news:

Sul de Minas

Revoluções, guerra e missões de paz marcam os 100 anos do Exército em PA

Publicado por TV Minas em 19/03/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do Terra do Mandu

 

Nesta segunda-feira, dia 19 de março, o quartel do Exército em Pouso Alegre completa 100 anos. Surgido como 10º Regimento de Artilharia Montada em 1918, a unidade recebeu outras denominações até que em 1972 passou a se chamar 14º Grupo de Artilharia da Campanha – GAC. O primeiro comandante foi o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja. O comandante atual é o tenente-coronel Mauro Fernando Rego de Mello Junior, que tomou posse no cargo em janeiro de 2018 e tem sob responsabilidade pouco mais de 500 militares, entre oficiais e recrutas.

 

Uma solenidade aconteceu no início da noite desta segunda-feira para comemorar o centenário do Exército na cidade.

 

 

Lutas em revoluções e guerra

 

Ao longo de sua história, militares do Exército em Pouso Alegre tiveram participação importante em ações pelo Brasil e pelo mundo. Participou das revoluções de 1924, 1930 e 1932. Esta última, com batalhas onde hoje é o bairro São João, onde houve 13 mortos.

 

Na Segunda Guerra Mundial militares de Pouso Alegre integraram a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e foram lutar na Europa. A sede do hoje 14° GAC também abrigou prisioneiros de guerra, capturados no litoral brasileiro.

 

 

Missões de paz e segurança

 

Tropas do Grupo Fernão Dias também participaram de ações de paz da ONU em outros países como Angola e Haiti.

 

No Brasil, os militares atuaram em operações de segurança na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016.

 

Em Pouso Alegre, os militares sempre se envolvem em ações de ajuda à comunidade. Uma das mais importantes foi o trabalho de resgate das vítimas da enchente de 2000. As tropas também atuam em campanhas de conscientização de combate ao mosquito da Dengue, auxiliam na realização de grandes eventos e organiza a corrida de rua Duque de Caxias.

 

 

Histórico do Exército de Pouso Alegre

 

 

O 10º RAM (Regimento de Artilharia Montada), atual 14º GAC, foi criado por decreto presidencial em 23 de fevereiro de 1915, tendo Pouso Alegre como sede. Sua instalação teve início em 5 de março de 1918, quando chegaram a esta cidade, vindos de trem do Rio de Janeiro, após baldeação na cidade de Cruzeiro, o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja e três capitães.

 

Nesse mesmo dia, os sorteados convocados começaram a chegar vindos de diversos municípios da região. Em 15 de março, o rancho das praças foi inaugurado e a primeira refeição foi servida para um efetivo, então, de quase 500 homens.

 

Como primeiro comandante da Unidade, o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja instituiu o dia 19 de março como a data de aniversário do então 10º RAM, por estarem já organizados os diferentes serviços. A primeira grande solenidade deu-se a 3 de maio, quando foi hasteada pela primeira vez a Bandeira Nacional na fachada do quartel, antes hasteada no Ginásio Diocesano e no Colégio das Dorotéias.

 

Ao longo de sua história, o 10º RAM recebeu outras denominações: 8º RAM, de 1919 a 1959; 4º RO (Regimento de Obuses) 105; e II/4º RO 105. Em novembro de 1972, pela Portaria Ministerial nº 36, passou a ser denominado 14º GAC (Grupo de Artilharia da Campanha), como é designado atualmente.

 

 

Combates em revoluções, guerra e missões de paz marcam os 100 anos do Exército em Pouso Alegre.

 

 

O atual 14º GAC teve participação ativa em alguns episódios de nossa história: Revolução de 1924, Revolução de 1930, Revolução de 1932, Segunda Guerra Mundial (1939-45) e Revolução de 1964.

 

Mais recentemente, no ano 2000, o 14º GAC participou efetivamente de ações voltadas para o resgate e remoção das famílias que moravam no bairro São Geraldo e imediações, vítimas da maior enchente que atingiu Pouso Alegre ao longo de sua história.

