Crianças assistem ao assassinato de mãe e padrasto e saem em busca de ajuda

Publicado por Tv Minas em 08/01/2022 às 13h00

As crianças, de 7 e 4 anos, assistiram ao crime e saíram pedindo socorro, levando um bebê no colo.

Duas crianças de 4 e 7 anos, carregando um bebê de 5 meses, pediram socorro aos vizinhos, na madrugada desta sexta-feira (07/01), no Córrego do Japú, em Santana do Manhuaçu. Assustadas, as crianças conataram que a mãe delas, Paula Franciele Gomes Mota, de 28 anos, e o padrastro, Christian Eric Rodrigues de Souza, de 22, foram assassinados.

O casal foi executado a tiros, na frente das crianças, dentro da pequena casa do Córrego do Japú. Foi o que contaram as crianças aos vizinhos. O crime ocorreu na noite de quinta-feira (06/01), por volta das 22h, mas a Polícia Militar somente recebeu a informação sobre a tragédia familiar na madrugada.

Os policiais foram até a casa e, na cena do crime, confirmaram a veracidade da denúncia, identificando as vítimas, que estavam caídas, sem vida, com ferimentos provocados por arma de fogo, segundo informou a Polícia Militar.

Próximo aos corpos, os policiais encontraram três cápsulas de munição deflagrada, calibre 12. Vizinhos do casal contaram aos policiais que o crime ocorreu por volta das 22h, horário que coincide com o barulho de motor de carro, arrancando em alta velocidade, na porta da casa. Ainda não há informações sobre a autoria e motivação do crime 

O bebê de 5 meses era filho de Christian e Franciele. As outras duas crianças eram filhas de Franciele com um homem com quem ela teve relacionamento tempos atrás.

Policiais do 11º Batalhão de Polícia Militar, de Manhuaçu, estão fazendo um rastreamento na região do Caparaó, para capturar os homens que assassinaram o casal. A PM pede que a vizinhança forneça pistas sobre os assassinos aos policiais das equipes que estão na região.

Segundo a corporação, qualquer informação é importante, e pode ser repassada via 190, via disque-denúncia, no 181, ou diretamente a algum policial em patrulhamento.

Compartilhe essa matéria: