news:

Sul de Minas

Quadrilha falha e deixa explosivo dentro de agência no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 05/04/2018

foto_principal.png

Matéria extraída do G1

 

Tentativas de ataques a duas agências bancárias aconteceram durante a madrugada em Bom Jesus da Penha.

 

A polícia busca por uma quadrilha de sete a 10 pessoas responsável por tentativas de explosão de duas agências bancárias em Bom Jesus da Penha, na madrugada desta quinta-feira (5). Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro.

 

Segundo a Polícia Militar, câmeras registraram dois carros no Centro da cidade por volta das 2h40. A primeira tentativa foi na agência do Sicoob. Eles quebraram os vidros, mas não conseguiram entrar por conta das grades de proteção.

 

O grupo, então, seguiu para uma agência do Banco do Brasil. No local, chegaram a colocar explosivos, mas não conseguiram detonar. Os criminosos abandonaram o artefato e saíram da agência.

 

Na fuga, foram ouvidos vários tiros, que atingiram paredes de lojas e casas. Ninguém ficou ferido. Eles fugiram sentido São Pedro da União (MG).

 

Pela manhã, a polícia encontrou cápsulas de espingarda calibre 12 e 44. Até esta publicação, nenhum dos envolvidos havia sido preso. Um grupo do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar saiu de Belo Horizonte (MG) e está a caminho da cidade para desarmar o artefato.

 

 

Tiros na fuga de quadrilha atingiram casa e lojas em Bom Jesus da Penha.

Matéria extraída do G1


 


Tentativas de ataques a duas agências bancárias aconteceram durante a madrugada em Bom Jesus da Penha.


 


A polícia busca por uma quadrilha de sete a 10 pessoas responsável por tentativas de explosão de duas agências bancárias em Bom Jesus da Penha, na madrugada desta quinta-feira (5). Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro.


 


Segundo a Polícia Militar, câmeras registraram dois carros no Centro da cidade por volta das 2h40. A primeira tentativa foi na agência do Sicoob. Eles quebraram os vidros, mas não conseguiram entrar por conta das grades de proteção.


 


PATROCINADORES

O grupo, então, seguiu para uma agência do Banco do Brasil. No local, chegaram a colocar explosivos, mas não conseguiram detonar. Os criminosos abandonaram o artefato e saíram da agência.


 


Na fuga, foram ouvidos vários tiros, que atingiram paredes de lojas e casas. Ninguém ficou ferido. Eles fugiram sentido São Pedro da União (MG).


 


Pela manhã, a polícia encontrou cápsulas de espingarda calibre 12 e 44. Até esta publicação, nenhum dos envolvidos havia sido preso. Um grupo do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar saiu de Belo Horizonte (MG) e está a caminho da cidade para desarmar o artefato.


 


 


Tiros na fuga de quadrilha atingiram casa e lojas em Bom Jesus da Penha.


Matéria extraída do G1



Tentativas de ataques a duas agências bancárias aconteceram durante a madrugada em Bom Jesus da Penha.



A polícia busca por uma quadrilha de sete a 10 pessoas responsável por tentativas de explosão de duas agências bancárias em Bom Jesus da Penha, na madrugada desta quinta-feira (5). Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro.



PATROCINADORES

Segundo a Polícia Militar, câmeras registraram dois carros no Centro da cidade por volta das 2h40. A primeira tentativa foi na agência do Sicoob. Eles quebraram os vidros, mas não conseguiram entrar por conta das grades de proteção.



O grupo, então, seguiu para uma agência do Banco do Brasil. No local, chegaram a colocar explosivos, mas não conseguiram detonar. Os criminosos abandonaram o artefato e saíram da agência.



PATROCINADORES

Na fuga, foram ouvidos vários tiros, que atingiram paredes de lojas e casas. Ninguém ficou ferido. Eles fugiram sentido São Pedro da União (MG).



Pela manhã, a polícia encontrou cápsulas de espingarda calibre 12 e 44. Até esta publicação, nenhum dos envolvidos havia sido preso. Um grupo do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar saiu de Belo Horizonte (MG) e está a caminho da cidade para desarmar o artefato.



Tiros na fuga de quadrilha atingiram casa e lojas em Bom Jesus da Penha.



Veja Também