Seleção bate recorde nas eliminatórias

Publicado por Tv Minas em 10/09/2021 às 10h37

Com zaga reserva, Seleção completa nove jogos sem sofrer gol em casa e atinge novo recorde.

Pode não ter sido o oponente mais difícil, mas a segurança da defesa da Seleção permaneceu intacta com a dupla de zaga mais jovem que Tite escalou nestas Eliminatórias. O Brasil venceu o Peru por 2 a 0 - na Arena de Pernambuco, nessa quinta-feira - em noite de mais um recorde da equipe pentacampeã do mundo: atingiu a marca de nove partidas sem sofrer gols em casa, com nove vitórias consecutivas.

Isto com a dupla de zaga reserva e com série de problemas na convocação. Eder Militão, de 23 anos, ganhou "corpo" na zaga do Real Madrid e segue aproveitando as brechas de Thiago Silva e Marquinhos na Seleção. Mas a noite de quinta-feira foi também de um estreante: Lucas Veríssimo, jogador do Benfica, que fez seu primeiro jogo aos 26 anos com a camisa do Brasil.

A dupla - com média de 24,5 anos, idade quase olímpica - foi firme pelo alto - Marquinhos e Thiago Silva medem 1,83m, ante 1,88 m para Lucas e 1,86m de Militão - e conseguiu manter a marca de sair com a bola pelo chão em alguns momentos. Mesmo que ainda timidamente e sem a mesma naturalidade com que fazem os titulares absolutos de Tite.

"Sou muito novo, estou buscando meu espaço ainda. É seguir trabalhando e, quando surgir oportunidade, aproveitar bem e colocar dúvida na cabeça do Tite" —  Eder Militão.

Mas a notícia é boa para Tite. O treinador convocou três vezes Veríssimo e só conseguiu promover sua estreia nessa quinta-feira, na última partida da rodada tripla. De certa maneira, muitos se surpreenderam com a escolha por Veríssimo, que o ge antecipou. Afinal, entre um estreante contra a Argentina e Miranda, de 37 anos e 58 jogos pela Seleção, com Copa do Mundo nas costas, se imaginou que o veterano jogaria.

- É muito importante para a Seleção ter esses jogadores jovens, mas já experientes. Eles fizeram um grande jogo e tenho certeza que têm um futuro brilhante nos seus clubes e na Seleção - resumiu o lateral Alex Sandro, da Seleção e da Juventus.

Com 63 jogos pela Seleção, Tite segue marcas invejáveis, enquanto frisa o tempo todo que precisa melhorar o funcionamento criativo do time. Busca alternativas e dá novas chances a atletas. Contra o Peru, depois de sofrer contra o Chile, a defesa se comportou muito bem e saiu sem ser vazada pela 44ª - o que significa 69,8% das partidas dirigidas pelo treinador da Seleção.

A seleção pentacampeã do mundo carrega a marca de nunca ter perdido uma partida em seus territórios em Eliminatórias - são 58 jogos, com 46 vitórias e 12 empates. A competição classificatória para as Copas passou a ser disputada em 1954. A Seleção é a única que foi a todas as Copas do Mundo na história.

 

A lista do novo recorde da Seleção:

 

Eliminatórias 2018

  • 5 x 0 Bolívia
  • 3 x 0 Argentina
  • 3 x 0 Paraguai
  • 2 x 0 Equador
  • 3 x 0 Chile

 

Eliminatórias 2022

  • 5 x 0 Bolívia
  • 1 x 0 Venezuela
  • 2 x 0 Equador
  • 2 x 0 Peru
Fonte: Ge

Compartilhe essa matéria: