news:

Sul de Minas

Prefeitura e Estado assinam contrato para reforma do trevo da BR-491 em MG

Publicado por TV Minas em 24/04/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Previsão é de que as obras possam começar em junho.

 

Prefeitura de Alfenas e o Governo de Minas Gerais assinaram o contrato para a reforma do trevo da cidade, na BR-491. O acesso sempre foi alvo de muitas reclamações, tanto de motoristas, quanto de pedestres. O congestionamento e a falta de segurança são alguns dos problemas apontados por quem passa por ali.

 

Quem chega a Alfenas passa por ele. O trevo dá acesso a uma universidade, fica no caminho de duas rodovias e é passagem para quem segue para a rodoviária. Só que na contramão das vantagens, estão motoristas insatisfeitos.

 

"Muito ruim, está acontecendo acidente direto aí, está bem precário o trevo", disse o caminhoneiro Henrique Florêncio.

 

Por dia, cerca de 15 mil veículos passam pelo trevo, sendo 80% de pequeno porte. O problema é que ele não tem estrutura para o fluxo intenso. O resultado disso é muita reclamação de motoristas e pedestres.

 

Perigoso, tem que ficar parando toda hora e tem que esperar o carro passar", disse a universitária Camila de Souza Ferreira.

 

Desde o final do ano, um projeto de adequação está pronto para ser executado. O trevo vai ganhar uma estrutura mais larga em formato oval. Serão pelo menos dois acessos: dois deles nas laterais da BR-491, evitando que o motorista que sai da cidade caia direto na rodovia.


"Criar uma terceira pista para a saída para quem vai para Areado, ampliar, mudar o ponto de conflito da entrada da Unifenas, ao invés de entrar onde se entra hoje, os estudantes irão até o segundo trevo indo para Machado, perto da rodoviária, retornarão e entrarão por outras entradas que serão feitas ali na Unifenas", disse o prefeito de Alfenas, Luiz Antônio da Silva (PT).

 

 

Trevo deverá ganhar estrutura mais larga em formato oval em Alfenas.

 

 

Além dessas mudanças, serão instaladas pelo menos sete faixas para pedestres, além de uma passagem por dentro do canteiro central. A obra deve custar R$ 3,7 milhões. A maior parte virá de um empréstimo autorizado pelo governo do Estado. A previsão do prefeito de Alfenas é que as obras comecem em junho.

 

"Terminar a licitação no final de maio e iniciar as obras em junho, no período que chove menos, terminando em seis meses", concluiu o prefeito.

 

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) informou em nota que o processo de aprovação do projeto de engenharia do trevo está em andamento. O órgão informou que fez uma primeira análise do projeto da prefeitura, mas solicitou informações complementares. A prefeitura também estuda a instalação de radares no trevo.

Matéria extraída do G1


 


Previsão é de que as obras possam começar em junho.


 


Prefeitura de Alfenas e o Governo de Minas Gerais assinaram o contrato para a reforma do trevo da cidade, na BR-491. O acesso sempre foi alvo de muitas reclamações, tanto de motoristas, quanto de pedestres. O congestionamento e a falta de segurança são alguns dos problemas apontados por quem passa por ali.


 


Quem chega a Alfenas passa por ele. O trevo dá acesso a uma universidade, fica no caminho de duas rodovias e é passagem para quem segue para a rodoviária. Só que na contramão das vantagens, estão motoristas insatisfeitos.


 


"Muito ruim, está acontecendo acidente direto aí, está bem precário o trevo", disse o caminhoneiro Henrique Florêncio.


 


Por dia, cerca de 15 mil veículos passam pelo trevo, sendo 80% de pequeno porte. O problema é que ele não tem estrutura para o fluxo intenso. O resultado disso é muita reclamação de motoristas e pedestres.


 


Perigoso, tem que ficar parando toda hora e tem que esperar o carro passar", disse a universitária Camila de Souza Ferreira.


