news:

Bem Estar

Como três xícaras de café por dia podem proteger seu coração

Publicado por TV Minas em 24/04/2018

foto_principal.jpg

Nova descoberta sugere que a cafeína é capaz de preservar o músculo cardíaco e aumentar sua longevidade.

 

Muitas são as investigações que giram em torno dos benefícios e malefícios do café para a saúde. Um novo estudo publicado recentemente no Journal of American College of Cardiology sugere que a cafeína pode agora ser forte aliado à saúde do coração e prevenir inclusive algumas anomalias.

 

Por ser um estimulante, algumas pesquisas anteriores questionavam se a segunda bebida mais popular do mundo poderia ser prejudicial ao coração, uma vez que o consumo pode acelerar seu ritmo.

 

Neste novo estudo, pesquisadores sugeriram que o café pode agora proteger o coração da fibrilação atrial, uma espécie de arritmia que faz com que o órgão bata de forma irregular.

 

Por ter ação antioxidante, a cafeína ajuda a neutralizar resíduos negativos das células, preservando assim a saúde do tecido e aumentando a longevidade do músculo cardíaco.

 

A recomendação, no entanto, é que a dose diária de cafeína não ultrapasse 300 miligramas, aproximadamente três xícaras.

 

Outra indicação importante é que a cafeína seja consumida em forma de café ou chá e nunca nos energéticos, pois esses contêm em sua composição elementos que podem ser prejudiciais à saúde.

Nova descoberta sugere que a cafeína é capaz de preservar o músculo cardíaco e aumentar sua longevidade.


 


Muitas são as investigações que giram em torno dos benefícios e malefícios do café para a saúde. Um novo estudo publicado recentemente no Journal of American College of Cardiology sugere que a cafeína pode agora ser forte aliado à saúde do coração e prevenir inclusive algumas anomalias.


 


Por ser um estimulante, algumas pesquisas anteriores questionavam se a segunda bebida mais popular do mundo poderia ser prejudicial ao coração, uma vez que o consumo pode acelerar seu ritmo.


 


PATROCINADORES

Neste novo estudo, pesquisadores sugeriram que o café pode agora proteger o coração da fibrilação atrial, uma espécie de arritmia que faz com que o órgão bata de forma irregular.


 


Por ter ação antioxidante, a cafeína ajuda a neutralizar resíduos negativos das células, preservando assim a saúde do tecido e aumentando a longevidade do músculo cardíaco.


 


A recomendação, no entanto, é que a dose diária de cafeína não ultrapasse 300 miligramas, aproximadamente três xícaras.


 


Outra indicação importante é que a cafeína seja consumida em forma de café ou chá e nunca nos energéticos, pois esses contêm em sua composição elementos que podem ser prejudiciais à saúde.


Nova descoberta sugere que a cafeína é capaz de preservar o músculo cardíaco e aumentar sua longevidade.



Muitas são as investigações que giram em torno dos benefícios e malefícios do café para a saúde. Um novo estudo publicado recentemente no Journal of American College of Cardiology sugere que a cafeína pode agora ser forte aliado à saúde do coração e prevenir inclusive algumas anomalias.



Por ser um estimulante, algumas pesquisas anteriores questionavam se a segunda bebida mais popular do mundo poderia ser prejudicial ao coração, uma vez que o consumo pode acelerar seu ritmo.



PATROCINADORES

Neste novo estudo, pesquisadores sugeriram que o café pode agora proteger o coração da fibrilação atrial, uma espécie de arritmia que faz com que o órgão bata de forma irregular.



Por ter ação antioxidante, a cafeína ajuda a neutralizar resíduos negativos das células, preservando assim a saúde do tecido e aumentando a longevidade do músculo cardíaco.



A recomendação, no entanto, é que a dose diária de cafeína não ultrapasse 300 miligramas, aproximadamente três xícaras.



Outra indicação importante é que a cafeína seja consumida em forma de café ou chá e nunca nos energéticos, pois esses contêm em sua composição elementos que podem ser prejudiciais à saúde.



Veja Também