news:

Sul de Minas

9 presos por fraudes em contratos de coleta de lixo em cidade sul-mineira


foto_principal.jpg
09/11/2017

Operação Purgamentum do Ministério Público investiga empresas contratadas pelas prefeituras. Além de Passos, mandados são cumpridos em cinco cidades do interior de São Paulo.

 

Matéria extraída do G1

 

O Ministério Público cumpre na manhã desta quinta-feira (9) nove mandados de prisão preventiva e doze mandados de busca e apreensão em Passos.

 

As investigações da Operação Purgamentum apuram fraudes em contratos de prefeituras com empresas de serviço de limpeza e coleta de lixo.

 

Além do Sul de Minas, o Ministério Público cumpre mandados em cinco cidades do interior de São Paulo – Batatais, Ribeirão Preto, Paulínia, Patrocínio Paulista e Monte Alto. Ao todo, serão cumpridos 15 mandados de prisão, 44 de busca e apreensão e 11 conduções coercitivas.

 

Os mandados foram expedidos pelas Varas Judiciais em Passos e Ribeirão Preto, com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais e da Polícia Militar de São Paulo.

 

A operação é cumprida pela 7° Promotoria de Justiça de Passos, apoiada pelo Grupo Especial de Patrimônio Público e pelo Centro de Apoio Operacional de Patrimônio Público da Procuradoria Geral da Justiça de Minas Gerais.

 

 

Veja também: Fraude na coleta de lixo acontecia durante pesagem de caminhões em MG

Operação Purgamentum do Ministério Público investiga empresas contratadas pelas prefeituras. Além de Passos, mandados são cumpridos em cinco cidades do interior de São Paulo.

 

Matéria extraída do G1

 


O Ministério Público cumpre na manhã desta quinta-feira (9) nove mandados de prisão preventiva e doze mandados de busca e apreensão em Passos.


 


As investigações da Operação Purgamentum apuram fraudes em contratos de prefeituras com empresas de serviço de limpeza e coleta de lixo.


 


Além do Sul de Minas, o Ministério Público cumpre mandados em cinco cidades do interior de São Paulo – Batatais, Ribeirão Preto, Paulínia, Patrocínio Paulista e Monte Alto. Ao todo, serão cumpridos 15 mandados de prisão, 44 de busca e apreensão e 11 conduções coercitivas.


PATROCINADORES

 


Os mandados foram expedidos pelas Varas Judiciais em Passos e Ribeirão Preto, com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais e da Polícia Militar de São Paulo.


 


A operação é cumprida pela 7° Promotoria de Justiça de Passos, apoiada pelo Grupo Especial de Patrimônio Público e pelo Centro de Apoio Operacional de Patrimônio Público da Procuradoria Geral da Justiça de Minas Gerais.


 


 


Veja também: Fraude na coleta de lixo acontecia durante pesagem de caminhões em MG


Operação Purgamentum do Ministério Público investiga empresas contratadas pelas prefeituras. Além de Passos, mandados são cumpridos em cinco cidades do interior de São Paulo.

 

Matéria extraída do G1

 


O Ministério Público cumpre na manhã desta quinta-feira (9) nove mandados de prisão preventiva e doze mandados de busca e apreensão em Passos.


 


As investigações da Operação Purgamentum apuram fraudes em contratos de prefeituras com empresas de serviço de limpeza e coleta de lixo.


PATROCINADORES

 


Além do Sul de Minas, o Ministério Público cumpre mandados em cinco cidades do interior de São Paulo – Batatais, Ribeirão Preto, Paulínia, Patrocínio Paulista e Monte Alto. Ao todo, serão cumpridos 15 mandados de prisão, 44 de busca e apreensão e 11 conduções coercitivas.


 


Os mandados foram expedidos pelas Varas Judiciais em Passos e Ribeirão Preto, com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais e da Polícia Militar de São Paulo.


PATROCINADORES

 


A operação é cumprida pela 7° Promotoria de Justiça de Passos, apoiada pelo Grupo Especial de Patrimônio Público e pelo Centro de Apoio Operacional de Patrimônio Público da Procuradoria Geral da Justiça de Minas Gerais.


 


 


Veja também: Fraude na coleta de lixo acontecia durante pesagem de caminhões em MG


Veja Também