news:

Sul de Minas

Urna funerária com cinzas de idosa morta em 2015 é roubada em Varginha

Publicado por TV Minas em 09/01/2016

foto_principal.jpg

Ela foi levada de carro que estava estacionado em rua de Varginha. Família de idosa colocou anúncio em rádio e oferece até gratificação.

 

Uma urna funerária com as cinzas de uma mulher de 93 anos que morreu em Varginha (MG) em agosto do ano passado foi levado por ladrões de dentro de um carro no último final de semana. A família de Luz Cândida Foresti Perdigão colocou até um anúncio no rádio para tentar recuperar a urna. Até uma gratificação está sendo oferecida. A notícia surpreendeu até o jornalista da rádio.

 

"Eu tenho quase 30 anos de rádio. A gente anuncia de tudo aqui: achados e perdidos, gatinho, tudo, documentos perdidos, mas uma nota dessas, eles não sabiam o que falam para mim. Eu fiquei com muita dó", disse o jornalista Rafael Barros.

 

A urna que foi roubada é vermelha com detalhes dourados e tem o nome da Dona Luz, a data de nascimento e também da morte dela. Apesar do anúncio e de todos os apelos, até agora não há pistas de onde possa estar a urna.

 

A urna foi roubada depois que a família estacionou o carro em uma rua da cidade por volta de 21h30 de domingo (3). A urna estava no banco da frente do carro. Uma hora e meia depois, quando os familiares voltaram, não encontraram mais os restos mortais. De tão inusitado, o caso surpreendeu até a polícia.

 

"Não é comum objetos dessa natureza serem furtados. A princípio os autores buscam ai dinheiro, objetos de valor que possam ser vendidos facilmente e auferir algum ganho com isso", disse o Tenente da PM, Júlio César Gomes.

Ela foi levada de carro que estava estacionado em rua de Varginha. Família de idosa colocou anúncio em rádio e oferece até gratificação.


 


Uma urna funerária com as cinzas de uma mulher de 93 anos que morreu em Varginha (MG) em agosto do ano passado foi levado por ladrões de dentro de um carro no último final de semana. A família de Luz Cândida Foresti Perdigão colocou até um anúncio no rádio para tentar recuperar a urna. Até uma gratificação está sendo oferecida. A notícia surpreendeu até o jornalista da rádio.


 


"Eu tenho quase 30 anos de rádio. A gente anuncia de tudo aqui: achados e perdidos, gatinho, tudo, documentos perdidos, mas uma nota dessas, eles não sabiam o que falam para mim. Eu fiquei com muita dó", disse o jornalista Rafael Barros.


PATROCINADORES

 


A urna que foi roubada é vermelha com detalhes dourados e tem o nome da Dona Luz, a data de nascimento e também da morte dela. Apesar do anúncio e de todos os apelos, até agora não há pistas de onde possa estar a urna.


 


A urna foi roubada depois que a família estacionou o carro em uma rua da cidade por volta de 21h30 de domingo (3). A urna estava no banco da frente do carro. Uma hora e meia depois, quando os familiares voltaram, não encontraram mais os restos mortais. De tão inusitado, o caso surpreendeu até a polícia.


 


"Não é comum objetos dessa natureza serem furtados. A princípio os autores buscam ai dinheiro, objetos de valor que possam ser vendidos facilmente e auferir algum ganho com isso", disse o Tenente da PM, Júlio César Gomes.


Ela foi levada de carro que estava estacionado em rua de Varginha. Família de idosa colocou anúncio em rádio e oferece até gratificação.



Uma urna funerária com as cinzas de uma mulher de 93 anos que morreu em Varginha (MG) em agosto do ano passado foi levado por ladrões de dentro de um carro no último final de semana. A família de Luz Cândida Foresti Perdigão colocou até um anúncio no rádio para tentar recuperar a urna. Até uma gratificação está sendo oferecida. A notícia surpreendeu até o jornalista da rádio.



"Eu tenho quase 30 anos de rádio. A gente anuncia de tudo aqui: achados e perdidos, gatinho, tudo, documentos perdidos, mas uma nota dessas, eles não sabiam o que falam para mim. Eu fiquei com muita dó", disse o jornalista Rafael Barros.



PATROCINADORES

A urna que foi roubada é vermelha com detalhes dourados e tem o nome da Dona Luz, a data de nascimento e também da morte dela. Apesar do anúncio e de todos os apelos, até agora não há pistas de onde possa estar a urna.



A urna foi roubada depois que a família estacionou o carro em uma rua da cidade por volta de 21h30 de domingo (3). A urna estava no banco da frente do carro. Uma hora e meia depois, quando os familiares voltaram, não encontraram mais os restos mortais. De tão inusitado, o caso surpreendeu até a polícia.



"Não é comum objetos dessa natureza serem furtados. A princípio os autores buscam ai dinheiro, objetos de valor que possam ser vendidos facilmente e auferir algum ganho com isso", disse o Tenente da PM, Júlio César Gomes.



Veja Também