news:

Ciência & Tecnologia

Sul-mineiros vencem reality show de luta de robôs na China

Publicado por TV Minas em 21/06/2018

foto_principal.jpg

A equipe brasileira Ogrobots foi campeã do reality show de luta de robôs Clash Bots, promovido na China. A máquina Dark Wolf, projetada e desenvolvida pelos sete engenheiros formados na Universide Federal de Itajubá, derrotou na final a chinesa Toxic Fangs por nocaute, dando aos brasileiros um prêmio de 400 mil reais, de acordo com reportagem do UOL.

 

O time do Brasil enfrentou, durante 13 episódios, outras 34 equipes em uma competição em que só foram aceitos robôs pesos-pesados, de 100 a 110 Kg. As lutas seguiam as regras internacionais desses combates: duravam sempre 3 minutos e eram realizadas em arenas protegidas por vidros blindados, para evitar acidentes com peças voando.

 

A máquina usada pelos Ogrobots nos combates custou 75 mil reais – bancados pelos chineses – e foi projetada e montada em apenas 38 dias, de acordo com o texto do UOL. Ela chegou à China desmontada, e os mais de 400 Kg de peças (as usadas no robô e também as sobressalentes) e ferramentas foram transportados do Brasil para o país em 14 malas.

 

O vídeo com os momentos finais da luta pode ser visto neste link.

 

A temporada do Clash Bots que terminou com os brasileiros campeões acumulou mais de 1 bilhão de visualizações na plataforma de streaming iQiyi, que pertence ao Baidu. 

A equipe brasileira Ogrobots foi campeã do reality show de luta de robôs Clash Bots, promovido na China. A máquina Dark Wolf, projetada e desenvolvida pelos sete engenheiros formados na Universide Federal de Itajubá, derrotou na final a chinesa Toxic Fangs por nocaute, dando aos brasileiros um prêmio de 400 mil reais, de acordo com reportagem do UOL.


 


O time do Brasil enfrentou, durante 13 episódios, outras 34 equipes em uma competição em que só foram aceitos robôs pesos-pesados, de 100 a 110 Kg. As lutas seguiam as regras internacionais desses combates: duravam sempre 3 minutos e eram realizadas em arenas protegidas por vidros blindados, para evitar acidentes com peças voando.


 


PATROCINADORES

A máquina usada pelos Ogrobots nos combates custou 75 mil reais – bancados pelos chineses – e foi projetada e montada em apenas 38 dias, de acordo com o texto do UOL. Ela chegou à China desmontada, e os mais de 400 Kg de peças (as usadas no robô e também as sobressalentes) e ferramentas foram transportados do Brasil para o país em 14 malas.


 


O vídeo com os momentos finais da luta pode ser visto neste link.


 


A temporada do Clash Bots que terminou com os brasileiros campeões acumulou mais de 1 bilhão de visualizações na plataforma de streaming iQiyi, que pertence ao Baidu. 


A equipe brasileira Ogrobots foi campeã do reality show de luta de robôs Clash Bots, promovido na China. A máquina Dark Wolf, projetada e desenvolvida pelos sete engenheiros formados na Universide Federal de Itajubá, derrotou na final a chinesa Toxic Fangs por nocaute, dando aos brasileiros um prêmio de 400 mil reais, de acordo com reportagem do UOL.



O time do Brasil enfrentou, durante 13 episódios, outras 34 equipes em uma competição em que só foram aceitos robôs pesos-pesados, de 100 a 110 Kg. As lutas seguiam as regras internacionais desses combates: duravam sempre 3 minutos e eram realizadas em arenas protegidas por vidros blindados, para evitar acidentes com peças voando.



A máquina usada pelos Ogrobots nos combates custou 75 mil reais – bancados pelos chineses – e foi projetada e montada em apenas 38 dias, de acordo com o texto do UOL. Ela chegou à China desmontada, e os mais de 400 Kg de peças (as usadas no robô e também as sobressalentes) e ferramentas foram transportados do Brasil para o país em 14 malas.



PATROCINADORES

O vídeo com os momentos finais da luta pode ser visto neste link.



A temporada do Clash Bots que terminou com os brasileiros campeões acumulou mais de 1 bilhão de visualizações na plataforma de streaming iQiyi, que pertence ao Baidu. 



Veja Também