news:

Sul de Minas

Manifestantes bloquearam a BR-491 em protesto contra prisão de Lula

Publicado por TV Minas em 07/04/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Galhos foram colocados na pista para bloquear a passagem de veículos e fogo foi ateado; em Poços de Caldas, cerca de 200 pessoas saíram às ruas.

 

Manifestantes bloquearam a BR-491, em Alfenas, em protesto contra a prisão do ex-presidente Lula na tarde desta sexta-feira (6). A manifestação foi organizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e pelo Movimento Sem Terra (MST). A interdição durou 25 minutos até a Polícia Militar chegar e negociar a saída dos manifestantes. O protesto terminou por volta de 18h.

 

A concentração começou por volta de 15h na Praça Emílio da Silveira e seguiu em passeata até o trevo de entrada da cidade, na BR-491. Galhos foram colocados na pista e fogo foi ateado para bloquear a passagem de veículos. Um motorista que tentou furar o bloqueio foi cercado.

 

 

Protestos em Poços de Caldas e Varginha

 

Em Poços de Caldas, cerca de 200 pessoas segundo a Polícia Militar, protestaram contra a ordem de prisão do ex-presidente Lula. Além de apoiar o ex-presidente, os manifestantes pediram por democracia e justiça.

 

A manifestação começou por volta de 17h. Os manifestantes seguiram pelas ruas da cidade até o terminal de linhas urbanas. A organização não informou o número de pessoas no movimento.

 

Em Varginha, cerca de 20 pessoas se reuniram e fizeram um protesto em uma praça na área central. A Polícia Militar não divulgou o número de participantes.

 

 

Segundo a Polícia Militar, cerca de 200 pessoas participaram de protesto em Poços de Caldas.

Matéria extraída do G1


 


Galhos foram colocados na pista para bloquear a passagem de veículos e fogo foi ateado; em Poços de Caldas, cerca de 200 pessoas saíram às ruas.


 


Manifestantes bloquearam a BR-491, em Alfenas, em protesto contra a prisão do ex-presidente Lula na tarde desta sexta-feira (6). A manifestação foi organizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e pelo Movimento Sem Terra (MST). A interdição durou 25 minutos até a Polícia Militar chegar e negociar a saída dos manifestantes. O protesto terminou por volta de 18h.


 


A concentração começou por volta de 15h na Praça Emílio da Silveira e seguiu em passeata até o trevo de entrada da cidade, na BR-491. Galhos foram colocados na pista e fogo foi ateado para bloquear a passagem de veículos. Um motorista que tentou furar o bloqueio foi cercado.


 


 


PATROCINADORES

Protestos em Poços de Caldas e Varginha


 


Em Poços de Caldas, cerca de 200 pessoas segundo a Polícia Militar, protestaram contra a ordem de prisão do ex-presidente Lula. Além de apoiar o ex-presidente, os manifestantes pediram por democracia e justiça.


 


A manifestação começou por volta de 17h. Os manifestantes seguiram pelas ruas da cidade até o terminal de linhas urbanas. A organização não informou o número de pessoas no movimento.


 


Em Varginha, cerca de 20 pessoas se reuniram e fizeram um protesto em uma praça na área central. A Polícia Militar não divulgou o número de participantes.


 


 


Segundo a Polícia Militar, cerca de 200 pessoas participaram de protesto em Poços de Caldas.


Matéria extraída do G1



Galhos foram colocados na pista para bloquear a passagem de veículos e fogo foi ateado; em Poços de Caldas, cerca de 200 pessoas saíram às ruas.



Manifestantes bloquearam a BR-491, em Alfenas, em protesto contra a prisão do ex-presidente Lula na tarde desta sexta-feira (6). A manifestação foi organizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e pelo Movimento Sem Terra (MST). A interdição durou 25 minutos até a Polícia Militar chegar e negociar a saída dos manifestantes. O protesto terminou por volta de 18h.



PATROCINADORES

A concentração começou por volta de 15h na Praça Emílio da Silveira e seguiu em passeata até o trevo de entrada da cidade, na BR-491. Galhos foram colocados na pista e fogo foi ateado para bloquear a passagem de veículos. Um motorista que tentou furar o bloqueio foi cercado.



Protestos em Poços de Caldas e Varginha



Em Poços de Caldas, cerca de 200 pessoas segundo a Polícia Militar, protestaram contra a ordem de prisão do ex-presidente Lula. Além de apoiar o ex-presidente, os manifestantes pediram por democracia e justiça.



PATROCINADORES

A manifestação começou por volta de 17h. Os manifestantes seguiram pelas ruas da cidade até o terminal de linhas urbanas. A organização não informou o número de pessoas no movimento.



Em Varginha, cerca de 20 pessoas se reuniram e fizeram um protesto em uma praça na área central. A Polícia Militar não divulgou o número de participantes.



Segundo a Polícia Militar, cerca de 200 pessoas participaram de protesto em Poços de Caldas.



Veja Também