news:

Esporte

Champions: Roma faz jogo fantástico e elimina favorito Barcelona

Publicado por TV Minas em 10/04/2018

foto_principal.jpg

Dzeko, De Rossi e Manolas marcaram os gols da façanha. Equipe da capital italiana não chegava às semifinais desde 1984.

 

A Roma surpreendeu o Barcelona nesta terça-feira, no segundo jogo das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, no Estádio Olímpico, na Itália. Os italianos venceram por 3 a 0, garantindo a classificação para as semifinais, em um grande jogo, limitando o Barcelona a ficar recuado e sofrendo pressão. Os gols foram marcados pelo bósnio Edin Dzeko, o italiano Daniele De Rossi e o grego Konstantinos Manolas.

 

No primeiro jogo, o Barcelona abriu vantagem de 4 a 1, obrigando os italianos a vencer por três ou mais gols. A tarefa de reverter a grande vantagem dos espanhóis fez com que, desde o início da partida, a Roma pressionasse o Barcelona, inclusive, ficando com a posse de bola, estratégia sempre utilizada pelos espanhóis. Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, Dzeko abriu o placar após receber lançamento de De Rossi, apesar da pressão, os italianos só fizeram 2 a 0 aos 13 minutos da segunda etapa, com De Rossi cobrando pênalti sofrido por Dzeko. A Roma fechou o placar aos 37 minutos, após cobrança de escanteio, Manolas fez o gol da classificação.

 

O Barcelona teve uma atuação irreconhecível, incluindo o argentino Lionel Messi e o uruguaio Luis Suárez, que não conseguiram oferecer perigo ao gol do brasileiro Alisson. Já o goleiro do time catalão, Ter Stegen, teve que fazer grandes defesas para evitar que o resultado fosse pior. A Roma chega às semifinais pela primeira vez desde 1984, quando foram vice-campeões ao perder a final, em casa, para o Liverpool.

Dzeko, De Rossi e Manolas marcaram os gols da façanha. Equipe da capital italiana não chegava às semifinais desde 1984.


 


A Roma surpreendeu o Barcelona nesta terça-feira, no segundo jogo das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, no Estádio Olímpico, na Itália. Os italianos venceram por 3 a 0, garantindo a classificação para as semifinais, em um grande jogo, limitando o Barcelona a ficar recuado e sofrendo pressão. Os gols foram marcados pelo bósnio Edin Dzeko, o italiano Daniele De Rossi e o grego Konstantinos Manolas.


PATROCINADORES

 


No primeiro jogo, o Barcelona abriu vantagem de 4 a 1, obrigando os italianos a vencer por três ou mais gols. A tarefa de reverter a grande vantagem dos espanhóis fez com que, desde o início da partida, a Roma pressionasse o Barcelona, inclusive, ficando com a posse de bola, estratégia sempre utilizada pelos espanhóis. Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, Dzeko abriu o placar após receber lançamento de De Rossi, apesar da pressão, os italianos só fizeram 2 a 0 aos 13 minutos da segunda etapa, com De Rossi cobrando pênalti sofrido por Dzeko. A Roma fechou o placar aos 37 minutos, após cobrança de escanteio, Manolas fez o gol da classificação.


 


O Barcelona teve uma atuação irreconhecível, incluindo o argentino Lionel Messi e o uruguaio Luis Suárez, que não conseguiram oferecer perigo ao gol do brasileiro Alisson. Já o goleiro do time catalão, Ter Stegen, teve que fazer grandes defesas para evitar que o resultado fosse pior. A Roma chega às semifinais pela primeira vez desde 1984, quando foram vice-campeões ao perder a final, em casa, para o Liverpool.


Dzeko, De Rossi e Manolas marcaram os gols da façanha. Equipe da capital italiana não chegava às semifinais desde 1984.



A Roma surpreendeu o Barcelona nesta terça-feira, no segundo jogo das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, no Estádio Olímpico, na Itália. Os italianos venceram por 3 a 0, garantindo a classificação para as semifinais, em um grande jogo, limitando o Barcelona a ficar recuado e sofrendo pressão. Os gols foram marcados pelo bósnio Edin Dzeko, o italiano Daniele De Rossi e o grego Konstantinos Manolas.



No primeiro jogo, o Barcelona abriu vantagem de 4 a 1, obrigando os italianos a vencer por três ou mais gols. A tarefa de reverter a grande vantagem dos espanhóis fez com que, desde o início da partida, a Roma pressionasse o Barcelona, inclusive, ficando com a posse de bola, estratégia sempre utilizada pelos espanhóis. Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, Dzeko abriu o placar após receber lançamento de De Rossi, apesar da pressão, os italianos só fizeram 2 a 0 aos 13 minutos da segunda etapa, com De Rossi cobrando pênalti sofrido por Dzeko. A Roma fechou o placar aos 37 minutos, após cobrança de escanteio, Manolas fez o gol da classificação.



PATROCINADORES

O Barcelona teve uma atuação irreconhecível, incluindo o argentino Lionel Messi e o uruguaio Luis Suárez, que não conseguiram oferecer perigo ao gol do brasileiro Alisson. Já o goleiro do time catalão, Ter Stegen, teve que fazer grandes defesas para evitar que o resultado fosse pior. A Roma chega às semifinais pela primeira vez desde 1984, quando foram vice-campeões ao perder a final, em casa, para o Liverpool.



Veja Também