news:

Sul de Minas

Mais um macaco é encontrado morto em cidade sul-mineira

Publicado por TV Minas em 05/04/2018

foto_principal.jpg

Na manhã desta quinta-feira (5) na Praça Dom Pedro II, no Centro de Varginha, mais um macaco foi encontrado morto. Na última sexta-feira (30/03), um outro macaco já havia sido encontrado na rua Silva Bittencourt, também no Centro.
 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o animal foi coletado pela equipe da Vigilância Ambiental e enviado para análise na Funded - Fundação Ezequiel Dias. 
 

Seguindo o protocolo, foi realizado o rastreamento no local e será realizado o controle vetorial. E na semana, a intensificação da vacina contra a Febre Amarela. A orientação é para que aquelas pessoas que ainda não receberam a vacina contra a Febre Amarela, procurem as Unidade Básicas de Saúde.
 

Vale ressaltar, os macacos não transmitem o vírus da febre amarela. Pelo contrário. São tão vítimas quanto os humanos. E ainda cumprem uma função importante: ao contraírem o vírus, transmitido em ambientes silvestres por mosquitos do gênero Hemagogo, eles servem de alerta para o surgimento da doença no local. Desse modo, contribuem para que as autoridades sanitárias tomem logo medidas para proteger moradores ou pessoas de passagem na região.

Na manhã desta quinta-feira (5) na Praça Dom Pedro II, no Centro de Varginha, mais um macaco foi encontrado morto. Na última sexta-feira (30/03), um outro macaco já havia sido encontrado na rua Silva Bittencourt, também no Centro.
 


De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o animal foi coletado pela equipe da Vigilância Ambiental e enviado para análise na Funded - Fundação Ezequiel Dias. 
 


PATROCINADORES

Seguindo o protocolo, foi realizado o rastreamento no local e será realizado o controle vetorial. E na semana, a intensificação da vacina contra a Febre Amarela. A orientação é para que aquelas pessoas que ainda não receberam a vacina contra a Febre Amarela, procurem as Unidade Básicas de Saúde.
 


Vale ressaltar, os macacos não transmitem o vírus da febre amarela. Pelo contrário. São tão vítimas quanto os humanos. E ainda cumprem uma função importante: ao contraírem o vírus, transmitido em ambientes silvestres por mosquitos do gênero Hemagogo, eles servem de alerta para o surgimento da doença no local. Desse modo, contribuem para que as autoridades sanitárias tomem logo medidas para proteger moradores ou pessoas de passagem na região.


Na manhã desta quinta-feira (5) na Praça Dom Pedro II, no Centro de Varginha, mais um macaco foi encontrado morto. Na última sexta-feira (30/03), um outro macaco já havia sido encontrado na rua Silva Bittencourt, também no Centro.
 



De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o animal foi coletado pela equipe da Vigilância Ambiental e enviado para análise na Funded - Fundação Ezequiel Dias. 
 



Seguindo o protocolo, foi realizado o rastreamento no local e será realizado o controle vetorial. E na semana, a intensificação da vacina contra a Febre Amarela. A orientação é para que aquelas pessoas que ainda não receberam a vacina contra a Febre Amarela, procurem as Unidade Básicas de Saúde.
 



Vale ressaltar, os macacos não transmitem o vírus da febre amarela. Pelo contrário. São tão vítimas quanto os humanos. E ainda cumprem uma função importante: ao contraírem o vírus, transmitido em ambientes silvestres por mosquitos do gênero Hemagogo, eles servem de alerta para o surgimento da doença no local. Desse modo, contribuem para que as autoridades sanitárias tomem logo medidas para proteger moradores ou pessoas de passagem na região.



Veja Também