 

Recentemente, o Grupo Fernão Dias integrou a tropa empregada na segurança dos Jogos Olímpicos 2016, conforme a Plana Tática Força Terrestre Componente/BH (FTC-BH), de 12 de julho a 15 de agosto de 2016, e das operações da Garantia da Lei e da Ordem (Op CARIOCA e Op FURACÃO) em 2017.

 

Como quartel operacional da Arma de Artilharia, o 14º GAC participa com relevância do Exercício de Campanha da Artilharia da 1ª Divisão de Exército, “Operação Sentinela Alerta”. É inegável o alto padrão apresentado pela Unidade nos exercícios de artilharia, apresentando fogos rápidos e precisos, conduzindo por uma tropa notoriamente adestrada.

 

No campo do ensino militar, destaca-se o efetivo do Curso Básico de Formação de Sargentos de Carreira do 14º GAC, traduzido no resultado alcançado pelo grupo com a Organização Militar de Corpo de Tropa Formadora de Sargentos de melhor desempenho dentre as treze (13) existentes no Exército.

 

Merece menção especial a perfeita integração do Grupo Fernão Dias com a cidade de Pouso Alegre. Como exemplos, organiza anualmente a Corrida Duque de Caxias, conduz visitações diárias ao quartel com atividades culturais escolares e de acolhimento social, em data festivas e também agendadas, além de apresentações da Banda de Música da Unidade em espaços de grande circulação.

Matéria extraída do Terra do Mandu


 


Nesta segunda-feira, dia 19 de março, o quartel do Exército em Pouso Alegre completa 100 anos. Surgido como 10º Regimento de Artilharia Montada em 1918, a unidade recebeu outras denominações até que em 1972 passou a se chamar 14º Grupo de Artilharia da Campanha – GAC. O primeiro comandante foi o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja. O comandante atual é o tenente-coronel Mauro Fernando Rego de Mello Junior, que tomou posse no cargo em janeiro de 2018 e tem sob responsabilidade pouco mais de 500 militares, entre oficiais e recrutas.


 


Uma solenidade aconteceu no início da noite desta segunda-feira para comemorar o centenário do Exército na cidade.


 


 


Lutas em revoluções e guerra


 


Ao longo de sua história, militares do Exército em Pouso Alegre tiveram participação importante em ações pelo Brasil e pelo mundo. Participou das revoluções de 1924, 1930 e 1932. Esta última, com batalhas onde hoje é o bairro São João, onde houve 13 mortos.


 


Na Segunda Guerra Mundial militares de Pouso Alegre integraram a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e foram lutar na Europa. A sede do hoje 14° GAC também abrigou prisioneiros de guerra, capturados no litoral brasileiro.


 


 


Missões de paz e segurança


 


Tropas do Grupo Fernão Dias também participaram de ações de paz da ONU em outros países como Angola e Haiti.


 


No Brasil, os militares atuaram em operações de segurança na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016.


 


Em Pouso Alegre, os militares sempre se envolvem em ações de ajuda à comunidade. Uma das mais importantes foi o trabalho de resgate das vítimas da enchente de 2000. As tropas também atuam em campanhas de conscientização de combate ao mosquito da Dengue, auxiliam na realização de grandes eventos e organiza a corrida de rua Duque de Caxias.


 


 


Histórico do Exército de Pouso Alegre


 


PATROCINADORES


 


O 10º RAM (Regimento de Artilharia Montada), atual 14º GAC, foi criado por decreto presidencial em 23 de fevereiro de 1915, tendo Pouso Alegre como sede. Sua instalação teve início em 5 de março de 1918, quando chegaram a esta cidade, vindos de trem do Rio de Janeiro, após baldeação na cidade de Cruzeiro, o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja e três capitães.


 


Nesse mesmo dia, os sorteados convocados começaram a chegar vindos de diversos municípios da região. Em 15 de março, o rancho das praças foi inaugurado e a primeira refeição foi servida para um efetivo, então, de quase 500 homens.


 


Como primeiro comandante da Unidade, o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja instituiu o dia 19 de março como a data de aniversário do então 10º RAM, por estarem já organizados os diferentes serviços. A primeira grande solenidade deu-se a 3 de maio, quando foi hasteada pela primeira vez a Bandeira Nacional na fachada do quartel, antes hasteada no Ginásio Diocesano e no Colégio das Dorotéias.


 


Ao longo de sua história, o 10º RAM recebeu outras denominações: 8º RAM, de 1919 a 1959; 4º RO (Regimento de Obuses) 105; e II/4º RO 105. Em novembro de 1972, pela Portaria Ministerial nº 36, passou a ser denominado 14º GAC (Grupo de Artilharia da Campanha), como é designado atualmente.


 


 



Combates em revoluções, guerra e missões de paz marcam os 100 anos do Exército em Pouso Alegre.


 


 


O atual 14º GAC teve participação ativa em alguns episódios de nossa história: Revolução de 1924, Revolução de 1930, Revolução de 1932, Segunda Guerra Mundial (1939-45) e Revolução de 1964.


 


Mais recentemente, no ano 2000, o 14º GAC participou efetivamente de ações voltadas para o resgate e remoção das famílias que moravam no bairro São Geraldo e imediações, vítimas da maior enchente que atingiu Pouso Alegre ao longo de sua história.


 


Recentemente, o Grupo Fernão Dias integrou a tropa empregada na segurança dos Jogos Olímpicos 2016, conforme a Plana Tática Força Terrestre Componente/BH (FTC-BH), de 12 de julho a 15 de agosto de 2016, e das operações da Garantia da Lei e da Ordem (Op CARIOCA e Op FURACÃO) em 2017.


 


Como quartel operacional da Arma de Artilharia, o 14º GAC participa com relevância do Exercício de Campanha da Artilharia da 1ª Divisão de Exército, “Operação Sentinela Alerta”. É inegável o alto padrão apresentado pela Unidade nos exercícios de artilharia, apresentando fogos rápidos e precisos, conduzindo por uma tropa notoriamente adestrada.


 


No campo do ensino militar, destaca-se o efetivo do Curso Básico de Formação de Sargentos de Carreira do 14º GAC, traduzido no resultado alcançado pelo grupo com a Organização Militar de Corpo de Tropa Formadora de Sargentos de melhor desempenho dentre as treze (13) existentes no Exército.


 


Merece menção especial a perfeita integração do Grupo Fernão Dias com a cidade de Pouso Alegre. Como exemplos, organiza anualmente a Corrida Duque de Caxias, conduz visitações diárias ao quartel com atividades culturais escolares e de acolhimento social, em data festivas e também agendadas, além de apresentações da Banda de Música da Unidade em espaços de grande circulação.


Matéria extraída do Terra do Mandu



Nesta segunda-feira, dia 19 de março, o quartel do Exército em Pouso Alegre completa 100 anos. Surgido como 10º Regimento de Artilharia Montada em 1918, a unidade recebeu outras denominações até que em 1972 passou a se chamar 14º Grupo de Artilharia da Campanha – GAC. O primeiro comandante foi o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja. O comandante atual é o tenente-coronel Mauro Fernando Rego de Mello Junior, que tomou posse no cargo em janeiro de 2018 e tem sob responsabilidade pouco mais de 500 militares, entre oficiais e recrutas.



Uma solenidade aconteceu no início da noite desta segunda-feira para comemorar o centenário do Exército na cidade.



Lutas em revoluções e guerra



Ao longo de sua história, militares do Exército em Pouso Alegre tiveram participação importante em ações pelo Brasil e pelo mundo. Participou das revoluções de 1924, 1930 e 1932. Esta última, com batalhas onde hoje é o bairro São João, onde houve 13 mortos.



Na Segunda Guerra Mundial militares de Pouso Alegre integraram a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e foram lutar na Europa. A sede do hoje 14° GAC também abrigou prisioneiros de guerra, capturados no litoral brasileiro.



