Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 7 cirurgias

Publicado por Tv Minas em 02/08/2022 às 18h04

Arthur e Bernardo Lima, de 3 anos, passaram por procedimento de 27 horas. Equipe tinha quase 100 médicos do Rio e de Londres.

Uma equipe formada por médicos do Rio de Janeiro e de Londres conseguiu separar com sucesso gêmeos siameses unidos pelo crânio. Arthur e Bernardo Lima, de 3 anos, passaram por sete cirurgias com ajuda de técnicas de realidade virtual. O procedimento durou, ao todo, 27 horas.

Foram quase 100 médicos envolvidos. As cirurgias foram realizadas no Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer, no Rio. Segundo a Gemini Untwined, instituição britânica especialista em cirurgias de separação, o caso dos brasileiros foi o mais complexo realizado até então.

As equipes passaram meses testando realidade virtual com base em tomografias computadorizadas e ressonâncias magnéticas de Arthur e Bernardo. À BBC, o cirurgião Noor Jeelani afirmou ser a primeira vez que médicos em países separados usam fones de ouvido e operam juntos em uma sala de realidade virtual.

O médico contou ter ficado “totalmente esgotado” após 27 horas de trabalho, com apenas quatro pausas de 15 minutos para comer e beber água. Ainda assim, para Jeelani, foi “maravilhoso” ver a felicidade da família com o resultado.

Os gêmeos estão se recuperando bem no hospital e passarão por reabilitação de seis meses.

 Clique no banner para saber mais. 

Fonte: Metrópoles

Compartilhe essa matéria: