news:

Esporte

Gladiadores abandonam Mineiro e lançam EFL ao lado de esquipes

Publicado por TV Minas em 28/05/2018

foto_principal.jpg

Após polêmicas envolvendo inscrição de jogadores, campeonato mineiro chega ao fim.

 

O campeonato mineiro parece ter chegado ao fim muito antes de sua partida final. Em resposta à decisão do Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva, que recolocou o Cruzeiro Imperadores após a exclusão em primeira instância, várias equipes anunciaram que deixarão a competição e, unidas, lançaram uma nova, a EFL: Ética Football League. A Federação Mineira de Futebol Americano ainda não se pronunciou a respeito do caso.

 

O caso vem causando polêmica há semanas. Após partida realizada contra o Pouso Alegre Gladiadores, no dia 14 de abril, surgiu a denúncia de que dois jogadores do Cruzeiro, Lucas Teodoro e Jesus Emanuel (ex-Timbó Rex), não haviam sido inscritos a tempo de jogar, mas estiveram em campo. Ainda, o clube foi denunciado por adulterar documentos para que constasse a inscrição destes jogadores antes do prazo limite. Por final, a denúncia contemplou ainda a impossibilidade de jogadores ligados a duas competições (mineiro e catarinense) estarem em campo.

 

Por isto, a Comissão Disciplinar do TJD decidiu, por dois votos a um, excluir a equipe da competição, além de aplicar multa e perda do duelo contra o Gladiadores por WO. Contudo, em recurso ao Pleno do TJD, o time celeste conseguiu a reversão da decisão de exclusão, por quatro votos a dois, sendo recolocado no campeonato. A decisão desagradou a todos os outros participantes que anunciaram, nesta sexta-feira, a desistência do campeonato mineiro e lançamento de uma nova liga: Ética Football League. Ainda não definição quanto ao formato e datas da competição, mas a ideia é priorizar o esporte e sua filosofia, segundo os próprios times.

 

Em nota oficial, representantes de Pouso Alegre Gladiadores, America Locomotiva, Galo FA, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Paraíso Miners, Nova Serrana Forgeds, Betim Bulldogs e Piratas da Serra anunciaram a desistência e união para EFL. Os times criticaram severamente a postura do TJD, chamando o ocorrido de “novo golpe ao FA mineiro” e que o “descumprimento descarado de um regulamento foi legitimado pelo TJD”. Embora ainda não se saiba como será a EFL, ela surge com a ideia de escrever um novo capítulo na história do futebol americano de Minas Gerais.

 

 

Confira a Nota Oficial na íntegra:

 

Os times de Futebol Americano de Minas Gerais Pouso Alegre Gladiadores, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Nova Serrana Forgeds, Piratas da Serra, Paraíso Miners, América Locomotiva, Galo Futebol Americano e Betim Bulldogs vêm a público comunicar o desligamento imediato do Campeonato Mineiro Sesc de Futebol Americano, de 2018.
A decisão surgiu pelo entendimento que, acima de qualquer interesse, está o regulamento do torneio citado, que foi discutido e votado por toda a diretoria da Federação Mineira de Futebol Americano – FEMFA.

 

Desta forma, assim que o descumprimento descarado do regulamento por parte de um time participante foi legitimado pelo Tribunal de Justiça Desportivo, decidiu-se que os times que assinam esta carta continuarão prezando pela ética, legalidade e valores.

 

Jogar Futebol Americano é muito mais do que uma simples disputa de troféu ou vencer em uma partida. Desde sua base deve se observar os valores como respeito, comprometimento e lealdade, entre outros. Isso deve partir de cada envolvido com o FA, em cada momento que se realiza qualquer ação visando a efetiva prática do esporte.

 

Com o intuito de lutar pelo verdadeiro Futebol Americano Mineiro, com honra e valores elevados, Pouso Alegre Gladiadores, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Piratas da Serra, Nova Serrana Forgeds, Paraíso Miners, Galo Futebol Americano, América Locomotiva e Betim Bulldogs desligam-se de um evento manchado pela imoralidade, e se juntam para formar a Ética Football League, liga temporária, colocando em primeiro lugar os valores e o futebol americano. Assim, será pensado e formatado como seguiremos com uma competição
verdadeiramente esportiva, pautando os próximos passos do FAMG.

 

Em tempo, a comissão da Ética Football League lamenta mais um golpe no FA Mineiro, que é composto de dirigentes, atletas, técnicos, apoiadores e torcedores que sacrificam seu tempo, canalizam energia e servem, verdadeiramente, ao esporte, respeitando a ética e a legalidade. Quando o TJD, que deveria empunhar a espada da justiça, se acovarda e rasga um regulamento legítimo, perdemos um pilar no qual colocávamos a esperança de seguir um rumo correto.