Missões de paz e segurança



Tropas do Grupo Fernão Dias também participaram de ações de paz da ONU em outros países como Angola e Haiti.



PATROCINADORES

No Brasil, os militares atuaram em operações de segurança na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016.



Em Pouso Alegre, os militares sempre se envolvem em ações de ajuda à comunidade. Uma das mais importantes foi o trabalho de resgate das vítimas da enchente de 2000. As tropas também atuam em campanhas de conscientização de combate ao mosquito da Dengue, auxiliam na realização de grandes eventos e organiza a corrida de rua Duque de Caxias.



Histórico do Exército de Pouso Alegre





O 10º RAM (Regimento de Artilharia Montada), atual 14º GAC, foi criado por decreto presidencial em 23 de fevereiro de 1915, tendo Pouso Alegre como sede. Sua instalação teve início em 5 de março de 1918, quando chegaram a esta cidade, vindos de trem do Rio de Janeiro, após baldeação na cidade de Cruzeiro, o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja e três capitães.



Nesse mesmo dia, os sorteados convocados começaram a chegar vindos de diversos municípios da região. Em 15 de março, o rancho das praças foi inaugurado e a primeira refeição foi servida para um efetivo, então, de quase 500 homens.



Como primeiro comandante da Unidade, o tenente-coronel Marcos Pradel de Azambuja instituiu o dia 19 de março como a data de aniversário do então 10º RAM, por estarem já organizados os diferentes serviços. A primeira grande solenidade deu-se a 3 de maio, quando foi hasteada pela primeira vez a Bandeira Nacional na fachada do quartel, antes hasteada no Ginásio Diocesano e no Colégio das Dorotéias.



Ao longo de sua história, o 10º RAM recebeu outras denominações: 8º RAM, de 1919 a 1959; 4º RO (Regimento de Obuses) 105; e II/4º RO 105. Em novembro de 1972, pela Portaria Ministerial nº 36, passou a ser denominado 14º GAC (Grupo de Artilharia da Campanha), como é designado atualmente.



PATROCINADORES



Combates em revoluções, guerra e missões de paz marcam os 100 anos do Exército em Pouso Alegre.



O atual 14º GAC teve participação ativa em alguns episódios de nossa história: Revolução de 1924, Revolução de 1930, Revolução de 1932, Segunda Guerra Mundial (1939-45) e Revolução de 1964.



Mais recentemente, no ano 2000, o 14º GAC participou efetivamente de ações voltadas para o resgate e remoção das famílias que moravam no bairro São Geraldo e imediações, vítimas da maior enchente que atingiu Pouso Alegre ao longo de sua história.



Recentemente, o Grupo Fernão Dias integrou a tropa empregada na segurança dos Jogos Olímpicos 2016, conforme a Plana Tática Força Terrestre Componente/BH (FTC-BH), de 12 de julho a 15 de agosto de 2016, e das operações da Garantia da Lei e da Ordem (Op CARIOCA e Op FURACÃO) em 2017.



Como quartel operacional da Arma de Artilharia, o 14º GAC participa com relevância do Exercício de Campanha da Artilharia da 1ª Divisão de Exército, “Operação Sentinela Alerta”. É inegável o alto padrão apresentado pela Unidade nos exercícios de artilharia, apresentando fogos rápidos e precisos, conduzindo por uma tropa notoriamente adestrada.



No campo do ensino militar, destaca-se o efetivo do Curso Básico de Formação de Sargentos de Carreira do 14º GAC, traduzido no resultado alcançado pelo grupo com a Organização Militar de Corpo de Tropa Formadora de Sargentos de melhor desempenho dentre as treze (13) existentes no Exército.



Merece menção especial a perfeita integração do Grupo Fernão Dias com a cidade de Pouso Alegre. Como exemplos, organiza anualmente a Corrida Duque de Caxias, conduz visitações diárias ao quartel com atividades culturais escolares e de acolhimento social, em data festivas e também agendadas, além de apresentações da Banda de Música da Unidade em espaços de grande circulação.



Veja Também