Menina de 11 anos que foi estuprada em SC consegue fazer aborto, diz MPF

Publicado por Tv Minas em 23/06/2022 às 15h40

A menina de 11 anos, estuprada em Santa Catarina e induzida pela juíza Joana Zimmer a não realizar a interrupção da gravidez, realizou o aborto na tarde da quarta-feira (22).

A menina de 11 anos, estuprada em Santa Catarina e induzida pela juíza Joana Zimmer a não realizar a interrupção da gravisez, realizou o aborto na tarde da quarta-feira (22). A autorização foi recomendada pelo Minitério Público Federal. 

O Ministério Público Federal divulgou, nesta quinta-feira (23), uma nota com a recomendação enviada ao Hospital Universitário (HU) Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

Segundo o órgão, o hospital, por sua vez, comunicou ao MPF, no prazo estabelecido, que foi procurado pela paciente e a representante legal e adotou as providências para a interrupção da gestação da menina.

"O Ministério Público Federal (MPF), considerando a grande repercussão do caso envolvendo menor vítima de estupro e, que teve a interrupção legal da gestação negada pelo serviço de saúde, vem informar o acatamento parcial da recomendação expedida nesta quarta-feira (22) ao Hospital Universitário (HU) Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)."

 Outdoor Virtual: clique na imagem para saber mais.

Fonte: R7

Compartilhe essa matéria: