Mulher é morta com golpes de barra de ferro e facadas na frente do filho em MG

Publicado por Tv Minas em 01/04/2021 às 17h55

Um dos suspeitos é um adolescente de 16 anos, irmão da vítima. A faca chegou a quebrar dentro do corpo da mulher.

Um menino de 8 anos viu a mãe ser assassinada por um tio dele e por mais dois homens que invadiram a casa da família e deram golpes de barra de ferro e facadas na mulher de 27 anos, no bairro Ribeiro de Abreu, na região Norte de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (31). O menino foi fechado em um quarto, onde ficou ouvindo os gritos da mãe de dor e pedindo para não ser morta. 

De acordo com a Polícia Militar, um irmão da vítima, que também estava na casa, contou que escutou alguém bater na porta e quando foi abrir foi atacado por três homens que o enforcaram até ele desmaiar. Um dos suspeitos era um adolescente de 16 anos que também é irmão da vítima e o outro um primo deles, de 34 anos. 

Neide Anne Pereira Amorim estava sentada no sofá com o filho, quando os três suspeitos foram para cima dela. O menino contou à Polícia Militar que a mãe começou a ser agredida com uma barra de ferro. Um dos suspeitos deu um golpe na mão do garoto e mandou ele ir para um quarto. Ele relatou que, do cômodo ficou desesperado ao ouvir os gritos de dor e de socorro da mãe. Quando os policiais chegaram, o filho da vítima estava chorando muito e em estado de choque com o crime. 

"As facadas foram desferidas diversas vezes, tanto que a faca chegou a quebrar dentro do corpo da vítima. O crime foi praticado deforma brutal na frente de uma criança de 8 anos, filha da vítima. Tudo nos indica que o tráfico de drogas, mais uma vez, foi o elemento motivador. Um dos autores tinha uma dívida com a vítima, que era então credora dos autores. Possivelmente por não querer pagar a vítima eles acabaram ceifando a vida dela. O mais chocante disso tudo é que o principal agressor é irmão da vítima", relata o delegado Frederico Abelha. 

A delegada Michelle Campos também destacou a brutalidade do caso. "Os golpes de barras de ferro foram desferidos contra a vítima principalmente na região da cabeça. Então eles entraram mesmo para ceifar a vida dessa mulher de 27 anos. Os autores já tinham ido na casa duas horas antes do crime e tiveram uma conversa com a vítima, depois eles retornaram ao apartamento". 

Após a morte, os suspeitos fugiram com a carteira da mulher com documentos e dinheiro. O filho encontrou a mãe de joelhos e com a cabeça no sofá, já morta. O irmão da vítima acordou do desmaio e retirou o sobrinho de casa. Os dois pediram ajuda a outros moradores. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para o local e constatou o óbito. A perícia da Polícia Civil também esteve no local do crime e realizou os trabalhos no local.  Após diligências, as Polícias Militar e Civil conseguiram encontrar dois suspeitos e prendê-los.

O adolescente e irmão da vítima, foi apreendido e confessou o crime. Ele disse que a mulher tinha dívidas do tráfico de drogas e essa seria a motivação para o assassinato cruel. O outro suspeito de 31 anos negou participação no crime e não quis dar detalhes do caso. O terceiro assassino, primo da vítima, de 34 anos foi identificado, mas não foi encontrado.

O corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) da capital mineira e o caso vai continuar sendo investigado pela Polícia Civil. 

Fonte: O Tempo

Compartilhe essa matéria: