Homem suspeito de estuprar adolescente de 13 anos é preso pela Polícia Civil

Publicado por Tv Minas em 18/01/2024 às 13h56

Fonte:

A vítima também era espancada com frequência pelo suspeito.

A Polícia Civil (PCMG) prendeu, na última terça-feira (16/1), um homem de 25 anos, investigado pelo crime de estupro de vulnerável, em Montes Claros, no Norte de estado.

 

As investigações iniciaram após a irmã da vítima, de 23 anos, comparecer à Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam) e relatar que a irmã, uma adolescente de 13 anos, estaria morando há oito meses com um homem, de 25. Segundo ela, o suspeito estaria violentando física e sexualmente a adolescente.

 

Diante da denúncia, a equipe da Deam compareceu ao endereço informado. No local, a vítima foi encontrada com algumas escoriações pelo corpo e confirmou para os policiais que se relacionava com o suspeito há oito meses. Ela foi encaminhada para atendimento hospitalar e submetida a exames que comprovaram a violência física e sexual.

 

Prisão

 

Segundo a delegada Monique Morais Bicalho, o suspeito foi localizado no endereço informado e, após uma tentativa de fuga frustrada, foi preso em flagrante. Ele confirmou que convivia com a vítima e mantinha relações sexuais cotidianas com ela.

 

O homem entregou aos policiais o celular e autorizou o acesso ao conteúdo do aparelho. Em análise no telefone, a equipe constatou a presença de mídias com pornografia infantil, gravadas com a vítima, o que pode caracterizar ainda o crime de exploração sexual.

 

A delegada afirmou que a adolescente já era conhecida pelos vizinhos como esposa do suspeito e teria ficado grávida há dois meses, vindo a sofrer um aborto. O caso será investigado pela polícia.

 

O suspeito, preso em flagrante, teve a prisão convertida em preventiva.

 

Histórico de violência

 

Conforme apurado, a vítima era negligenciada desde os 4 anos, época que foi abusada sexualmente por um tio. “Ela é uma vítima em situação de vulnerabilidade emocional, carência afetiva e de assistência familiar”, pontuou a delegada.

 

A mãe da vítima, de 32 anos, será investigada pelo crime de abandono de incapaz, uma vez que tinha conhecimento dos abusos e nada fez para proteger a filha.

 

As investigações continuam para apurar todos os crimes envolvendo a menor de idade como vítima.

 

Da Redação

Compartilhe essa matéria: