Supremo volta a pressionar Zema por Recuperação Fiscal e dívida sobe

Publicado por Tv Minas em 12/10/2021 às 12h31

Montante que o Estado teria que pagar imediatamente chega a R$ 30 bilhões.

O Supremo Tribunal Federal voltou a pressionar o governador Romeu Zema para que aprove o Regime de Recuperação fiscal na Assembleia Legislativa.

A pressão partiu do ministro Luís Roberto Barroso. Por isso, a decisão de pedir urgência ao Legislativo. Mas, os deputados não devem votar o Regime, deixando a pauta travada.

O Supremo retomou a discussão após o governador embarcar no discurso do presidente Jair Bolsonaro e criticar ações do STF. 

Para piorar, houve atualização do montante que o Estado terá que desembolsar, caso caiam as liminares que garantem ao Estado o não pagamento das parcelas da dívida com a União: R$ 30 bilhões.

Isso significa que, se o Supremo cassar as liminares, Minas teria que pagar essa quantia de uma só vez. 

Fonte: O TEMPO

Compartilhe essa matéria: