"Colocaram cerveja acima de pai, vó" diz rapaz que perdeu família por COVID-19

Publicado por Tv Minas em 18/02/2021 às 17h06

O homem lamentou aglomerações em filas de supermercados após a prefeitura da cidade anunciar a proibição da venda de bebidas alcoólicas.

“O pessoal que estava nas filas dos supermercados ontem (quarta-feira, 17/2) colocou a cerveja acima do pai, da mãe, da vó, da tia, do irmão, do primo. Colocou a diversão e a bebida acima da família que é aquilo que você tem de mais precioso na vida”, lamenta o técnico em mineração Vicente de Paula Carvalho Junior, de 32 anos. O emocionante vídeo gravado por ele, em parceria com a Prefeitura de Araxá, tem repercutido nas redes sociais. Vicente perdeu os pais e dois tios para a COVID-19.

A indignação de Vicente é principalmente contra a aglomeração em supermercados da cidade após novo decreto municipal, publicado nesta quarta-feira, anunciando a proibição da venda de bebida alcoólica no município durante 15 dias, em função do considerável aumento dos números de casos positivos, doentes ativos e ocupações de leitos, principalmente os de UTI/COVID, nos dois primeiros meses deste ano.

 

 “Eu perdi minha base”

No vídeo, Vicente também lança uma espécie de alerta, dizendo que é somente quando o problema atinge a própria família que a pessoa para e reflete sobre as atitudes erradas que tomou durante a pandemia.

“Eu não devia ter entrado naquela fila para comprar bebida, eu não devia ter ido naquela festa escondida no rancho. Só que aí vai ser tarde”, alertou, citando possíveis pensamentos que as pessoas podem ter depois que perderem seus parentes para a doença. 

 

Ocupação de leitos de UTI teve queda em 24h

Após ficar perto dos 100% durante os últimos dias, conforme o último boletim epidemiológico, a taxa de ocupação dos leitos de UTI/COVID na cidade caiu para 75%. Os leitos de enfermaria também diminuíram a sua taxa de ocupação, de 63% para 45%. Além disso, nas últimas 24 horas, ocorreram no município duas mortes (homens de 77 e 83 anos) e 71 novos casos da COVID-19.

Desde o início da pandemia, Araxá já registrou 5.187 casos, sendo que destes 57 pessoas morreram, 4.570 se recuperaram e 560 estão em tratamento.  

Patrocinador:

Compartilhe essa matéria: