Casal de jornalistas que viaja e vive em carro popular passa pelo Sul de Minas

Publicado por Tv Minas em 13/09/2021 às 15h48

Eles já viajaram pela América do Sul e agora pretendem conhecer todos os estados do Brasil a bordo de um Sandero 1.0.

O casal de jornalistas Carina Furlanetto e João Paulo Mileski retornou nesta segunda-feira, dia 13, a Minas Gerais, dando sequência à expedição que pretende explorar todas as unidades federativas do Brasil a bordo de um Renault Sandero 1.0.

Foto 1Para economizar e tornar a viagem possível, casal realizou adaptações que permitem cozinhar e dormir no próprio veículo - Foto: Crônicas na Bagagem/Divulgação.

Eles saíram de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, no dia 03 de maio, e desde então, além de Minas, também já passaram por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. "Antes de seguir para o Rio e para o Espírito Santo conhecemos o Sul de Minas e fomos muito bem recebidos por todos os lugares por onde passamos. Ficamos encantados com a Serra da Mantiqueira, com a acolhido do povo em Gonçalves e chegamos a pegar 5 graus negativos em Maria da Fé. Agora estamos retornando sem prazo para sair, ansiosos para conhecer o restante do estado", conta Mileski.

Foto 2Primeira região concluída foi o Sul do Brasil, em passagem marcada pela neve -  Foto: Crônicas na Bagagem/Divulgação.

Entre 2019 e 2020, a bordo do mesmo veículo, o casal partiu para uma aventura de quase 14 meses por 10 países da América do Sul, história contada no livro "Crônicas na Bagagem: 421 dias na estrada - uma jornada de despedimento pela América do sul".

Após o retorno ao Brasil pela Venezuela, o objetivo era conhecer todos os estados do país, mas a pandemia acabou forçando uma pausa na continuidade da expedição. "Conhecemos praticamente todo o nosso subcontinente e só agora estamos conhecendo de verdade o nosso próprio país. Estamos há apenas quatro meses na estrada e já constatamos a riqueza da diversidade cultural e sobretudo a generosidade do brasileiro. As pessoas sempre querem ajudar, de todas as formas, nos dão comida e até gasolina", conta Mileski.

Foto 3Objetivo é passar por todos os estados do país em uma viagem estimada para durar aproximadamente dois anos -  Foto: Crônicas na Bagagem/Divulgação.

Pela América do Sul, os jornalistas dormiam em casas de pessoas e no próprio carro. Nas 168 noites em que o veículo também serviu de cama, eles apenas baixavam os bancos da frente e deitavam ali mesmo. Agora, por conta da pandemia, adaptaram o carro para tornar possível uma viagem com mais autonomia. "Tiramos os bancos de trás e improvisamos uma cama, o que permite viajarmos isolados, sem depender de outras pessoas. Até a pandemia não passar, a ideia é fazer um isolamento nômade, sem contato com outras pessoas", relata Carina.

Foto 4Antes do Brasil, o casal de jornalistas percorreu 10 países da América do Sul a bordo do mesmo veículo - Foto: Crônicas na Bagagem/Divulgação.

A estimativa é que a viagem dure em torno de dois anos. Para se manter esse tempo todo na estrada, eles têm o desafio de não gastar mais do que R$ 70 por dia, contando todos os gastos para duas pessoas e o carro. "Não pagamos por hospedagem e cozinhamos no próprio carro, em uma panela elétrica conectada a uma bateria extra. Isso nos permite economizar e tornar possível o sonho de chegar a cada cantinho do nosso Brasil", ressalta Mileski.

Foto 5João e Carina já rodaram mais de 12 mil quilômetros por sete estados - Foto: Crônicas na Bagagem/Divulgação.

A primeira parada no retorno à Minas foi Alto Caparaó, onde pretendem fazer a caminhada ao Pico da Bandeira. Na sequência, o casal deve seguir para Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, Barbacena, São João del Rei, Conceição do Ibitipoca, Carrancas, São Thomé das Letras, São Roque de Minas, entre outras cidades que vão definindo no caminho.

Foto 6A cidade de Gonçalves esteve na rota do casal na primeira passagem por Minas -  Foto: Crônicas na Bagagem/Divulgação.

O dia a dia da aventura do casal pode ser conferido no Instagram.com/cronicasnabagagem ou Facebook.com/cronicasnabagagem.

Fonte: TV MINAS

Compartilhe essa matéria: