news:

Esporte

F1 revisa calendário de 2021 e adia corridas na Austrália e na China

Publicado por TV Minas em 12/01/2021 às 17h14

foto_principal.jpg

A Fórmula 1 anunciou nesta terça-feira (12) que atualizou seu calendário de corridas para a temporada de 2021.

 

Agora, a principal categoria do automobilismo abrirá sua temporada no Bahrein, em 28 de março, após o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne – que tradicionalmente abre a competição – ser adiado por causa da pandemia do novo coronavírus.

 

A F1 também anunciou o retorno do histórico circuito de Imola, na Itália, à competição. Já o Grande Prêmio da China foi adiado, para uma data ainda a ser definida, por causa de restrições a voos internacionais. 

 

O calendário manteve uma data em aberto, 2 de maio, que pode ser ocupado pela corrida chinesa. Mas também existe a possibilidade de a prova ser realizada no Circuito do Algarve, em Portugal, que entrou no calendário de 2020 e agradou o público e os pilotos da categoria.

 

“Estamos felizes de confirmar que o número de corridas planejadas para esta temporada continua inalterado”, afirmou o novo CEO da F1, Stefano Domenicali, em nota.

 

“A pandemia global ainda não permitiu que a vida voltasse ao normal, mas mostramos em 2020 que podemos correr com segurança como o primeiro esporte internacional a retornar e temos a experiência e planos para cumprir nossa temporada”, continuou.

 

"É uma ótima notícia que já conseguimos chegar a um acordo sobre uma data remarcada para o Grande Prêmio da Austrália, em novembro, e continuando a trabalhar com nossos colegas chineses para encontrar uma solução para correr lá em 2021."

 

 

Veja como ficou o calendário atualizado da F1 em 2021:

 

  • 28 de março: Bahrein, Sakhir

 

  • 18 de abril: Itália, Imola

 

  • 02 de maio: a ser confirmado

 

  • 09 de maio: Espanha, Barcelona

 

  • 23 de maio: Mônaco

 

  • 06 de junho: Azerbaijão, Baku

 

  • 13 de junho: Canadá, Montreal

 

  • 27 de junho: França, Le Castellet

 

  • 04 de julho: Áustria, Spielberg

 

  • 18 de julho: Grã-Bretanha, Silverstone

 

  • 01 de agosto: Hungria, Budapeste

 

  • 29 de agosto: Bélgica, Spa-Francorchamps

 

  • 05 de setembro: Holanda, Zandvoort

 

  • 12 de setembro: Itália, Monza

 

  • 26 de setembro: Rússia, Sochi

 

  • 03 de outubro: Cingapura

 

  • 10 de outubro: Japão, Suzuka

 

  • 24 de outubro: EUA, Austin

 

  • 31 de outubro: México, Cidade do México

 

  • 07 de novembro: Brasil, São Paulo

 

  • 21 de novembro: Austrália, Melbourne

 

  • 05 de dezembro, Arábia Saudita, Jeddah

 

  • 12 de dezembro, Abu Dhabi, Yas Marina

 

 

Patrocinador:

A Fórmula 1 anunciou nesta terça-feira (12) que atualizou seu calendário de corridas para a temporada de 2021.


 


Agora, a principal categoria do automobilismo abrirá sua temporada no Bahrein, em 28 de março, após o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne – que tradicionalmente abre a competição – ser adiado por causa da pandemia do novo coronavírus.


 


A F1 também anunciou o retorno do histórico circuito de Imola, na Itália, à competição. Já o Grande Prêmio da China foi adiado, para uma data ainda a ser definida, por causa de restrições a voos internacionais. 


 


O calendário manteve uma data em aberto, 2 de maio, que pode ser ocupado pela corrida chinesa. Mas também existe a possibilidade de a prova ser realizada no Circuito do Algarve, em Portugal, que entrou no calendário de 2020 e agradou o público e os pilotos da categoria.


 


“Estamos felizes de confirmar que o número de corridas planejadas para esta temporada continua inalterado”, afirmou o novo CEO da F1, Stefano Domenicali, em nota.


 


“A pandemia global ainda não permitiu que a vida voltasse ao normal, mas mostramos em 2020 que podemos correr com segurança como o primeiro esporte internacional a retornar e temos a experiência e planos para cumprir nossa temporada”, continuou.


 


"É uma ótima notícia que já conseguimos chegar a um acordo sobre uma data remarcada para o Grande Prêmio da Austrália, em novembro, e continuando a trabalhar com nossos colegas chineses para encontrar uma solução para correr lá em 2021."


