Ex-auxiliar de pedreiro e ambulante se torna modelo internacional

Publicado por Tv Minas em 13/09/2022 às 15h03

Adilson Silva é um dos nomes promissores do setor. Já desfilou nas últimas edições do SPFW, Casa de Criadores e estrela capas de revistas.

O apreço pela profissão de modelo parecia ser um universo distante da realidade do baiano Adilson Silva. Até 2019, ele atuava como auxiliar de pedreiro e ambulante, comercializando os bolos que a mãe fazia. Contudo, nos últimos anos, tornou-se um dos novos nomes promissores do setor fashion. Já riscou as passarelas dos principais eventos de moda do país, como o São Paulo Fashion Week (SPFW) e Casa de Criadores. Também estrelou capa da Vogue Brasil, além de protagonizar editorial nas revistas Elle Brasil e a espanhola Sicky Magazine.

Em entrevista ao portal Dol, o baiano de 19 anos contou que já sentia vontade de trabalhar no ramo. “Não tinha tempo de pesquisar sobre moda”, afirmou, destacando que os eventos dessa área geralmente acontecem em centros urbanos, algo que não fazia parte da sua rotina. “Nas cidadezinhas brasileiras, não tem esse tipo de evento”, complementou.

O início da carreira nas passarelas, porém, foi inevitável. Adilson Silva começou nesse mercado ao marcar uma entrevista na agência de modelos One Models, sediada em Salvador, capital da Bahia. Logo mais, passou a investir nos estudos e emplacou importantes projetos. 

Modelo na passarelaEm desfile para e etiqueta Baw.

Foi em 2020 que Adilson recebeu o primeiro convite para os desfilar no São Paulo Fashion Week, na apresentação do estilista Isaac Silva. A estreia no evento rendeu um convite para integrar o casting da agencia paulista Way Model.

Em busca do sonho, o jovem abriu uma vaquinha on-line e rifou perfumes para arrecadar fundos e se mudar para a capital paulista. “O que mais me deixa feliz é que, agora, além de me sustentar, consigo também ajudar a minha mãe, em Salvador”, celebrou.

Modelo em campanha Editorial para a revista Vogue usando peças da Guccci.

O portfólio, o modelo também inclui duas participações no evento Casa de Criadores; capas de revistas; a vitória no Beleza Black, maior concurso de beleza negra do Norte e Nordeste do país; além da participação em fashion film do Afro Fashion Day.

Empolgado com as conquistas, o profissional destacou que está focado na carreira internacional. “O Brasil é um país cheio de belezas. Faltam só oportunidades”, apontou.

 
Fonte: Metrópoles

Compartilhe essa matéria: