news:

Entretenimento e Curiosidade

Desabafo de filha traída pelo marido com a própria mãe viraliza

Publicado por TV Minas em 14/05/2018

foto_principal.jpg

No Dia das Mães, mulher publica desabafo e viraliza nas redes sociais. "Não é digna de ser chamada de mãe".

 

Para a maioria das pessoas, o último domingo foi um momento de exaltar e agradecer a figura materna nas redes sociais. Porém, entre textos elogiosos e fotos carinhosas de filhos e mães na linha do tempo, um desabafo chamou a atenção. Kamylla Melo, uma técnica judiciária que mora em Recife (PE), publicou em seu perfil do Facebook um desabafo. A mãe dela a traiu com o próprio marido. “Obrigada por destruir nossa familia e a vida de várias outras familias... Obrigada por ter traído a mim, a meu pai e irmãos com MEU MARIDO!”, escreveu.

 

 

 

 

O relato, porém, não para por aí. Kamylla afirma que a mãe dela, identificada como Josy Marques de Melo, a teria abandonado na Unidade de Tratamento Intensivo, que estava internada há 78 dias, para que tivesse relações sexuais com o seu marido. De acordo com Kamylla, a mãe ainda é casada com o pai dela. “Fui largada por você para morrer na UTI, assim seria mais fácil tomar minha vida, minha casa, meu marido e meu filho”, desabafou. A filha termina o desabafo afirmando que “Fomos apenas vítimas de um ser diabólico como você."

 

Um dos irmãos de Kamylla, Kássio Melo, também publicou um texto em seu perfil sobre o ocorrido. “Feliz Dia das Mães para quem não tem uma mãe mercenária, mesquinha e podre como a minha”, escreve. “Convivi 24 anos com uma mentirosa pregando sobre verdade, uma vagabunda pregando sobre fidelidade”, afirmou. 

 

 

 

 

O post de Kássio, porém, foi deletado da rede social por não estar “em conformidade com os padrões” do Facebook. Mesmo com o texto apagado, o irmão publicou uma foto que contém o desabafo.

 

O desabafo de Kamylla soma mais de 19 mil curtidas e mais de 2 mil compartilhamentos até a publicação desta matéria e o post de Kássio alcança dois mil likes.

No Dia das Mães, mulher publica desabafo e viraliza nas redes sociais. "Não é digna de ser chamada de mãe".


 


Para a maioria das pessoas, o último domingo foi um momento de exaltar e agradecer a figura materna nas redes sociais. Porém, entre textos elogiosos e fotos carinhosas de filhos e mães na linha do tempo, um desabafo chamou a atenção. Kamylla Melo, uma técnica judiciária que mora em Recife (PE), publicou em seu perfil do Facebook um desabafo. A mãe dela a traiu com o próprio marido. “Obrigada por destruir nossa familia e a vida de várias outras familias... Obrigada por ter traído a mim, a meu pai e irmãos com MEU MARIDO!”, escreveu.


 


 



 


 


O relato, porém, não para por aí. Kamylla afirma que a mãe dela, identificada como Josy Marques de Melo, a teria abandonado na Unidade de Tratamento Intensivo, que estava internada há 78 dias, para que tivesse relações sexuais com o seu marido. De acordo com Kamylla, a mãe ainda é casada com o pai dela. “Fui largada por você para morrer na UTI, assim seria mais fácil tomar minha vida, minha casa, meu marido e meu filho”, desabafou. A filha termina o desabafo afirmando que “Fomos apenas vítimas de um ser diabólico como você."


PATROCINADORES

 


Um dos irmãos de Kamylla, Kássio Melo, também publicou um texto em seu perfil sobre o ocorrido. “Feliz Dia das Mães para quem não tem uma mãe mercenária, mesquinha e podre como a minha”, escreve. “Convivi 24 anos com uma mentirosa pregando sobre verdade, uma vagabunda pregando sobre fidelidade”, afirmou. 


 


 



 


 


O post de Kássio, porém, foi deletado da rede social por não estar “em conformidade com os padrões” do Facebook. Mesmo com o texto apagado, o irmão publicou uma foto que contém o desabafo.


 


O desabafo de Kamylla soma mais de 19 mil curtidas e mais de 2 mil compartilhamentos até a publicação desta matéria e o post de Kássio alcança dois mil likes.


No Dia das Mães, mulher publica desabafo e viraliza nas redes sociais. "Não é digna de ser chamada de mãe".



Para a maioria das pessoas, o último domingo foi um momento de exaltar e agradecer a figura materna nas redes sociais. Porém, entre textos elogiosos e fotos carinhosas de filhos e mães na linha do tempo, um desabafo chamou a atenção. Kamylla Melo, uma técnica judiciária que mora em Recife (PE), publicou em seu perfil do Facebook um desabafo. A mãe dela a traiu com o próprio marido. “Obrigada por destruir nossa familia e a vida de várias outras familias... Obrigada por ter traído a mim, a meu pai e irmãos com MEU MARIDO!”, escreveu.





PATROCINADORES

O relato, porém, não para por aí. Kamylla afirma que a mãe dela, identificada como Josy Marques de Melo, a teria abandonado na Unidade de Tratamento Intensivo, que estava internada há 78 dias, para que tivesse relações sexuais com o seu marido. De acordo com Kamylla, a mãe ainda é casada com o pai dela. “Fui largada por você para morrer na UTI, assim seria mais fácil tomar minha vida, minha casa, meu marido e meu filho”, desabafou. A filha termina o desabafo afirmando que “Fomos apenas vítimas de um ser diabólico como você."



Um dos irmãos de Kamylla, Kássio Melo, também publicou um texto em seu perfil sobre o ocorrido. “Feliz Dia das Mães para quem não tem uma mãe mercenária, mesquinha e podre como a minha”, escreve. “Convivi 24 anos com uma mentirosa pregando sobre verdade, uma vagabunda pregando sobre fidelidade”, afirmou. 



PATROCINADORES



O post de Kássio, porém, foi deletado da rede social por não estar “em conformidade com os padrões” do Facebook. Mesmo com o texto apagado, o irmão publicou uma foto que contém o desabafo.



O desabafo de Kamylla soma mais de 19 mil curtidas e mais de 2 mil compartilhamentos até a publicação desta matéria e o post de Kássio alcança dois mil likes.



Veja Também