Homem é atacado por capivara enquanto nadava

Publicado por Tv Minas em 14/09/2021 às 15h08

Uma outra pessoa que estava no local filmou o momento do ataque.

Um homem foi atacado por uma capivara no Setor de Clubes Sul, em Brasília, enquanto nadava no Lago Paranoá, nesta segunda-feira (13). Uma outra pessoa que estava no local filmou o momento do ataque.

A vítima é marinheiro do Clube da Aeronáutica, e preferiu não se identificar. A área em que ele estava nadando é conhecida como "piscina dos barcos", onde as embarcações ficam ancoradas.

Pelas imagens é possível ver o homem mergulhando, quando a capivara se aproximou, subiu nas costas do marinheiro e o mordeu na região do ombro e da cabeça. Depois, o animal saiu nadando.

Marcas de garras do animal ficaram nas costas do homem. O marinheiro foi levado para o hospital, onde foi medicado, tomou vacinas antitetânica e antirrábica, e se recupera em casa.

Homem é atacado por capivara no Lago Paranoá, no dF — Foto: TV Globo/ReproduçãoHomem é atacado por capivara no Lago Paranoá, no DF.

 

Outro ataque

Em fevereiro deste ano, um homem de 40 anos também foi mordido por uma capivara, no Lago Paranoá. Ele levou 40 pontos na perna e no polegar de uma das mãos.

O empresário Fernando Soaris se exercitava dentro da água, perto da margem do lago, em um condomínio, quando foi atacado. A área é frequentada por moradores e pessoas que praticam exercícios.

"Estava dentro d'água fazendo exercício e, do nada, ela mordeu minha panturrilha. Não pisei nela nem nada", disse na época.

Segundo o síndico do condomínio Life Resort, onde houve o incidente, a população de capivaras na região em aumentado visivelmente. Renato Rincon diz que em 4 de junho de 2020, ele chegou a enviar ofício para a Secretaria de Meio Ambiente questionando sobre a quantidade de capivaras no gramado da orla do condomínio, principalmente no período da noite.

 

Febre maculosa

A capivara é um dos hospedeiros primários do carrapato-estrela, que pode transmitir a febre maculosa, doença que causa febre alta, diarreia, vômito, perda de apetite e aumento do tamanho do baço, entre outros sintomas, e que pode levar a morte.

O período de incubação da febre maculosa, ou seja, tempo da infecção até manifestação dos primeiros sintomas, é de 2 a 14 dias, mas varia de acordo com cada pessoa. Em geral, entre o segundo e o sexto dia, podem surgir manchas vermelhas pelo corpo principalmente na região das mãos e pés.

 

Veja como se proteger:

  • Evite áreas que apresentem infestação de carrapatos ou onde a circulação de febre maculosa é reconhecida;
  • Ao participar de atividades de trabalho ou de lazer, em áreas arborizadas, com vegetação alta e gramados, use roupas claras para facilitar visualização de carrapatos no corpo e assim a sua remoção imediata;
  • Durante as atividades, use sapatos fechados, camisa de manga longa, calças e repelentes de insetos;
  • Depois de realizar atividades nesses ambientes com risco de ser picado por carrapato, lembre-se de checar todo o corpo e remover os carrapatos que estejam aderidos.

 

Assista ao vídeo:

Fonte: G1

Compartilhe essa matéria: