news:

Sul de Minas

Homem é denunciado pelo MP após atropelar 3 pessoas e cuspir em policiais

Publicado por TV Minas em 06/04/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Caso aconteceu no dia 25 de março; motorista embriagado acelerou e atropelou três pessoas próximo a calçada em Carmo do Rio Claro.

 

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou por tentativa de homicídio por motivo fútil e sem possibilidade de defesa das vítimas o homem que atropelou e feriu gravemente três pessoas após brigar e ser expulso de uma boate em Carmo do Rio Claro (MG) no dia 25 de março. Ao ser preso, um vídeo registrou o momento em que ele ainda xinga e cospe nos policiais militares.

 

Segundo o MP, a investigação policial apontou que antes de cometer os crimes, o homem, que atualmente se encontra preso, teria se envolvido em brigas, feito provocações e criado tumultos na cidade, até ser colocado para fora pelos seguranças do estabelecimento onde ocorria uma festa aberta ao público.

 

Inconformado e embriagado, segundo a denúncia, ele teria entrado no carro e em seguida acelerado bruscamente em direção às vítimas que estavam nas proximidades e em frente à casa de shows.

 

Duas vítimas do atropelamento, um adolescente de 16 anos e um homem de 34, sofreram ferimentos leves. Eles foram atendidos no hospital da cidade e liberados depois. A outra vítima, uma jovem de 22 anos, sofreu uma fratura exposta e foi levada para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas.

 

Após atropelar as vítimas, o motorista ainda tentou fugir e foi perseguido pela polícia até Alpinópolis. Ao ser abordado, ele ainda xingou e cuspiu nos policiais.

 

O motorista foi denunciado pelo MP por tentativa de homicídio com dolo direto, que é quando o autor do crime age com intenção de matar, por motivo fútil e sem dar possibilidade de defesa das vítimas. A denúncia pediu à Justiça que o acusado seja julgado pelo tribunal do júri.

Matéria extraída do G1


 


Caso aconteceu no dia 25 de março; motorista embriagado acelerou e atropelou três pessoas próximo a calçada em Carmo do Rio Claro.


 


O Ministério Público de Minas Gerais denunciou por tentativa de homicídio por motivo fútil e sem possibilidade de defesa das vítimas o homem que atropelou e feriu gravemente três pessoas após brigar e ser expulso de uma boate em Carmo do Rio Claro (MG) no dia 25 de março. Ao ser preso, um vídeo registrou o momento em que ele ainda xinga e cospe nos policiais militares.


 


Segundo o MP, a investigação policial apontou que antes de cometer os crimes, o homem, que atualmente se encontra preso, teria se envolvido em brigas, feito provocações e criado tumultos na cidade, até ser colocado para fora pelos seguranças do estabelecimento onde ocorria uma festa aberta ao público.


PATROCINADORES

 


Inconformado e embriagado, segundo a denúncia, ele teria entrado no carro e em seguida acelerado bruscamente em direção às vítimas que estavam nas proximidades e em frente à casa de shows.


 


Duas vítimas do atropelamento, um adolescente de 16 anos e um homem de 34, sofreram ferimentos leves. Eles foram atendidos no hospital da cidade e liberados depois. A outra vítima, uma jovem de 22 anos, sofreu uma fratura exposta e foi levada para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas.


 


Após atropelar as vítimas, o motorista ainda tentou fugir e foi perseguido pela polícia até Alpinópolis. Ao ser abordado, ele ainda xingou e cuspiu nos policiais.


 


O motorista foi denunciado pelo MP por tentativa de homicídio com dolo direto, que é quando o autor do crime age com intenção de matar, por motivo fútil e sem dar possibilidade de defesa das vítimas. A denúncia pediu à Justiça que o acusado seja julgado pelo tribunal do júri.


Matéria extraída do G1



Caso aconteceu no dia 25 de março; motorista embriagado acelerou e atropelou três pessoas próximo a calçada em Carmo do Rio Claro.



O Ministério Público de Minas Gerais denunciou por tentativa de homicídio por motivo fútil e sem possibilidade de defesa das vítimas o homem que atropelou e feriu gravemente três pessoas após brigar e ser expulso de uma boate em Carmo do Rio Claro (MG) no dia 25 de março. Ao ser preso, um vídeo registrou o momento em que ele ainda xinga e cospe nos policiais militares.



PATROCINADORES

Segundo o MP, a investigação policial apontou que antes de cometer os crimes, o homem, que atualmente se encontra preso, teria se envolvido em brigas, feito provocações e criado tumultos na cidade, até ser colocado para fora pelos seguranças do estabelecimento onde ocorria uma festa aberta ao público.



Inconformado e embriagado, segundo a denúncia, ele teria entrado no carro e em seguida acelerado bruscamente em direção às vítimas que estavam nas proximidades e em frente à casa de shows.



PATROCINADORES

Duas vítimas do atropelamento, um adolescente de 16 anos e um homem de 34, sofreram ferimentos leves. Eles foram atendidos no hospital da cidade e liberados depois. A outra vítima, uma jovem de 22 anos, sofreu uma fratura exposta e foi levada para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas.



Após atropelar as vítimas, o motorista ainda tentou fugir e foi perseguido pela polícia até Alpinópolis. Ao ser abordado, ele ainda xingou e cuspiu nos policiais.



O motorista foi denunciado pelo MP por tentativa de homicídio com dolo direto, que é quando o autor do crime age com intenção de matar, por motivo fútil e sem dar possibilidade de defesa das vítimas. A denúncia pediu à Justiça que o acusado seja julgado pelo tribunal do júri.



Veja Também