Hamilton explica decisão por contrato de apenas um ano com Mercedes

Publicado por Tv Minas em 02/03/2021 às 13h24

Durante meses que antecederam renovação com Mercedes, rumores indicavam que piloto brigava por contrato maior, enquanto equipe supostamente queria vínculo menor.

Lewis Hamilton revelou durante a apresentação do carro da Mercedes de 2021, nesta terça-feira, que foi dele o desejo de renovar por apenas um ano o contrato com a equipe alemã, apesar de rumores que antecederam a assinatura do contrato indicarem o contrário. O heptacampeão explicou os motivos por trás do vínculo mais curto que de costume durante sua carreira na F1.

"Em primeiro lugar, estou em uma posição de ter alcançado a maioria dos objetivos que tracei até aqui. Por isso não há necessidade de planejar um futuro tão distante. Sinto que vivemos em um período incomum da vida e, por isso, queria apenas um ano. E aí podemos conversar a partir daí e ir renovando ano a ano se assim desejarmos", afirma o piloto.

Além de título e recordes, o ano de 2020 de Hamilton foi de luta contra o racismo e em prol da diversidade. Segundo o piloto, na atual temporada essa luta se tornou ainda mais importante. Tanto que no seu novo contrato, o piloto e a Mercedes chegaram a um acordo para criar uma instituição de caridade "com a missão de apoiar maior diversidade e inclusão em todas as formas de esportes a motor".

"No passado, o foco era apenas em vencer campeonatos. Mas no ano passado houve um movimento por igualdade e inclusão. Então o foco em 2021 é impulsionar essa diversidade e me certificar de que ações estão sendo tomadas. Isso fará parte da minha motivação. Mas é claro que a equipe funciona para vencer, e é isso que esses homem e essas mulheres trabalham para alcançar, então esse é meu objetivo, conquistar isso para eles", explica.

Pela Mercedes, Lewis Hamilton conquistou seis de seus sete títulos mundiais, em 2014, 2015, 2017, 2018, 2019 e 2020 - o primeiro campeonato do inglês foi alcançado em 2008, quando ele corria pela McLaren. Lewis obteve 74 das suas 95 vitórias na Fórmula 1 pela escuderia alemã.

Fonte: GE

Compartilhe essa matéria: