news:

Notícias

Fora da prisão, Marcelo Odebrecht centra fogo em executivos da empresa


foto_principal.jpg
14/01/2018

Nos próximos dias, Marcelo Odebrecht completa um mês fora da prisão e continua sendo... Marcelo Odebrecht.

 

Tem enviado mensagens, via e-mail, para um seleto grupo de ex-executivos e executivos da empreiteira.

 

O foco não são os negócios do grupo. Neles, não está se metendo — ainda. Marcelo tem centrado fogo em desafetos internos, como Newton de Souza e Maurício Ferro.

 

Souza é o executivo que o sucedeu na presidência da Odebrecht e hoje vice-presidente do conselho de administração. Ferro, seu cunhado, é diretor jurídico. Assim como fazia com quem o visitava quando estava preso, Marcelo insiste em atacar a dupla.

 

Diz que os dois deviam ser delatores também. E que lhe foram imputados crimes que ele não cometeu. Ou seja, o que Marcelo quer dizer é que se Souza e Ferro assumissem alguns delitos, sua própria pena poderia ser menor.

 

Como resume um delator, "o Marcelo está vivo".

 

Marcelo Odebrecht ainda se mantém arredio a um encontro com seu pai, Emílio.

Nos próximos dias, Marcelo Odebrecht completa um mês fora da prisão e continua sendo... Marcelo Odebrecht.


 


Tem enviado mensagens, via e-mail, para um seleto grupo de ex-executivos e executivos da empreiteira.


 


O foco não são os negócios do grupo. Neles, não está se metendo — ainda. Marcelo tem centrado fogo em desafetos internos, como Newton de Souza e Maurício Ferro.


 


PATROCINADORES

Souza é o executivo que o sucedeu na presidência da Odebrecht e hoje vice-presidente do conselho de administração. Ferro, seu cunhado, é diretor jurídico. Assim como fazia com quem o visitava quando estava preso, Marcelo insiste em atacar a dupla.


 


Diz que os dois deviam ser delatores também. E que lhe foram imputados crimes que ele não cometeu. Ou seja, o que Marcelo quer dizer é que se Souza e Ferro assumissem alguns delitos, sua própria pena poderia ser menor.


 


Como resume um delator, "o Marcelo está vivo".


 


Marcelo Odebrecht ainda se mantém arredio a um encontro com seu pai, Emílio.


Nos próximos dias, Marcelo Odebrecht completa um mês fora da prisão e continua sendo... Marcelo Odebrecht.



Tem enviado mensagens, via e-mail, para um seleto grupo de ex-executivos e executivos da empreiteira.



O foco não são os negócios do grupo. Neles, não está se metendo — ainda. Marcelo tem centrado fogo em desafetos internos, como Newton de Souza e Maurício Ferro.



PATROCINADORES

Souza é o executivo que o sucedeu na presidência da Odebrecht e hoje vice-presidente do conselho de administração. Ferro, seu cunhado, é diretor jurídico. Assim como fazia com quem o visitava quando estava preso, Marcelo insiste em atacar a dupla.



Diz que os dois deviam ser delatores também. E que lhe foram imputados crimes que ele não cometeu. Ou seja, o que Marcelo quer dizer é que se Souza e Ferro assumissem alguns delitos, sua própria pena poderia ser menor.



Como resume um delator, "o Marcelo está vivo".



Marcelo Odebrecht ainda se mantém arredio a um encontro com seu pai, Emílio.



Veja Também