Cruzeiro não estaria no G4 nem contando apenas período de invencibilidade

Publicado por Tv Minas em 14/09/2021 às 12h12

Raposa não sabe o que é derrota na Série B desde o dia 20 de julho, quando sofreu 1 a 0 do Remo, no Pará

Em arrancada com o técnico Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro possui invencibilidade de dez jogos na Série B, com seis empates e quatro vitórias. Porém, mesmo com o recorte desse período de sucesso celeste em campo, o time não estaria no G4 da competição. Isso mostra o tamanho do desafio que a equipe tem para conquistar o acesso à elite do futebol brasileiro.

Nas últimas dez rodadas, o Botafogo tem a melhor campanha da Segunda Divisão, com 25 pontos - oito vitórias, um empate e uma derrota (83,3% de aproveitamento). Na classificação geral, o time carioca se recuperou e está em terceiro lugar na competição, com 41 pontos.

O segundo lugar nesse período citado é o Coritiba. O time do Paraná conquistou 19 dos últimos 30 pontos possíveis, com seis vitórias, um empate e três derrotas (63,3% de aproveitamento). A pontuação poderia ser maior, mas não levamos em consideração o empate com o Brusque (1 a 1), jogo atrasado da quarta rodada. O Coxa lidera a Série B, com 45 pontos.

CRB e Goiás, terceiro e quarto colocados levando em consideração as últimas dez rodadas, também conseguiram 19 pontos. No geral, o time de Alagoas é o quarto, com 40, e o goiano é o segundo, com 42.

Mesmo com a invencibilidade de dez jogos, o Cruzeiro tem a quinta campanha, com 18 pontos. A distância do time celeste para o grupo dos quatro primeiros ainda é grande. Hoje, a equipe de Luxemburgo está a 11 pontos do CRB, quarto colocado, com 40 pontos. Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, a probabilidade de acesso celeste ainda é muito pequena: 1,9%.

O site Probabilidades do Futebol, atualizado pelo Departamento de Matemática, projeta que um time que atingir 62 pontos tem 91,4% de chance de subir. Para chegar a esta pontuação, a Raposa precisa de 33 pontos em 15 rodadas - 11 vitórias até o fim da competição. Dessa forma, apenas uma campanha quase perfeita poderá levar o Cruzeiro de volta à elite do futebol brasileiro em 2022. 

Fonte: Superesportes

Compartilhe essa matéria: