news:

Esporte

Alemanha mantém 'maldição' e é a quinta campeã a cair na fase de grupos

Publicado por TV Minas em 27/06/2018

foto_principal.jpeg

Neste milênio, só o Brasil escapou da "maldição" que assola os atuais campeões do mundo.

 

Pela sexta vez na história, uma atual campeã mundial passou pela vergonha de ser eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo. Este ano, o feito coube à Alemanha. Ao perder por 2 a 0 para a Coreia do Sul, os germânicos terminaram na lanterna da chave F do torneio, com apenas três pontos.

 

Kross e companhia juntam-se às outras quatro seleções que passaram por essa vergonha. A primeira foi a Itália, em 1950, que terminou em segundo na primeira fase da Copa disputa no Brasil. À época, a Suécia avançou. 

 

O Brasil também já aprontou das suas. Em 1966, ainda que embalado pelas conquistas de 1958 e 1962, o escrete canarinho caiu na primeira fase da Copa do Mundo da Inglaterra, sendo eliminado em um grupo que tinha, também, Hungria, Bulgária e Portugal. 

 

 

Maldição do Milênio

 

Neste milênio, porém, que a situação começou a ficar mais crítica. Em 2002, a França, atual campeã mundial, não conseguiu avançar em uma chave que tinha Uruguai, Dinamarca e Senegal. O Bleus, por sinal, sequer balançaram as redes à época.

 

Em 2010, a Itália, campeã em 2006, ficou com a lanterna do Grupo F, com apenas dois pontos, atrás até mesmo da Nova Zelândia. Passaram Paraguai e Eslováquia em uma Copa que terminou com a Espanha campeã.

 

A Fúria, por sua vez, passou vergonha ao ser eliminada na segunda rodada da Copa disputada no Brasil, após ser goleada pela Holanda na abertura por 5 a 1, na Fonte Nova, e ser derrotada por 2 a 0 pelo Chile, no Maracanã. 

 

Somente o Brasil quebrou a “maldição do milênio”. Em 2006, quatro anos após faturar o pentacampeonato, na Coreia do Sul e no Japão, o time canarinho até passou pela primeira fase, mas sucumbiu diante da França, nas quartas.

Neste milênio, só o Brasil escapou da "maldição" que assola os atuais campeões do mundo.


 


Pela sexta vez na história, uma atual campeã mundial passou pela vergonha de ser eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo. Este ano, o feito coube à Alemanha. Ao perder por 2 a 0 para a Coreia do Sul, os germânicos terminaram na lanterna da chave F do torneio, com apenas três pontos.


 


Kross e companhia juntam-se às outras quatro seleções que passaram por essa vergonha. A primeira foi a Itália, em 1950, que terminou em segundo na primeira fase da Copa disputa no Brasil. À época, a Suécia avançou. 


 


O Brasil também já aprontou das suas. Em 1966, ainda que embalado pelas conquistas de 1958 e 1962, o escrete canarinho caiu na primeira fase da Copa do Mundo da Inglaterra, sendo eliminado em um grupo que tinha, também, Hungria, Bulgária e Portugal. 


 


 


PATROCINADORES

Maldição do Milênio


 


Neste milênio, porém, que a situação começou a ficar mais crítica. Em 2002, a França, atual campeã mundial, não conseguiu avançar em uma chave que tinha Uruguai, Dinamarca e Senegal. O Bleus, por sinal, sequer balançaram as redes à época.


 


Em 2010, a Itália, campeã em 2006, ficou com a lanterna do Grupo F, com apenas dois pontos, atrás até mesmo da Nova Zelândia. Passaram Paraguai e Eslováquia em uma Copa que terminou com a Espanha campeã.


 


A Fúria, por sua vez, passou vergonha ao ser eliminada na segunda rodada da Copa disputada no Brasil, após ser goleada pela Holanda na abertura por 5 a 1, na Fonte Nova, e ser derrotada por 2 a 0 pelo Chile, no Maracanã. 


 


Somente o Brasil quebrou a “maldição do milênio”. Em 2006, quatro anos após faturar o pentacampeonato, na Coreia do Sul e no Japão, o time canarinho até passou pela primeira fase, mas sucumbiu diante da França, nas quartas.


Neste milênio, só o Brasil escapou da "maldição" que assola os atuais campeões do mundo.



Pela sexta vez na história, uma atual campeã mundial passou pela vergonha de ser eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo. Este ano, o feito coube à Alemanha. Ao perder por 2 a 0 para a Coreia do Sul, os germânicos terminaram na lanterna da chave F do torneio, com apenas três pontos.



Kross e companhia juntam-se às outras quatro seleções que passaram por essa vergonha. A primeira foi a Itália, em 1950, que terminou em segundo na primeira fase da Copa disputa no Brasil. À época, a Suécia avançou. 



PATROCINADORES

O Brasil também já aprontou das suas. Em 1966, ainda que embalado pelas conquistas de 1958 e 1962, o escrete canarinho caiu na primeira fase da Copa do Mundo da Inglaterra, sendo eliminado em um grupo que tinha, também, Hungria, Bulgária e Portugal. 



Maldição do Milênio



Neste milênio, porém, que a situação começou a ficar mais crítica. Em 2002, a França, atual campeã mundial, não conseguiu avançar em uma chave que tinha Uruguai, Dinamarca e Senegal. O Bleus, por sinal, sequer balançaram as redes à época.



PATROCINADORES

Em 2010, a Itália, campeã em 2006, ficou com a lanterna do Grupo F, com apenas dois pontos, atrás até mesmo da Nova Zelândia. Passaram Paraguai e Eslováquia em uma Copa que terminou com a Espanha campeã.



A Fúria, por sua vez, passou vergonha ao ser eliminada na segunda rodada da Copa disputada no Brasil, após ser goleada pela Holanda na abertura por 5 a 1, na Fonte Nova, e ser derrotada por 2 a 0 pelo Chile, no Maracanã. 



Somente o Brasil quebrou a “maldição do milênio”. Em 2006, quatro anos após faturar o pentacampeonato, na Coreia do Sul e no Japão, o time canarinho até passou pela primeira fase, mas sucumbiu diante da França, nas quartas.



Veja Também