Tendências de moda que voltaram em 2022

Publicado por Tv Minas em 22/06/2022 às 20h25

Descubra o que fez sucesso no passado e está voltando com tudo no mundo da moda deste ano.

A moda sofre mudanças o tempo todo, mas também volta para tendências antigas que fazem sucesso novamente com o público. Com isso, alguns estilos se mostram atemporais e extremamente democráticos, capazes de se encaixarem nos novos moldes sociais e culturais da atualidade.

Veja abaixo algumas tendências de moda que estouraram no passado e voltaram (ou estão voltando) com tudo em 2022.

 

Crochê

Crochê na moda do verão ganha cores e elementos divertidos. Fotos de looks!  - Purepeople

Apesar de muitos pensarem que o crochê é "coisa de vovózinha", esse tipo de roupa sempre fez sucesso com os mais jovens, tendo uma popularidade especial nos anos 80 e 90.

Hoje, o crochê faz o seu comeback triunfal no formato de croppeds, vestidos, saias e itens de banho. Com a ajuda das famosas que movimentam tendências, essas peças estão mais em alta do que nunca. Um exemplo muito recente disso foi o boom de biquínis e toucas de crochê desencadeado pela participação de Jade Picon no BBB22.

A dica é investir nesses looks nos dias mais quentes, já que a leveza do material e os furinhos da construção das peças permitem a circulação do ar.

 

Jaqueta biker

Tendência: Jaqueta Biker está de volta - A Chata de Batom | Moda, Beleza e  Skincare

As jaquetas biker – ou jaquetas de motoqueiro – foram uma grande sensação na década de 1980, especialmente entre os movimentos grunge e punk.

Feitas de couro natural ou sintético, geralmente são oversized (largas), mas podem ser encontradas em outras modelagens, bem como em diversos formatos: com mangas bufantes, de cores diferentes (além do preto), com e sem lapela, com franjas, spikes, zíperes, etc.

Nas semanas de moda do começo do ano, as jaquetas bikers ficaram sob os holofotes de diversas casas de luxo, como a Miu Miu e a Dolce & Gabbana.  

 

Veludo

Veludo: conheça os tipos e como usar a tendência desse outono/inverno

Em 2021, as coleções Outono/Inverno das maiores grifes do mundo bateram o martelo e afirmaram que, sim, o veludo está de volta. Outra trend dos anos 90, Chanel, Emporio Armani e Khaite desfilaram peças aveludadas em Paris, Nova York e Milão.

O tecido chama atenção pelo toque macio, visual sofisticado, brilho que muda de intensidade contra a luz e conforto térmico nas temperaturas mais baixas.

Quando o assunto é veludo, vale de tudo: blusas, calças, saias, blazers, vestidos, ternos, sapatos... As cores também variam, mas o material é mais comum em tons mais escuros, como preto, marrons, vermelhos, verdes e azuis.

 

Color blocking

O Otimista

O color blocking é o ato de usar blocos de cor, misturando tons vibrantes e chamativos no mesmo look.

Esse queridinho do mundo fashion nasceu em 1965, nas passarelas do desfile de Outono/Inverno da Yves Saint Laurent. A casa de luxo se inspirou nas pinturas do artista holandês Piet Mondrian, representando blocos azuis, vermelhos, amarelos e linhas pretas destacadas.

O estilo caiu no gosto do público e se tornou bastante popular. Ao chegar na década de 70, os designers passaram a criar novos modelos, aplicando padrões e estampas nas roupas. Com o passar do tempo, o color blocking foi sustentado pela TV e pela música, especialmente com características do neon e da cultura hip hop.

Hoje em dia, a tendência faz parte da chamada moda dopamina, que supostamente age para melhorar o humor de qualquer pessoa – justamente por causa da mistura de cores. Assim, mesclar rosa e laranja, amarelo e roxo ou verde e azul é uma prática das maiores it-girls e marcas do planeta.

 

Tomara que caia

Tomara que caia – essa moda não cai! (junho 2022)

O tomara que caia nunca verdadeiramente saiu de cena, mas seu retorno foi 100% confirmado com a presença dessa peça nos desfiles de moda do começo do ano.

Blusas, tops, bustiers e vestidos que seguem esse estilo trazem uma atenção especial à região do pescoço, ombros e colo. Isso proporciona exposição na medida certa, criando uma sensualidade delicada e singela.

Ótimo para o verão, o tomara que caia é ideal quando combinado com peças mais justas, como saias, shorts e calças.

 

Plataforma

A moda dos anos 2000 está de volta!

Historiadores indicam que os sapatos plataforma são datados desde o século VI a.C nos impérios do leste asiático. Os saltos usados por mulheres da Dinastia Qing, na China, eram feitos de madeira e seguiam padrões geométricos.

Com o passar do tempo, as plataformas ganharam destaque e perderam popularidade diversas vezes, mas tiveram ótimos momentos nos anos 30, 70, 90 e 2000. Hoje, esses calçados vêm em todos os formatos e modelos, agradando também aos homens – como o ator Billy Porter e o rapper Lil Nas X.

Super altas, as plataformas criam looks modernos, despojados e ousados, encaixando-se em todos os estilos, dos mais retrôs aos mais contemporâneos.

 

Moda dos anos 2000

Febre Y2K - Os anos 2000 estão em alta na moda!

Os anos 2000 não acabaram há tanto tempo, mas foram relevantes o suficiente para que a moda dessa época esteja voltando com força.

Nas coleções de casas de luxo, na TV e nas redes sociais, roupas que remetem ao começo do século XXI estão por toda parte: calças e shorts de cintura baixa, minissaias, bandanas, blusas com barriga de fora, jeans azuis e muito brilho.

Para criar visuais do tipo, basta se inspirar nos looks mais famosos de Britney Spears, Lindsay Lohan e Paris Hilton. Para abrasileirar a construção, nada como incorporar sandálias Melissa à mistura.

Fonte: TV MINAS

Compartilhe essa matéria: