news:

Sul de Minas

Incêndio em galpão destrói materiais recicláveis em cidade sul-mineira

Publicado por TV Minas em 10/05/2018

foto_principal.png

Matéria extraída do G1

 

Segundo Polícia Civil, três pessoas são suspeitas de atear fogo no galpão.

 

Um incêndio em um galpão no bairro Monte Verde, em Lavras, destruiu vários materiais recicláveis depositados no local, nesta quarta-feira (9). O Corpo de Bombeiros levou mais de cinco horas para controlar as chamas.

 

Segundo os bombeiros, o fogo começou no fim da tarde e se estendeu até às 23h, quando foi controlado. De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram e apontam para um incêndio criminoso.

 

Três pessoas são suspeitas do crime, mas até esta publicação, ninguém havia sido preso. Ninguém ficou ferido.

Matéria extraída do G1


 


Segundo Polícia Civil, três pessoas são suspeitas de atear fogo no galpão.


 


PATROCINADORES

Um incêndio em um galpão no bairro Monte Verde, em Lavras, destruiu vários materiais recicláveis depositados no local, nesta quarta-feira (9). O Corpo de Bombeiros levou mais de cinco horas para controlar as chamas.


 


Segundo os bombeiros, o fogo começou no fim da tarde e se estendeu até às 23h, quando foi controlado. De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram e apontam para um incêndio criminoso.


 


Três pessoas são suspeitas do crime, mas até esta publicação, ninguém havia sido preso. Ninguém ficou ferido.


Matéria extraída do G1



Segundo Polícia Civil, três pessoas são suspeitas de atear fogo no galpão.



Um incêndio em um galpão no bairro Monte Verde, em Lavras, destruiu vários materiais recicláveis depositados no local, nesta quarta-feira (9). O Corpo de Bombeiros levou mais de cinco horas para controlar as chamas.



PATROCINADORES

Segundo os bombeiros, o fogo começou no fim da tarde e se estendeu até às 23h, quando foi controlado. De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram e apontam para um incêndio criminoso.



Três pessoas são suspeitas do crime, mas até esta publicação, ninguém havia sido preso. Ninguém ficou ferido.



Veja Também