news:

Sul de Minas

Chuva e vento derrubam casa e causam estragos em cidades sul-mineiras


foto_principal.jpg
20/05/2018

Matéria extraída do G1

 

Em Pouso Alegre, casal e filho de 10 anos estavam dentro da residência no momento da queda, mas não se feriram.

 

A forte chuva deste sábado provocou estragos em cidades da região. A ocorrência mais grave registrada pela Defesa Civil aconteceu em Pouso Alegre, onde uma casa foi derrubada pelo vento, no comunidade de Cajuru, na zona rural do município.

 

Da construção de três cômodos, só sobrou a pequena cozinha na parte da frente. As paredes e o teto do quarto e da sala desmoronaram. Um casal e o filho de 10 anos estavam no local no momento da queda.

 

“Não deu tempo de sair. Quando a gente viu, as telhas estavam batendo. Eu abracei ele. No que eu abracei, já caiu tudo em cima da gente. Depois que terminou de cair que [a gente] correu”, conta a auxiliar de produção Rosângela Maria Caradoso.

 

A família morava no local há cinco anos e juntava dinheiro para terminar a obra da casa. Quase todos os móveis foram perdidos. “Já teve vento muito forte, mas desse jeito não”, completa Rosângela.

 

 

Chuva e vento derrubam casa em comunidade rural de Pouso Alegre.

 

 

Segundo os moradores, o vento forte ficou concentrado na onde caiu a casa. Foram três minutos, tempo suficiente para alguns estragos e para assustar muita gente.

 

“Veio uma nuvem bem forte, com sujeira, água, vento e me empurrou para dentro. Eu sou pesado, me empurro para dentro. Eu saí imediatamente para resgatar meus animais e começaram a cair as telhas”, conta o artesão Alexandre Guilherme Raimundo.

 

Segundo a Somar Meteorologia, o vento seria consequência da tentativa de formação de um tornado.

 

A casa que caiu foi interditada pela Defesa Civil, que fará uma avaliação no imóvel. A família foi para a casa de vizinhos.

 

 

Outras cidades

 

Em Itajubá, foram 20 minutos de tempestade. Barraquinhas da feira livre, no bairro Porto Velho, ficaram destruídas e placas de tapume foram ao chão. Pelo menos duas árvores caíram. A chuva derrubou ainda motocicletas que estavam estacionadas.

 

Em Santa Rita do Sapucaí, a ventania atingiu as barracas da Festa de Santa Rita. Segundo a Polícia Militar, ninguém se feriu.

 

 

Vento também causou estragos em Santa Rita do Sapucaí.

Matéria extraída do G1


 


Em Pouso Alegre, casal e filho de 10 anos estavam dentro da residência no momento da queda, mas não se feriram.


 


A forte chuva deste sábado provocou estragos em cidades da região. A ocorrência mais grave registrada pela Defesa Civil aconteceu em Pouso Alegre, onde uma casa foi derrubada pelo vento, no comunidade de Cajuru, na zona rural do município.


 


Da construção de três cômodos, só sobrou a pequena cozinha na parte da frente. As paredes e o teto do quarto e da sala desmoronaram. Um casal e o filho de 10 anos estavam no local no momento da queda.


 


“Não deu tempo de sair. Quando a gente viu, as telhas estavam batendo. Eu abracei ele. No que eu abracei, já caiu tudo em cima da gente. Depois que terminou de cair que [a gente] correu”, conta a auxiliar de produção Rosângela Maria Caradoso.


 


A família morava no local há cinco anos e juntava dinheiro para terminar a obra da casa. Quase todos os móveis foram perdidos. “Já teve vento muito forte, mas desse jeito não”, completa Rosângela.


 


 



Chuva e vento derrubam casa em comunidade rural de Pouso Alegre.


 


 


PATROCINADORES

Segundo os moradores, o vento forte ficou concentrado na onde caiu a casa. Foram três minutos, tempo suficiente para alguns estragos e para assustar muita gente.


 


“Veio uma nuvem bem forte, com sujeira, água, vento e me empurrou para dentro. Eu sou pesado, me empurro para dentro. Eu saí imediatamente para resgatar meus animais e começaram a cair as telhas”, conta o artesão Alexandre Guilherme Raimundo.


 


Segundo a Somar Meteorologia, o vento seria consequência da tentativa de formação de um tornado.


 


A casa que caiu foi interditada pela Defesa Civil, que fará uma avaliação no imóvel. A família foi para a casa de vizinhos.


 


 


Outras cidades


 


Em Itajubá, foram 20 minutos de tempestade. Barraquinhas da feira livre, no bairro Porto Velho, ficaram destruídas e placas de tapume foram ao chão. Pelo menos duas árvores caíram. A chuva derrubou ainda motocicletas que estavam estacionadas.


 


Em Santa Rita do Sapucaí, a ventania atingiu as barracas da Festa de Santa Rita. Segundo a Polícia Militar, ninguém se feriu.


 


 



Vento também causou estragos em Santa Rita do Sapucaí.


Matéria extraída do G1



Em Pouso Alegre, casal e filho de 10 anos estavam dentro da residência no momento da queda, mas não se feriram.



A forte chuva deste sábado provocou estragos em cidades da região. A ocorrência mais grave registrada pela Defesa Civil aconteceu em Pouso Alegre, onde uma casa foi derrubada pelo vento, no comunidade de Cajuru, na zona rural do município.



Da construção de três cômodos, só sobrou a pequena cozinha na parte da frente. As paredes e o teto do quarto e da sala desmoronaram. Um casal e o filho de 10 anos estavam no local no momento da queda.



“Não deu tempo de sair. Quando a gente viu, as telhas estavam batendo. Eu abracei ele. No que eu abracei, já caiu tudo em cima da gente. Depois que terminou de cair que [a gente] correu”, conta a auxiliar de produção Rosângela Maria Caradoso.



A família morava no local há cinco anos e juntava dinheiro para terminar a obra da casa. Quase todos os móveis foram perdidos. “Já teve vento muito forte, mas desse jeito não”, completa Rosângela.



PATROCINADORES



Chuva e vento derrubam casa em comunidade rural de Pouso Alegre.



Segundo os moradores, o vento forte ficou concentrado na onde caiu a casa. Foram três minutos, tempo suficiente para alguns estragos e para assustar muita gente.



“Veio uma nuvem bem forte, com sujeira, água, vento e me empurrou para dentro. Eu sou pesado, me empurro para dentro. Eu saí imediatamente para resgatar meus animais e começaram a cair as telhas”, conta o artesão Alexandre Guilherme Raimundo.



Segundo a Somar Meteorologia, o vento seria consequência da tentativa de formação de um tornado.



PATROCINADORES

A casa que caiu foi interditada pela Defesa Civil, que fará uma avaliação no imóvel. A família foi para a casa de vizinhos.



Outras cidades



Em Itajubá, foram 20 minutos de tempestade. Barraquinhas da feira livre, no bairro Porto Velho, ficaram destruídas e placas de tapume foram ao chão. Pelo menos duas árvores caíram. A chuva derrubou ainda motocicletas que estavam estacionadas.



Em Santa Rita do Sapucaí, a ventania atingiu as barracas da Festa de Santa Rita. Segundo a Polícia Militar, ninguém se feriu.





Vento também causou estragos em Santa Rita do Sapucaí.



Veja Também