news:

Sul de Minas

Segunda vítima de acidente na BR-146 morre em hospital sul-mineiro

Publicado por TV Minas em 29/06/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Mulher de 59 anos tinha ficado ferida na batida entre dois carros nesta quinta-feira (28). Outra mulher já tinha morrido no local do acidente.

 

Uma das vítimas do acidente entre dois carros na BR-146, em Poços de Caldas, na tarde desta quinta-feira (28), não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. No acidente, dois veículos bateram de frente depois que um deles invadiu a contramão. Miriam Gonçalves Dias dos Santos, de 59 anos, é a segunda vítima fatal da colisão; uma mulher de 57 anos morreu no local da batida.

 

Miriam estava no carro atingido pelo Uno que invadiu a pista contrária. O corpo dela continua no Instituto Médico Legal (IML). Segundo a Funerária Municipal, os outros familiares, vítimas do acidente, permanecem internados.

 

Além de Miriam, outras duas mulheres e dois homens estavam no veículo Hb20. O estado mais grave é de uma das mulheres, que está internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa. A outra mulher e um dos homens também estão internados na Santa Casa e o estado de saúde e estável. O outro homem segue internado no Hospital Poços de Caldas, que não informou o estado de saúde.

 

 

Outras vítimas

 

Na batida, Cleuza Amaro de Carvalho, de 57 anos, passageira do carro que teria invadido a contramão, morreu ainda no local. A filha dela, Luana Carvalho, de 21 anos, que conduzia o veículo, contou à Polícia Rodoviária Federal que estava sonolenta no momento do acidente. Luana foi encaminhada ao hospital com ferimentos graves. Ela continua internada na CTI da Santa Casa em estado grave.

 

 

O acidente

 

Câmeras de segurança de uma loja registraram a batida entre dois veículos na tarde desta quinta-feira, na BR-146, em Poços de Caldas. Nas imagens, é possível ver o momento em que o veículo Uno invade a contramão e bate de frente com o Hb20.

 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a motorista do carro que invadiu a pista contrária contou que estava sonolenta no momento do acidente.

Matéria extraída do G1


 


Mulher de 59 anos tinha ficado ferida na batida entre dois carros nesta quinta-feira (28). Outra mulher já tinha morrido no local do acidente.


 


Uma das vítimas do acidente entre dois carros na BR-146, em Poços de Caldas, na tarde desta quinta-feira (28), não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. No acidente, dois veículos bateram de frente depois que um deles invadiu a contramão. Miriam Gonçalves Dias dos Santos, de 59 anos, é a segunda vítima fatal da colisão; uma mulher de 57 anos morreu no local da batida.


 


Miriam estava no carro atingido pelo Uno que invadiu a pista contrária. O corpo dela continua no Instituto Médico Legal (IML). Segundo a Funerária Municipal, os outros familiares, vítimas do acidente, permanecem internados.


 


Além de Miriam, outras duas mulheres e dois homens estavam no veículo Hb20. O estado mais grave é de uma das mulheres, que está internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa. A outra mulher e um dos homens também estão internados na Santa Casa e o estado de saúde e estável. O outro homem segue internado no Hospital Poços de Caldas, que não informou o estado de saúde.


 


PATROCINADORES

 


Outras vítimas


 


Na batida, Cleuza Amaro de Carvalho, de 57 anos, passageira do carro que teria invadido a contramão, morreu ainda no local. A filha dela, Luana Carvalho, de 21 anos, que conduzia o veículo, contou à Polícia Rodoviária Federal que estava sonolenta no momento do acidente. Luana foi encaminhada ao hospital com ferimentos graves. Ela continua internada na CTI da Santa Casa em estado grave.


 


 


O acidente


 


Câmeras de segurança de uma loja registraram a batida entre dois veículos na tarde desta quinta-feira, na BR-146, em Poços de Caldas. Nas imagens, é possível ver o momento em que o veículo Uno invade a contramão e bate de frente com o Hb20.


 


De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a motorista do carro que invadiu a pista contrária contou que estava sonolenta no momento do acidente.


Matéria extraída do G1



Mulher de 59 anos tinha ficado ferida na batida entre dois carros nesta quinta-feira (28). Outra mulher já tinha morrido no local do acidente.



Uma das vítimas do acidente entre dois carros na BR-146, em Poços de Caldas, na tarde desta quinta-feira (28), não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. No acidente, dois veículos bateram de frente depois que um deles invadiu a contramão. Miriam Gonçalves Dias dos Santos, de 59 anos, é a segunda vítima fatal da colisão; uma mulher de 57 anos morreu no local da batida.



Miriam estava no carro atingido pelo Uno que invadiu a pista contrária. O corpo dela continua no Instituto Médico Legal (IML). Segundo a Funerária Municipal, os outros familiares, vítimas do acidente, permanecem internados.



PATROCINADORES

Além de Miriam, outras duas mulheres e dois homens estavam no veículo Hb20. O estado mais grave é de uma das mulheres, que está internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa. A outra mulher e um dos homens também estão internados na Santa Casa e o estado de saúde e estável. O outro homem segue internado no Hospital Poços de Caldas, que não informou o estado de saúde.



Outras vítimas



Na batida, Cleuza Amaro de Carvalho, de 57 anos, passageira do carro que teria invadido a contramão, morreu ainda no local. A filha dela, Luana Carvalho, de 21 anos, que conduzia o veículo, contou à Polícia Rodoviária Federal que estava sonolenta no momento do acidente. Luana foi encaminhada ao hospital com ferimentos graves. Ela continua internada na CTI da Santa Casa em estado grave.



PATROCINADORES

O acidente



Câmeras de segurança de uma loja registraram a batida entre dois veículos na tarde desta quinta-feira, na BR-146, em Poços de Caldas. Nas imagens, é possível ver o momento em que o veículo Uno invade a contramão e bate de frente com o Hb20.



De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a motorista do carro que invadiu a pista contrária contou que estava sonolenta no momento do acidente.



Veja Também