news:

Notícias

Leopardo devora criança em parque natural de Uganda, na África

Publicado por TV Minas em 07/05/2018

foto_principal.jpg

A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia.

 

As autoridades de Uganda procuravam nesta segunda-feira um leopardo que devorou um menino de três anos em um parque natural do país.

 

A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia, que aconteceu na sexta-feira à noite.


O porta-voz do parque, Bashir Hangi, disse que o menino estava em um pavilhão aberto, sem cercas de proteção, e saiu do local para seguir a babá.


"A mulher não viu que o menino a seguia. Ouviu os gritos de ajuda e tentou agir, mas já era muito tarde, o leopardo havia desaparecido (com a criança). Iniciamos a busca e o crânio foi encontrado no dia seguinte", explicou.


"Há uma busca em curso para capturar e matar o leopardo porque uma vez que comeu carne humana poderia tentar comer outro ser humano. É perigoso", completou o porta-voz.

 

 

Tragédia aconteceu no Queen Elizabeth National Park, onde são realizados safaris para turistas.

A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia.


 


As autoridades de Uganda procuravam nesta segunda-feira um leopardo que devorou um menino de três anos em um parque natural do país.


 


A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia, que aconteceu na sexta-feira à noite.



O porta-voz do parque, Bashir Hangi, disse que o menino estava em um pavilhão aberto, sem cercas de proteção, e saiu do local para seguir a babá.


PATROCINADORES


"A mulher não viu que o menino a seguia. Ouviu os gritos de ajuda e tentou agir, mas já era muito tarde, o leopardo havia desaparecido (com a criança). Iniciamos a busca e o crânio foi encontrado no dia seguinte", explicou.



"Há uma busca em curso para capturar e matar o leopardo porque uma vez que comeu carne humana poderia tentar comer outro ser humano. É perigoso", completou o porta-voz.


 


 



Tragédia aconteceu no Queen Elizabeth National Park, onde são realizados safaris para turistas.


A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia.



As autoridades de Uganda procuravam nesta segunda-feira um leopardo que devorou um menino de três anos em um parque natural do país.



PATROCINADORES

A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia, que aconteceu na sexta-feira à noite.




O porta-voz do parque, Bashir Hangi, disse que o menino estava em um pavilhão aberto, sem cercas de proteção, e saiu do local para seguir a babá.




"A mulher não viu que o menino a seguia. Ouviu os gritos de ajuda e tentou agir, mas já era muito tarde, o leopardo havia desaparecido (com a criança). Iniciamos a busca e o crânio foi encontrado no dia seguinte", explicou.




"Há uma busca em curso para capturar e matar o leopardo porque uma vez que comeu carne humana poderia tentar comer outro ser humano. É perigoso", completou o porta-voz.



PATROCINADORES



Tragédia aconteceu no Queen Elizabeth National Park, onde são realizados safaris para turistas.



Veja Também