Após polêmicas envolvendo inscrição de jogadores, campeonato mineiro chega ao fim.


 


O campeonato mineiro parece ter chegado ao fim muito antes de sua partida final. Em resposta à decisão do Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva, que recolocou o Cruzeiro Imperadores após a exclusão em primeira instância, várias equipes anunciaram que deixarão a competição e, unidas, lançaram uma nova, a EFL: Ética Football League. A Federação Mineira de Futebol Americano ainda não se pronunciou a respeito do caso.


 


O caso vem causando polêmica há semanas. Após partida realizada contra o Pouso Alegre Gladiadores, no dia 14 de abril, surgiu a denúncia de que dois jogadores do Cruzeiro, Lucas Teodoro e Jesus Emanuel (ex-Timbó Rex), não haviam sido inscritos a tempo de jogar, mas estiveram em campo. Ainda, o clube foi denunciado por adulterar documentos para que constasse a inscrição destes jogadores antes do prazo limite. Por final, a denúncia contemplou ainda a impossibilidade de jogadores ligados a duas competições (mineiro e catarinense) estarem em campo.


 


Por isto, a Comissão Disciplinar do TJD decidiu, por dois votos a um, excluir a equipe da competição, além de aplicar multa e perda do duelo contra o Gladiadores por WO. Contudo, em recurso ao Pleno do TJD, o time celeste conseguiu a reversão da decisão de exclusão, por quatro votos a dois, sendo recolocado no campeonato. A decisão desagradou a todos os outros participantes que anunciaram, nesta sexta-feira, a desistência do campeonato mineiro e lançamento de uma nova liga: Ética Football League. Ainda não definição quanto ao formato e datas da competição, mas a ideia é priorizar o esporte e sua filosofia, segundo os próprios times.


 


Em nota oficial, representantes de Pouso Alegre Gladiadores, America Locomotiva, Galo FA, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Paraíso Miners, Nova Serrana Forgeds, Betim Bulldogs e Piratas da Serra anunciaram a desistência e união para EFL. Os times criticaram severamente a postura do TJD, chamando o ocorrido de “novo golpe ao FA mineiro” e que o “descumprimento descarado de um regulamento foi legitimado pelo TJD”. Embora ainda não se saiba como será a EFL, ela surge com a ideia de escrever um novo capítulo na história do futebol americano de Minas Gerais.


 


 


PATROCINADORES

Confira a Nota Oficial na íntegra:


 


Os times de Futebol Americano de Minas Gerais Pouso Alegre Gladiadores, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Nova Serrana Forgeds, Piratas da Serra, Paraíso Miners, América Locomotiva, Galo Futebol Americano e Betim Bulldogs vêm a público comunicar o desligamento imediato do Campeonato Mineiro Sesc de Futebol Americano, de 2018.
A decisão surgiu pelo entendimento que, acima de qualquer interesse, está o regulamento do torneio citado, que foi discutido e votado por toda a diretoria da Federação Mineira de Futebol Americano – FEMFA.


 


Desta forma, assim que o descumprimento descarado do regulamento por parte de um time participante foi legitimado pelo Tribunal de Justiça Desportivo, decidiu-se que os times que assinam esta carta continuarão prezando pela ética, legalidade e valores.


 


Jogar Futebol Americano é muito mais do que uma simples disputa de troféu ou vencer em uma partida. Desde sua base deve se observar os valores como respeito, comprometimento e lealdade, entre outros. Isso deve partir de cada envolvido com o FA, em cada momento que se realiza qualquer ação visando a efetiva prática do esporte.


 


Com o intuito de lutar pelo verdadeiro Futebol Americano Mineiro, com honra e valores elevados, Pouso Alegre Gladiadores, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Piratas da Serra, Nova Serrana Forgeds, Paraíso Miners, Galo Futebol Americano, América Locomotiva e Betim Bulldogs desligam-se de um evento manchado pela imoralidade, e se juntam para formar a Ética Football League, liga temporária, colocando em primeiro lugar os valores e o futebol americano. Assim, será pensado e formatado como seguiremos com uma competição
verdadeiramente esportiva, pautando os próximos passos do FAMG.


 


Em tempo, a comissão da Ética Football League lamenta mais um golpe no FA Mineiro, que é composto de dirigentes, atletas, técnicos, apoiadores e torcedores que sacrificam seu tempo, canalizam energia e servem, verdadeiramente, ao esporte, respeitando a ética e a legalidade. Quando o TJD, que deveria empunhar a espada da justiça, se acovarda e rasga um regulamento legítimo, perdemos um pilar no qual colocávamos a esperança de seguir um rumo correto.