PATROCINADORES

 


Desde o final do ano, um projeto de adequação está pronto para ser executado. O trevo vai ganhar uma estrutura mais larga em formato oval. Serão pelo menos dois acessos: dois deles nas laterais da BR-491, evitando que o motorista que sai da cidade caia direto na rodovia.



"Criar uma terceira pista para a saída para quem vai para Areado, ampliar, mudar o ponto de conflito da entrada da Unifenas, ao invés de entrar onde se entra hoje, os estudantes irão até o segundo trevo indo para Machado, perto da rodoviária, retornarão e entrarão por outras entradas que serão feitas ali na Unifenas", disse o prefeito de Alfenas, Luiz Antônio da Silva (PT).


 


 


Trevo deverá ganhar estrutura mais larga em formato oval em Alfenas.


 


 


Além dessas mudanças, serão instaladas pelo menos sete faixas para pedestres, além de uma passagem por dentro do canteiro central. A obra deve custar R$ 3,7 milhões. A maior parte virá de um empréstimo autorizado pelo governo do Estado. A previsão do prefeito de Alfenas é que as obras comecem em junho.


 


"Terminar a licitação no final de maio e iniciar as obras em junho, no período que chove menos, terminando em seis meses", concluiu o prefeito.


 


O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) informou em nota que o processo de aprovação do projeto de engenharia do trevo está em andamento. O órgão informou que fez uma primeira análise do projeto da prefeitura, mas solicitou informações complementares. A prefeitura também estuda a instalação de radares no trevo.


Matéria extraída do G1



Previsão é de que as obras possam começar em junho.



Prefeitura de Alfenas e o Governo de Minas Gerais assinaram o contrato para a reforma do trevo da cidade, na BR-491. O acesso sempre foi alvo de muitas reclamações, tanto de motoristas, quanto de pedestres. O congestionamento e a falta de segurança são alguns dos problemas apontados por quem passa por ali.



Quem chega a Alfenas passa por ele. O trevo dá acesso a uma universidade, fica no caminho de duas rodovias e é passagem para quem segue para a rodoviária. Só que na contramão das vantagens, estão motoristas insatisfeitos.



PATROCINADORES

"Muito ruim, está acontecendo acidente direto aí, está bem precário o trevo", disse o caminhoneiro Henrique Florêncio.



Por dia, cerca de 15 mil veículos passam pelo trevo, sendo 80% de pequeno porte. O problema é que ele não tem estrutura para o fluxo intenso. O resultado disso é muita reclamação de motoristas e pedestres.



Perigoso, tem que ficar parando toda hora e tem que esperar o carro passar", disse a universitária Camila de Souza Ferreira.



Desde o final do ano, um projeto de adequação está pronto para ser executado. O trevo vai ganhar uma estrutura mais larga em formato oval. Serão pelo menos dois acessos: dois deles nas laterais da BR-491, evitando que o motorista que sai da cidade caia direto na rodovia.




"Criar uma terceira pista para a saída para quem vai para Areado, ampliar, mudar o ponto de conflito da entrada da Unifenas, ao invés de entrar onde se entra hoje, os estudantes irão até o segundo trevo indo para Machado, perto da rodoviária, retornarão e entrarão por outras entradas que serão feitas ali na Unifenas", disse o prefeito de Alfenas, Luiz Antônio da Silva (PT).



PATROCINADORES

Trevo deverá ganhar estrutura mais larga em formato oval em Alfenas.



Além dessas mudanças, serão instaladas pelo menos sete faixas para pedestres, além de uma passagem por dentro do canteiro central. A obra deve custar R$ 3,7 milhões. A maior parte virá de um empréstimo autorizado pelo governo do Estado. A previsão do prefeito de Alfenas é que as obras comecem em junho.



"Terminar a licitação no final de maio e iniciar as obras em junho, no período que chove menos, terminando em seis meses", concluiu o prefeito.



O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) informou em nota que o processo de aprovação do projeto de engenharia do trevo está em andamento. O órgão informou que fez uma primeira análise do projeto da prefeitura, mas solicitou informações complementares. A prefeitura também estuda a instalação de radares no trevo.



Veja Também