um grupo de artistas, uma equipe de Taekwondo e um serviço de imprensa.


 


A Coreia do Sul aproveitou a ocasião para pedir que a vizinha suspenda "atos hostis" que contribuem para aumentar a tensão na península coreana. De acordo com Seul, a Coreia do Norte concordou que é preciso garantir um ambiente pacífico.


Diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana, após 2 anos. Vizinha do norte aceitou enviar delegação para jogos olímpicos no próximo mês.


 


A Coreia do Sul aceitou proposta da Coreia do Norte para uma nova conversa sobre as perspectivas de enviar um grupo de dança para participar dos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão realizados na Coreia do Sul no próximo mês, informou a agência sul-coreana Yonhap. O diálogo deve acontecer na segunda-feira (15) num pavilhão no lado norte-coreano da zona desmilitarizada entre os dois países.


 


"A Coreia do Norte enviou uma notificação sugerindo ter conversações a nível de trabalho no Pavilhão Tongil no lado norte-coreano da aldeia da trégua de Panmunjom no dia 15 de janeiro para discutir sobre o envio de seu grupo performático", disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul.


 


PATROCINADORES

O ministério disse que o Norte também queria propor uma outra data para conversa de trabalho sobre sua participação nas Olimpíadas de inverno. Os jogos serão realizados em Pyeongchang de 9 a 25 de fevereiro.


 


 


Diálogo retomado


 


O diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana depois de mais de dois anos sem conversas entre os dois países que, tecnicamente, estão em guerra há 65 anos e não têm relações diplomáticas oficialmente.


PATROCINADORES

 


Após a reunião, a Coreia do Norte concordou em enviar uma delegação de autoridades de alto nível e uma equipe de torcida aos Jogos Olímpicos de Inverno.


 


Os dois únicos atletas norte-coreanos qualificados para disputar os jogos são os patinadores Ryom Tae-Ok e Kim Ju-Sik. A delegação do Comitê Olímpico Nacional norte-coreano será composta ainda por um grupo de artistas, uma equipe de Taekwondo e um serviço de imprensa.


 


A Coreia do Sul aproveitou a ocasião para pedir que a vizinha suspenda "atos hostis" que contribuem para aumentar a tensão na península coreana. De acordo com Seul, a Coreia do Norte concordou que é preciso garantir um ambiente pacífico.


Veja Também