news:

Notícias

Lula avisa a correligionários: Dilma quer ser candidata

Publicado por TV Minas em 04/04/2018

foto_principal.jpg

A ex-presidente também manifestou o desejo a uma amiga, e PT encomendou pesquisas para medir popularidade dela.

 

Dilma Rousseff está a um passo de entrar no páreo eleitoral. Lula avisou a interlocutores da cúpula do PT que a ex-presidente quer disputar uma cadeira no Senado.

 

Além disso, a própria petista telefonou para uma aliada no Congresso e adiantou seu plano, numa conversa ocorrida na segunda (2).

 

A questão agora é por qual estado ela concorreria.

 

O partido contratou pesquisas para mediar a popularidade de Dilma em diferentes praças. Os questionários estão nas ruas.

 

Ela já recebeu convites para se candidatar por Minas Gerais, Piauí e Tocantins.

 

Se resolver mudar seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para qualquer outro estado, a petista tem até sexta-feira para fazê-lo.

 

Há grandes chances de isso acontecer. Paulo Paim, senador do PT gaúcho e candidato à reeleição, foi informado na semana passada de que Dilma não pretende disputar a corrida pelo Rio Grande do Sul.

 

Gente próxima à ex-presidente, no entanto, sustenta que, embora muito tentada a voltar ao cenário político, ela ainda não bateu o martelo.

A ex-presidente também manifestou o desejo a uma amiga, e PT encomendou pesquisas para medir popularidade dela.


 


Dilma Rousseff está a um passo de entrar no páreo eleitoral. Lula avisou a interlocutores da cúpula do PT que a ex-presidente quer disputar uma cadeira no Senado.


 


Além disso, a própria petista telefonou para uma aliada no Congresso e adiantou seu plano, numa conversa ocorrida na segunda (2).


 


A questão agora é por qual estado ela concorreria.


 


PATROCINADORES

O partido contratou pesquisas para mediar a popularidade de Dilma em diferentes praças. Os questionários estão nas ruas.


 


Ela já recebeu convites para se candidatar por Minas Gerais, Piauí e Tocantins.


 


Se resolver mudar seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para qualquer outro estado, a petista tem até sexta-feira para fazê-lo.


 


Há grandes chances de isso acontecer. Paulo Paim, senador do PT gaúcho e candidato à reeleição, foi informado na semana passada de que Dilma não pretende disputar a corrida pelo Rio Grande do Sul.


 


Gente próxima à ex-presidente, no entanto, sustenta que, embora muito tentada a voltar ao cenário político, ela ainda não bateu o martelo.


A ex-presidente também manifestou o desejo a uma amiga, e PT encomendou pesquisas para medir popularidade dela.



Dilma Rousseff está a um passo de entrar no páreo eleitoral. Lula avisou a interlocutores da cúpula do PT que a ex-presidente quer disputar uma cadeira no Senado.



Além disso, a própria petista telefonou para uma aliada no Congresso e adiantou seu plano, numa conversa ocorrida na segunda (2).



PATROCINADORES

A questão agora é por qual estado ela concorreria.



O partido contratou pesquisas para mediar a popularidade de Dilma em diferentes praças. Os questionários estão nas ruas.



PATROCINADORES

Ela já recebeu convites para se candidatar por Minas Gerais, Piauí e Tocantins.



Se resolver mudar seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para qualquer outro estado, a petista tem até sexta-feira para fazê-lo.



Há grandes chances de isso acontecer. Paulo Paim, senador do PT gaúcho e candidato à reeleição, foi informado na semana passada de que Dilma não pretende disputar a corrida pelo Rio Grande do Sul.



Gente próxima à ex-presidente, no entanto, sustenta que, embora muito tentada a voltar ao cenário político, ela ainda não bateu o martelo.



Veja Também