Após polêmicas envolvendo inscrição de jogadores, campeonato mineiro chega ao fim.



O campeonato mineiro parece ter chegado ao fim muito antes de sua partida final. Em resposta à decisão do Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva, que recolocou o Cruzeiro Imperadores após a exclusão em primeira instância, várias equipes anunciaram que deixarão a competição e, unidas, lançaram uma nova, a EFL: Ética Football League. A Federação Mineira de Futebol Americano ainda não se pronunciou a respeito do caso.



O caso vem causando polêmica há semanas. Após partida realizada contra o Pouso Alegre Gladiadores, no dia 14 de abril, surgiu a denúncia de que dois jogadores do Cruzeiro, Lucas Teodoro e Jesus Emanuel (ex-Timbó Rex), não haviam sido inscritos a tempo de jogar, mas estiveram em campo. Ainda, o clube foi denunciado por adulterar documentos para que constasse a inscrição destes jogadores antes do prazo limite. Por final, a denúncia contemplou ainda a impossibilidade de jogadores ligados a duas competições (mineiro e catarinense) estarem em campo.



Por isto, a Comissão Disciplinar do TJD decidiu, por dois votos a um, excluir a equipe da competição, além de aplicar multa e perda do duelo contra o Gladiadores por WO. Contudo, em recurso ao Pleno do TJD, o time celeste conseguiu a reversão da decisão de exclusão, por quatro votos a dois, sendo recolocado no campeonato. A decisão desagradou a todos os outros participantes que anunciaram, nesta sexta-feira, a desistência do campeonato mineiro e lançamento de uma nova liga: Ética Football League. Ainda não definição quanto ao formato e datas da competição, mas a ideia é priorizar o esporte e sua filosofia, segundo os próprios times.



PATROCINADORES

Em nota oficial, representantes de Pouso Alegre Gladiadores, America Locomotiva, Galo FA, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Paraíso Miners, Nova Serrana Forgeds, Betim Bulldogs e Piratas da Serra anunciaram a desistência e união para EFL. Os times criticaram severamente a postura do TJD, chamando o ocorrido de “novo golpe ao FA mineiro” e que o “descumprimento descarado de um regulamento foi legitimado pelo TJD”. Embora ainda não se saiba como será a EFL, ela surge com a ideia de escrever um novo capítulo na história do futebol americano de Minas Gerais.



Confira a Nota Oficial na íntegra:



Os times de Futebol Americano de Minas Gerais Pouso Alegre Gladiadores, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Nova Serrana Forgeds, Piratas da Serra, Paraíso Miners, América Locomotiva, Galo Futebol Americano e Betim Bulldogs vêm a público comunicar o desligamento imediato do Campeonato Mineiro Sesc de Futebol Americano, de 2018.
A decisão surgiu pelo entendimento que, acima de qualquer interesse, está o regulamento do torneio citado, que foi discutido e votado por toda a diretoria da Federação Mineira de Futebol Americano – FEMFA.



PATROCINADORES

Desta forma, assim que o descumprimento descarado do regulamento por parte de um time participante foi legitimado pelo Tribunal de Justiça Desportivo, decidiu-se que os times que assinam esta carta continuarão prezando pela ética, legalidade e valores.



Jogar Futebol Americano é muito mais do que uma simples disputa de troféu ou vencer em uma partida. Desde sua base deve se observar os valores como respeito, comprometimento e lealdade, entre outros. Isso deve partir de cada envolvido com o FA, em cada momento que se realiza qualquer ação visando a efetiva prática do esporte.



Com o intuito de lutar pelo verdadeiro Futebol Americano Mineiro, com honra e valores elevados, Pouso Alegre Gladiadores, Contagem Inconfidentes, Uberaba Zebus, Piratas da Serra, Nova Serrana Forgeds, Paraíso Miners, Galo Futebol Americano, América Locomotiva e Betim Bulldogs desligam-se de um evento manchado pela imoralidade, e se juntam para formar a Ética Football League, liga temporária, colocando em primeiro lugar os valores e o futebol americano. Assim, será pensado e formatado como seguiremos com uma competição
verdadeiramente esportiva, pautando os próximos passos do FAMG.



Em tempo, a comissão da Ética Football League lamenta mais um golpe no FA Mineiro, que é composto de dirigentes, atletas, técnicos, apoiadores e torcedores que sacrificam seu tempo, canalizam energia e servem, verdadeiramente, ao esporte, respeitando a ética e a legalidade. Quando o TJD, que deveria empunhar a espada da justiça, se acovarda e rasga um regulamento legítimo, perdemos um pilar no qual colocávamos a esperança de seguir um rumo correto.



Veja Também