news:

Entretenimento e Curiosidade

Menino belga termina o ensino médio com apenas 8 anos

Publicado por TV Minas em 01/07/2018

foto_principal.jpg

Laurent Simons, um menino belga de 8 anos, deveria estar terminando o 2º ano do colégio. Porém, o jovem gênio, com QI 145, acabou de se formar no ensino médio após completar seis anos de estudo em apenas um ano e meio. Agora, o garoto curte dois meses de férias para poder entrar na faculdade.

 

Laurent nasceu na cidade de Ostend, na Bélgica, mas mudou-se para Amsterdã, capital da Holanda, aos quatro anos de idade. Os pais contaram à imprensa local que desde cedo perceberam que o filho era diferente das outras crianças.


"Para ele era difícil brincar com as outras crianças. Ficava observando como as coisas eram feitas. Fazia tudo de forma diferente. Não sabia o que fazer com os brinquedos", contou o pai Alexander. "Estamos muito orgulhosos e felizes por ele. Era divertido na escola, mas agora ele pode finalmente decolar e fazer o que gosta".

 

Ainda na dúvida de qual profissão seguir, o menino já pensou em ser cirurgião, astronauta e agora pensa em algo relacionado a informática. Com um QI de 145 — o patamar de gênio está em 140 — Laurent pode escolher o que quiser. Na Bélgica, onde o menino nasceu, os números mostram que 2,5% da população tem alto potencial, ou seja um QI acima dos 130.

 

"Meu assunto favorito é a matemática porque é muito vasto, há estatística, geometria, álgebra... há várias direções", disse Laurent.

Laurent Simons, um menino belga de 8 anos, deveria estar terminando o 2º ano do colégio. Porém, o jovem gênio, com QI 145, acabou de se formar no ensino médio após completar seis anos de estudo em apenas um ano e meio. Agora, o garoto curte dois meses de férias para poder entrar na faculdade.


 


Laurent nasceu na cidade de Ostend, na Bélgica, mas mudou-se para Amsterdã, capital da Holanda, aos quatro anos de idade. Os pais contaram à imprensa local que desde cedo perceberam que o filho era diferente das outras crianças.



"Para ele era difícil brincar com as outras crianças. Ficava observando como as coisas eram feitas. Fazia tudo de forma diferente. Não sabia o que fazer com os brinquedos", contou o pai Alexander. "Estamos muito orgulhosos e felizes por ele. Era divertido na escola, mas agora ele pode finalmente decolar e fazer o que gosta".


PATROCINADORES

 


Ainda na dúvida de qual profissão seguir, o menino já pensou em ser cirurgião, astronauta e agora pensa em algo relacionado a informática. Com um QI de 145 — o patamar de gênio está em 140 — Laurent pode escolher o que quiser. Na Bélgica, onde o menino nasceu, os números mostram que 2,5% da população tem alto potencial, ou seja um QI acima dos 130.


 


"Meu assunto favorito é a matemática porque é muito vasto, há estatística, geometria, álgebra... há várias direções", disse Laurent.


Laurent Simons, um menino belga de 8 anos, deveria estar terminando o 2º ano do colégio. Porém, o jovem gênio, com QI 145, acabou de se formar no ensino médio após completar seis anos de estudo em apenas um ano e meio. Agora, o garoto curte dois meses de férias para poder entrar na faculdade.



Laurent nasceu na cidade de Ostend, na Bélgica, mas mudou-se para Amsterdã, capital da Holanda, aos quatro anos de idade. Os pais contaram à imprensa local que desde cedo perceberam que o filho era diferente das outras crianças.




"Para ele era difícil brincar com as outras crianças. Ficava observando como as coisas eram feitas. Fazia tudo de forma diferente. Não sabia o que fazer com os brinquedos", contou o pai Alexander. "Estamos muito orgulhosos e felizes por ele. Era divertido na escola, mas agora ele pode finalmente decolar e fazer o que gosta".



PATROCINADORES

Ainda na dúvida de qual profissão seguir, o menino já pensou em ser cirurgião, astronauta e agora pensa em algo relacionado a informática. Com um QI de 145 — o patamar de gênio está em 140 — Laurent pode escolher o que quiser. Na Bélgica, onde o menino nasceu, os números mostram que 2,5% da população tem alto potencial, ou seja um QI acima dos 130.



"Meu assunto favorito é a matemática porque é muito vasto, há estatística, geometria, álgebra... há várias direções", disse Laurent.



Veja Também