 


 


Veja como ficou o calendário atualizado da F1 em 2021:


 

  • 28 de março: Bahrein, Sakhir

 

  • 18 de abril: Itália, Imola

 

  • 02 de maio: a ser confirmado

 

  • 09 de maio: Espanha, Barcelona

 

  • 23 de maio: Mônaco

PATROCINADORES

 

  • 06 de junho: Azerbaijão, Baku

 

  • 13 de junho: Canadá, Montreal

 

  • 27 de junho: França, Le Castellet

 

  • 04 de julho: Áustria, Spielberg

 

  • 18 de julho: Grã-Bretanha, Silverstone

 

  • 01 de agosto: Hungria, Budapeste

 

  • 29 de agosto: Bélgica, Spa-Francorchamps

 

  • 05 de setembro: Holanda, Zandvoort

 

  • 12 de setembro: Itália, Monza

 

  • 26 de setembro: Rússia, Sochi

 

  • 03 de outubro: Cingapura

 

  • 10 de outubro: Japão, Suzuka

 

  • 24 de outubro: EUA, Austin

 

  • 31 de outubro: México, Cidade do México

 

  • 07 de novembro: Brasil, São Paulo

 

  • 21 de novembro: Austrália, Melbourne

 

  • 05 de dezembro, Arábia Saudita, Jeddah

 

  • 12 de dezembro, Abu Dhabi, Yas Marina

 


 


Patrocinador:



A Fórmula 1 anunciou nesta terça-feira (12) que atualizou seu calendário de corridas para a temporada de 2021.



Agora, a principal categoria do automobilismo abrirá sua temporada no Bahrein, em 28 de março, após o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne – que tradicionalmente abre a competição – ser adiado por causa da pandemia do novo coronavírus.



A F1 também anunciou o retorno do histórico circuito de Imola, na Itália, à competição. Já o Grande Prêmio da China foi adiado, para uma data ainda a ser definida, por causa de restrições a voos internacionais. 



O calendário manteve uma data em aberto, 2 de maio, que pode ser ocupado pela corrida chinesa. Mas também existe a possibilidade de a prova ser realizada no Circuito do Algarve, em Portugal, que entrou no calendário de 2020 e agradou o público e os pilotos da categoria.



“Estamos felizes de confirmar que o número de corridas planejadas para esta temporada continua inalterado”, afirmou o novo CEO da F1, Stefano Domenicali, em nota.



“A pandemia global ainda não permitiu que a vida voltasse ao normal, mas mostramos em 2020 que podemos correr com segurança como o primeiro esporte internacional a retornar e temos a experiência e planos para cumprir nossa temporada”, continuou.



"É uma ótima notícia que já conseguimos chegar a um acordo sobre uma data remarcada para o Grande Prêmio da Austrália, em novembro, e continuando a trabalhar com nossos colegas chineses para encontrar uma solução para correr lá em 2021."



PATROCINADORES

Veja como ficou o calendário atualizado da F1 em 2021:



 

  • 28 de março: Bahrein, Sakhir


 

  • 18 de abril: Itália, Imola


 

  • 02 de maio: a ser confirmado


 

  • 09 de maio: Espanha, Barcelona


 

  • 23 de maio: Mônaco


 

  • 06 de junho: Azerbaijão, Baku


 

  • 13 de junho: Canadá, Montreal


 

  • 27 de junho: França, Le Castellet


 

  • 04 de julho: Áustria, Spielberg


 

  • 18 de julho: Grã-Bretanha, Silverstone


 

  • 01 de agosto: Hungria, Budapeste


 

  • 29 de agosto: Bélgica, Spa-Francorchamps


PATROCINADORES

 

  • 05 de setembro: Holanda, Zandvoort


 

  • 12 de setembro: Itália, Monza


 

  • 26 de setembro: Rússia, Sochi


 

  • 03 de outubro: Cingapura


 

  • 10 de outubro: Japão, Suzuka


 

  • 24 de outubro: EUA, Austin


 

  • 31 de outubro: México, Cidade do México


 

  • 07 de novembro: Brasil, São Paulo


 

  • 21 de novembro: Austrália, Melbourne


 

  • 05 de dezembro, Arábia Saudita, Jeddah


 

  • 12 de dezembro, Abu Dhabi, Yas Marina


Patrocinador:





Veja Também