news:

Notícias

Papa quebra protocolo e cumprimenta fiéis na chegada ao Chile

Publicado por TV Minas em 16/01/2018

foto_principal.jpg

O papa Francisco desembarcou na cidade de Santiago, capital do Chile, nesta terça-feira (16) e, ao chegar à Nunciatura, onde ficará hospedado nos três dias de viagem, já quebrou o protocolo e cumprimentou as pessoas que o aguardavam no local.   

 

Os seguranças acompanharam Jorge Mario Bergoglio, apesar de provocar um pouco de correria. Algumas das pessoas que o aguardavam, incluindo mães com crianças pequenas, chegaram a esperar até quatro horas para ver o líder católico.   

 

Ao longo do percurso entre o aeroporto e a sede apostólica, o Pontífice foi saudado por milhares de pessoas. Ele fez o caminho com o “papamóvel” aberto e foi seguido pelo arcebispo da capital, cardeal Ricardo Ezzati Andrello.   

 

Hoje será o primeiro dia de agenda oficial de Bergoglio no país, onde terá encontros com representantes políticos, incluindo a presidente Michelle Bachelet e seu sucessor, Sebastián Piñera, e o corpo diplomático.   

 

Ele ainda rezará uma missa no Parque O’Higgins, onde são esperadas cerca de 600 mil pessoas, e à tarde visitará um presídio feminino. À noite, a agenda será mais “religiosa”, com reuniões com padres, seminaristas, freiras e bispos.   

 

Mais de 18 mil seguranças estão atuando na proteção ao Papa. Há o temor de que os ataques contra igrejas ocorridos na última semana se repitam, por isso, o esquema foi reforçado também com a atuação de 15 mil voluntários.   

 

Francisco ficará no Chile até o dia 18, passando ainda pelas cidades de Temuco e Iquique. Depois, parte para uma visita ao Peru, onde fica até dia 22, com compromissos em Lima, Puerto Maldonado e Trujillo. 

O papa Francisco desembarcou na cidade de Santiago, capital do Chile, nesta terça-feira (16) e, ao chegar à Nunciatura, onde ficará hospedado nos três dias de viagem, já quebrou o protocolo e cumprimentou as pessoas que o aguardavam no local.   


 


Os seguranças acompanharam Jorge Mario Bergoglio, apesar de provocar um pouco de correria. Algumas das pessoas que o aguardavam, incluindo mães com crianças pequenas, chegaram a esperar até quatro horas para ver o líder católico.   


 


Ao longo do percurso entre o aeroporto e a sede apostólica, o Pontífice foi saudado por milhares de pessoas. Ele fez o caminho com o “papamóvel” aberto e foi seguido pelo arcebispo da capital, cardeal Ricardo Ezzati Andrello.   


 


PATROCINADORES

Hoje será o primeiro dia de agenda oficial de Bergoglio no país, onde terá encontros com representantes políticos, incluindo a presidente Michelle Bachelet e seu sucessor, Sebastián Piñera, e o corpo diplomático.   


 


Ele ainda rezará uma missa no Parque O’Higgins, onde são esperadas cerca de 600 mil pessoas, e à tarde visitará um presídio feminino. À noite, a agenda será mais “religiosa”, com reuniões com padres, seminaristas, freiras e bispos.   


 


Mais de 18 mil seguranças estão atuando na proteção ao Papa. Há o temor de que os ataques contra igrejas ocorridos na última semana se repitam, por isso, o esquema foi reforçado também com a atuação de 15 mil voluntários.   


 


Francisco ficará no Chile até o dia 18, passando ainda pelas cidades de Temuco e Iquique. Depois, parte para uma visita ao Peru, onde fica até dia 22, com compromissos em Lima, Puerto Maldonado e Trujillo. 


O papa Francisco desembarcou na cidade de Santiago, capital do Chile, nesta terça-feira (16) e, ao chegar à Nunciatura, onde ficará hospedado nos três dias de viagem, já quebrou o protocolo e cumprimentou as pessoas que o aguardavam no local.   



Os seguranças acompanharam Jorge Mario Bergoglio, apesar de provocar um pouco de correria. Algumas das pessoas que o aguardavam, incluindo mães com crianças pequenas, chegaram a esperar até quatro horas para ver o líder católico.   



Ao longo do percurso entre o aeroporto e a sede apostólica, o Pontífice foi saudado por milhares de pessoas. Ele fez o caminho com o “papamóvel” aberto e foi seguido pelo arcebispo da capital, cardeal Ricardo Ezzati Andrello.   



PATROCINADORES

Hoje será o primeiro dia de agenda oficial de Bergoglio no país, onde terá encontros com representantes políticos, incluindo a presidente Michelle Bachelet e seu sucessor, Sebastián Piñera, e o corpo diplomático.   



Ele ainda rezará uma missa no Parque O’Higgins, onde são esperadas cerca de 600 mil pessoas, e à tarde visitará um presídio feminino. À noite, a agenda será mais “religiosa”, com reuniões com padres, seminaristas, freiras e bispos.   



Mais de 18 mil seguranças estão atuando na proteção ao Papa. Há o temor de que os ataques contra igrejas ocorridos na última semana se repitam, por isso, o esquema foi reforçado também com a atuação de 15 mil voluntários.   



Francisco ficará no Chile até o dia 18, passando ainda pelas cidades de Temuco e Iquique. Depois, parte para uma visita ao Peru, onde fica até dia 22, com compromissos em Lima, Puerto Maldonado e Trujillo. 



Veja Também