Sul de Minas
Suspeito de estupro, tortura e cárcere privado da ex-namorada é preso

08/11/2017

Vítima ficou presa na casa do suspeito em Lavras. Ele não aceitava o fim do relacionamento.

Matéria extraída do G1

 

Um homem de 23 anos foi preso nesta terça-feira (7) suspeito de tortura, cárcere privado, estupro e tentativa de homicídio contra a ex-namorada em Lavras. A vítima teria sofrido ameaça, tortura e sido mantida presa em um quarto na casa do suspeito. O suspeito não aceitava o fim do relacionamento com a jovem de 19 anos.

 

Os pais do jovem também foram levados à delegacia por não terem prestado socorro à mulher.

 

Segundo a Polícia Militar, na noite de segunda-feira, enquanto estava na faculdade, a jovem recebeu várias mensagens de celular do suspeito, que queria conversar sobre o término do relacionamento. Quando saiu da faculdade e desceu de um ônibus na Avenida Ernesto Matioli, por volta das 23h, ela foi parada pelo ex-namorado.

 

Ainda segundo a polícia, ela foi ameaçada e obrigada a entrar dentro de um carro. No veículo, ela foi agredida e impedida de gritar por socorro.

 

Segundos relatos da jovem à polícia, o ex dizia que ela iria pagar por não querer mais ficar com ele. O suspeito levou a vítima até a estrada da Serrinha, onde ela foi novamente agredida e abusada sexualmente.

 

A jovem contou aos militares que o ex-namorado a torturou até conseguir a senha do celular e ler as mensagens. No momento, ele ficou mais agressivo e chegou a atear fogo nos cabelos da vítima. A todo momento, ela era ameaçada de morte.

 

A polícia contou que ela tentou fugir da estrada pulando um barranco, mas ficou desacordada e foi levada para a casa do suspeito no Bairro Jardim das Magnólias, onde ficou presa em um quarto.

 

Já na casa, a vítima contou que os pais do suspeito negaram ajuda, até que a jovem conseguiu pegar um celular e ligar para os pais, que chamaram a polícia.

 

A família da jovem disse à polícia que procurava por ela desde a manhã e, após várias tentativas de encontrar a filha, os pais foram até a casa do suspeito em busca da jovem. No relato à polícia, a família da jovem contou que os pais do suspeito não disseram que a vítima estava ferida e mantida presa dentro da casa.

 

O suspeito tentou fugir, mas foi encontrado pouco tempo depois pela polícia. Ele foi levado junto com os pais para a delegacia de Lavras.

 

A vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento de Lavras, onde recebeu atendimento.

Fonte: G1
Veja Também