news:

Sul de Minas

Mulher é presa suspeita de agredir filha de 4 meses no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 17/01/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Bebê foi levada para a UPA e depois internada no Hospital Bom Pastor com afundamento de crânio e o nariz quebrado.

 

Uma mulher foi presa suspeita de ter agredido a filha de apenas quatro meses no bairro Santana, em Varginha. A criança foi internada no Hospital Bom Pastor na última segunda-feira (15).

 

Segundo a Polícia Civil, a criança foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com afundamento de crânio e o nariz quebrado. Ela foi socorrida por policiais após a Polícia Militar ser acionada para atender uma ocorrência de briga, envolvendo a mãe do bebê e outra mulher.

 

“A origem dessa ocorrência é que duas jovens, na manhã de segunda-feira, entraram em confronto, e uma delas trazia em seu colo uma criança. A criança foi retirada do local pela avó. E as duas, uma fugiu, acabou entrando na casa de uma conhecida, e depois acionou a Polícia Militar pelo fato da briga”, explicou o delegado Antônio Carlos Buttignon.

 

 

Criança foi levada para a UPA e depois encaminhada para o hospital em Varginha.

 

 

Ainda segundo o delegado, a jovem foi presa em flagrante e levada para o presídio de Varginha. No depoimento, ela teria dito que o ferimento da criança foi acidental.

 

“A versão dela é que após terminar a rixa com a outra acusada, ela foi para a sua residência, estava muito nervosa e quis pegar sua filha, que estava no colo da avó. Nessa hora, a criança teria escapado da sua mãe e caído no chão”, completou o Buttignon

 

O delegado disse ainda que a avó da bebê e possíveis testemunhas ainda devem ser chamadas para prestar depoimento. O inquérito deve ser concluído até o dia 24 de janeiro.

 


Bebê foi levada para a UPA e depois internada no Hospital Bom Pastor com afundamento de crânio e o nariz quebrado.


 


Uma mulher foi presa suspeita de ter agredido a filha de apenas quatro meses no bairro Santana, em Varginha. A criança foi internada no Hospital Bom Pastor na última segunda-feira (15).


 


Segundo a Polícia Civil, a criança foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com afundamento de crânio e o nariz quebrado. Ela foi socorrida por policiais após a Polícia Militar ser acionada para atender uma ocorrência de briga, envolvendo a mãe do bebê e outra mulher.


 


“A origem dessa ocorrência é que duas jovens, na manhã de segunda-feira, entraram em confronto, e uma delas trazia em seu colo uma criança. A criança foi retirada do local pela avó. E as duas, uma fugiu, acabou entrando na casa de uma conhecida, e depois acionou a Polícia Militar pelo fato da briga”, explicou o delegado Antônio Carlos Buttignon.


 


 


PATROCINADORES


Criança foi levada para a UPA e depois encaminhada para o hospital em Varginha.


 


 


Ainda segundo o delegado, a jovem foi presa em flagrante e levada para o presídio de Varginha. No depoimento, ela teria dito que o ferimento da criança foi acidental.


 


“A versão dela é que após terminar a rixa com a outra acusada, ela foi para a sua residência, estava muito nervosa e quis pegar sua filha, que estava no colo da avó. Nessa hora, a criança teria escapado da sua mãe e caído no chão”, completou o Buttignon


 


O delegado disse ainda que a avó da bebê e possíveis testemunhas ainda devem ser chamadas para prestar depoimento. O inquérito deve ser concluído até o dia 24 de janeiro.



Bebê foi levada para a UPA e depois internada no Hospital Bom Pastor com afundamento de crânio e o nariz quebrado.



Uma mulher foi presa suspeita de ter agredido a filha de apenas quatro meses no bairro Santana, em Varginha. A criança foi internada no Hospital Bom Pastor na última segunda-feira (15).



Segundo a Polícia Civil, a criança foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com afundamento de crânio e o nariz quebrado. Ela foi socorrida por policiais após a Polícia Militar ser acionada para atender uma ocorrência de briga, envolvendo a mãe do bebê e outra mulher.



PATROCINADORES

“A origem dessa ocorrência é que duas jovens, na manhã de segunda-feira, entraram em confronto, e uma delas trazia em seu colo uma criança. A criança foi retirada do local pela avó. E as duas, uma fugiu, acabou entrando na casa de uma conhecida, e depois acionou a Polícia Militar pelo fato da briga”, explicou o delegado Antônio Carlos Buttignon.





Criança foi levada para a UPA e depois encaminhada para o hospital em Varginha.



PATROCINADORES

Ainda segundo o delegado, a jovem foi presa em flagrante e levada para o presídio de Varginha. No depoimento, ela teria dito que o ferimento da criança foi acidental.



“A versão dela é que após terminar a rixa com a outra acusada, ela foi para a sua residência, estava muito nervosa e quis pegar sua filha, que estava no colo da avó. Nessa hora, a criança teria escapado da sua mãe e caído no chão”, completou o Buttignon



O delegado disse ainda que a avó da bebê e possíveis testemunhas ainda devem ser chamadas para prestar depoimento. O inquérito deve ser concluído até o dia 24 de janeiro.





Veja Também