news:

Esporte

Ronaldinho Gaúcho deve ter jogo de despedida em Minas Gerais


foto_principal.jpg
10/12/2017

Ídolo do Atlético deve vestir a camisa do clube novamente em 2018.

 

Ronaldinho Gaúcho deve ter um jogo de despedida com a camisa do Atlético em 2018. A confirmação foi feita por Assis, irmão e empresário do jogador, nos bastidores do ‘Game of Dreams’ (Amigos de Ronaldinho x Amigos do Penta), nessa sexta-feira, no Mineirão. 

 

“Deve ter sim uma despedida em Minas Gerais. Mas, por enquanto, não tem nada definido”, disse Assis.

 

Ronaldinho Gaúcho marcou a história do Atlético. A chegada, em 2012, aconteceu sem grande alarde, na Cidade do Galo. Logo no primeiro ano, foram grandes atuações no Campeonato Brasileiro e a vaga conquistada para o retorno do clube à Copa Libertadores.

 

Em 2013, Ronaldinho teve o momento de maior glória no Atlético. O título da Copa Libertadores teve grande participação do camisa 10, bem como do goleiro Victor e de jogadores como Jô, artilheiro do certame. Houve ainda a conquista do Campeonato Mineiro contra o rival Cruzeiro.

 

Já em 2014 o desempenho em campo não foi de alto nível como em 2012 e 2013. O armador não conseguiu mostrar um papel decisivo com a camisa alvinegra e já era constantemente substituído por Levir Culpi. Apesar disso, a despedida aconteceu com o título da Recopa

 

Ronaldinho disputou 88 partidas pelo Atlético e marcou 28 gols. No total, ainda foram 32 assistências. Antes do Galo, ele defendeu Grêmio, Paris Saint-Germain, Barcelona, Milan e Flamengo. Depois do clube, ainda passou por Querétaro, do México, e Fluminense. Em 2017, ele fez jogos amistosos pelo mundo.

Ídolo do Atlético deve vestir a camisa do clube novamente em 2018.


 


Ronaldinho Gaúcho deve ter um jogo de despedida com a camisa do Atlético em 2018. A confirmação foi feita por Assis, irmão e empresário do jogador, nos bastidores do ‘Game of Dreams’ (Amigos de Ronaldinho x Amigos do Penta), nessa sexta-feira, no Mineirão. 


 


“Deve ter sim uma despedida em Minas Gerais. Mas, por enquanto, não tem nada definido”, disse Assis.


 


PATROCINADORES

Ronaldinho Gaúcho marcou a história do Atlético. A chegada, em 2012, aconteceu sem grande alarde, na Cidade do Galo. Logo no primeiro ano, foram grandes atuações no Campeonato Brasileiro e a vaga conquistada para o retorno do clube à Copa Libertadores.


 


Em 2013, Ronaldinho teve o momento de maior glória no Atlético. O título da Copa Libertadores teve grande participação do camisa 10, bem como do goleiro Victor e de jogadores como Jô, artilheiro do certame. Houve ainda a conquista do Campeonato Mineiro contra o rival Cruzeiro.


 


Já em 2014 o desempenho em campo não foi de alto nível como em 2012 e 2013. O armador não conseguiu mostrar um papel decisivo com a camisa alvinegra e já era constantemente substituído por Levir Culpi. Apesar disso, a despedida aconteceu com o título da Recopa


 


Ronaldinho disputou 88 partidas pelo Atlético e marcou 28 gols. No total, ainda foram 32 assistências. Antes do Galo, ele defendeu Grêmio, Paris Saint-Germain, Barcelona, Milan e Flamengo. Depois do clube, ainda passou por Querétaro, do México, e Fluminense. Em 2017, ele fez jogos amistosos pelo mundo.


Ídolo do Atlético deve vestir a camisa do clube novamente em 2018.



Ronaldinho Gaúcho deve ter um jogo de despedida com a camisa do Atlético em 2018. A confirmação foi feita por Assis, irmão e empresário do jogador, nos bastidores do ‘Game of Dreams’ (Amigos de Ronaldinho x Amigos do Penta), nessa sexta-feira, no Mineirão. 



“Deve ter sim uma despedida em Minas Gerais. Mas, por enquanto, não tem nada definido”, disse Assis.



PATROCINADORES

Ronaldinho Gaúcho marcou a história do Atlético. A chegada, em 2012, aconteceu sem grande alarde, na Cidade do Galo. Logo no primeiro ano, foram grandes atuações no Campeonato Brasileiro e a vaga conquistada para o retorno do clube à Copa Libertadores.



Em 2013, Ronaldinho teve o momento de maior glória no Atlético. O título da Copa Libertadores teve grande participação do camisa 10, bem como do goleiro Victor e de jogadores como Jô, artilheiro do certame. Houve ainda a conquista do Campeonato Mineiro contra o rival Cruzeiro.



Já em 2014 o desempenho em campo não foi de alto nível como em 2012 e 2013. O armador não conseguiu mostrar um papel decisivo com a camisa alvinegra e já era constantemente substituído por Levir Culpi. Apesar disso, a despedida aconteceu com o título da Recopa



Ronaldinho disputou 88 partidas pelo Atlético e marcou 28 gols. No total, ainda foram 32 assistências. Antes do Galo, ele defendeu Grêmio, Paris Saint-Germain, Barcelona, Milan e Flamengo. Depois do clube, ainda passou por Querétaro, do México, e Fluminense. Em 2017, ele fez jogos amistosos pelo mundo.



Veja Também