Sul de Minas
Motorista de carro em que adolescente morreu é preso em Lavras

10/01/2017

Ela tinha 14 anos e ficou presa em veículo que foi levado por enchente. Segundo a Polícia Civil, homem pode ser indiciado por homicídio culposo.

Matéria extraída do G1

 

O motorista do carro arrastado por uma enchente junto com uma adolescente de 14 anos, que morreu afogada em Lavras, pode ser indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

 

Segundo a Polícia Civil, o mecânico de 47 anos confessou ter consumido bebidas alcoólicas em um bar antes de dar carona para a adolescente, junto com a mãe e a tia dela. No trajeto, o carro foi levado pela água do rio, que transbordou com o temporal que atingiu a cidade na noite de domingo (8). Laís Vitória da Silva Francisco ficou presa dentro do veículo e morreu afogada.

 

Segundo o delegado responsável pelo caso, Ailton Pereira, o mecânico foi preso nesta segunda-feira (9) e encaminhado para o Presídio de Lavras. Ele ainda deve responder por embriaguez ao volante. O inquérito policial deve ser concluído até sexta-feira (13).

 

“Ele informou que, ao saírem do bar, as mulheres pediram carona até a casa delas e que, então, seguiu sentido à ponte. O homem viu que ela [a ponte] estava com alto volume de água e tentou passar, mas, quando entrou na ponte, o volume aumentou e, ao tentar dar ré, o carro foi levado pela correnteza”, relatou o delegado.

 

Ainda de acordo com Pereira, a investigação aponta que tanto o motorista quanto a mãe e a tia da menina possivelmente conseguiram sair do veículo pela janela.

 

 

Vítima teria alertado sobre perigo

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, chovia bastante em Lavras por volta das 23h30 de domingo, quando o carro em que a adolescente estava foi levado pela correnteza do ribeirão que fica entre os bairros Tipuana 1 e 2.  O motorista tentava passar por uma ponte sobre o ribeirão, que já estava submersa.

 

Em entrevista à EPTV Sul de Minas, afiliada da Rede Globo, a tia de Laís, a manicure Elaine da Silva Teófilo, disse que a adolescente pediu para que o motorista não tentasse ultrapassar a ponte.

 

"Aí na hora que ela viu que estava afundando, ela colocou o corpo para frente para tentar abrir a janela pra sair, mas não foi possível. Ela sabia nadar, foi a primeira a dar alerta que o carro estava afundando, então achei que ela tinha saído, não achei que ela tinha ficado lá dentro", relembrou a tia.

 

O carro, ainda conforme os bombeiros, foi encontrado a 100 metros do local onde caiu. O corpo da adolescente foi resgatado por volta das 4h30 desta segunda-feira (9).

 

 

De acordo com os bombeiros, Laís, de 14 anos, ficou presa em carro e morreu afogada durante enchente que atingiu Lavras no final da noite deste domingo (8).

 

 

Veja também: Adolescente morre após ficar presa em carro levado por enchente em MG​

Fonte: G1
Veja Também