news:

Sul de Minas

Fim de semana violento tem registro de pelo menos cinco assassinatos

Publicado por TV Minas em 19/02/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Casos aconteceram em quatro cidades. Em apenas dois casos, suspeitos ainda não foram encontrados.

 

O fim de semana foi violento no Sul de Minas após o registro de pelo menos cinco homicídios em quatro cidades. Os casos aconteceram entre sábado (17) e a noite de domingo (18) em Carmo da Cachoeira, Guaranésia, Poços de Caldas e outras duas mortes em Munhoz.

 

O último registro de morte foi no domingo em um bar de Poços de Caldas. A vítima identificada como Elias Donizeti da Silva, de 47 anos, estava no estabelecimento no bairro Dom Bosco quando o crime aconteceu.

 

Por volta das 20h45, segundo testemunhas, um homem chegou em uma moto e atirou na cabeça da vítima. Antes de fugir, o suspeito atirou para o alto. A vítima tinha passagens por tráfico de drogas. A polícia acredita que o envolvimento com drogas tenha motivado o crime. Até esta publicação, o autor não havia sido encontrado.

 

Na noite de sábado, foram duas mortes em um mesmo crime em Munhoz. Segundo a polícia, moradores próximos à MG-460 ouviram disparos. A polícia foi até o local e encontrou as vítima caídas ao lado de uma moto, sem vida. Os dois também têm passagens pela polícia e são de Senador Amaral. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Pouso Alegre.

 

 

Carmo da Cachoeira e Guaranésia

 

Brigas levaram a duas mortes na noite de sábado em Carmo da Cahoeira e Guaranésia. No primeiro caso, um homem foi morto a facadas no bairro Bom Retiro. Além dos golpes de faca, João Batista Rodrigues de Souza também foi agredido com pedradas na cabeça quando já estava no chão. Dois homens e um menor foram detidos suspeitos de participação no crime.

 

Já em Guaranésia, o homem foi atacado a pauladas no bairro Bom Jesus. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que a própria vítima tinha começado a confusão, na Praça da Saudade. A identidade do rapaz não foi revelada. O autor do crime seria um homem de 34 anos, que foi localizado pela Polícia Militar e conduzido para a Delegacia de Guaxupé.

Matéria extraída do G1


 


Casos aconteceram em quatro cidades. Em apenas dois casos, suspeitos ainda não foram encontrados.


 


O fim de semana foi violento no Sul de Minas após o registro de pelo menos cinco homicídios em quatro cidades. Os casos aconteceram entre sábado (17) e a noite de domingo (18) em Carmo da Cachoeira, Guaranésia, Poços de Caldas e outras duas mortes em Munhoz.


 


O último registro de morte foi no domingo em um bar de Poços de Caldas. A vítima identificada como Elias Donizeti da Silva, de 47 anos, estava no estabelecimento no bairro Dom Bosco quando o crime aconteceu.


 


Por volta das 20h45, segundo testemunhas, um homem chegou em uma moto e atirou na cabeça da vítima. Antes de fugir, o suspeito atirou para o alto. A vítima tinha passagens por tráfico de drogas. A polícia acredita que o envolvimento com drogas tenha motivado o crime. Até esta publicação, o autor não havia sido encontrado.


PATROCINADORES

 


Na noite de sábado, foram duas mortes em um mesmo crime em Munhoz. Segundo a polícia, moradores próximos à MG-460 ouviram disparos. A polícia foi até o local e encontrou as vítima caídas ao lado de uma moto, sem vida. Os dois também têm passagens pela polícia e são de Senador Amaral. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Pouso Alegre.


 


 


Carmo da Cachoeira e Guaranésia


 


Brigas levaram a duas mortes na noite de sábado em Carmo da Cahoeira e Guaranésia. No primeiro caso, um homem foi morto a facadas no bairro Bom Retiro. Além dos golpes de faca, João Batista Rodrigues de Souza também foi agredido com pedradas na cabeça quando já estava no chão. Dois homens e um menor foram detidos suspeitos de participação no crime.


 


Já em Guaranésia, o homem foi atacado a pauladas no bairro Bom Jesus. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que a própria vítima tinha começado a confusão, na Praça da Saudade. A identidade do rapaz não foi revelada. O autor do crime seria um homem de 34 anos, que foi localizado pela Polícia Militar e conduzido para a Delegacia de Guaxupé.


Matéria extraída do G1



Casos aconteceram em quatro cidades. Em apenas dois casos, suspeitos ainda não foram encontrados.



O fim de semana foi violento no Sul de Minas após o registro de pelo menos cinco homicídios em quatro cidades. Os casos aconteceram entre sábado (17) e a noite de domingo (18) em Carmo da Cachoeira, Guaranésia, Poços de Caldas e outras duas mortes em Munhoz.



PATROCINADORES

O último registro de morte foi no domingo em um bar de Poços de Caldas. A vítima identificada como Elias Donizeti da Silva, de 47 anos, estava no estabelecimento no bairro Dom Bosco quando o crime aconteceu.



Por volta das 20h45, segundo testemunhas, um homem chegou em uma moto e atirou na cabeça da vítima. Antes de fugir, o suspeito atirou para o alto. A vítima tinha passagens por tráfico de drogas. A polícia acredita que o envolvimento com drogas tenha motivado o crime. Até esta publicação, o autor não havia sido encontrado.



Na noite de sábado, foram duas mortes em um mesmo crime em Munhoz. Segundo a polícia, moradores próximos à MG-460 ouviram disparos. A polícia foi até o local e encontrou as vítima caídas ao lado de uma moto, sem vida. Os dois também têm passagens pela polícia e são de Senador Amaral. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Pouso Alegre.



PATROCINADORES

Carmo da Cachoeira e Guaranésia



Brigas levaram a duas mortes na noite de sábado em Carmo da Cahoeira e Guaranésia. No primeiro caso, um homem foi morto a facadas no bairro Bom Retiro. Além dos golpes de faca, João Batista Rodrigues de Souza também foi agredido com pedradas na cabeça quando já estava no chão. Dois homens e um menor foram detidos suspeitos de participação no crime.



Já em Guaranésia, o homem foi atacado a pauladas no bairro Bom Jesus. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que a própria vítima tinha começado a confusão, na Praça da Saudade. A identidade do rapaz não foi revelada. O autor do crime seria um homem de 34 anos, que foi localizado pela Polícia Militar e conduzido para a Delegacia de Guaxupé.



Veja Também