news:

Sul de Minas

Boa Esperança recebe parte de reator que vai gerar energia do lixo

Publicado por TV Minas em 03/07/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Peça de três metros de diâmetro e 19 metros de comprimento, foi dividida e transportada em duas carretas.

 

Parte do reator da primeira usina que vai gerar energia a partir do lixo chegou nesta segunda-feira (2) em Boa Esperança. A peça, de três metros de diâmetro e 19 metros de comprimento, foi dividida e transportada em duas carretas.

 

Segundo Furnas, que é uma das responsáveis pelo projeto, o reator tem a função de transformar o combustível derivado do lixo em um gás para alimentar a caldeira e a turbina a vapor.

 

Ainda conforme Furnas, outras partes do reator devem chegar aos poucos na cidade. A previsão é de que a usina comece a funcionar no 1º semestre de 2019.

Matéria extraída do G1


 


Peça de três metros de diâmetro e 19 metros de comprimento, foi dividida e transportada em duas carretas.


 


PATROCINADORES

Parte do reator da primeira usina que vai gerar energia a partir do lixo chegou nesta segunda-feira (2) em Boa Esperança. A peça, de três metros de diâmetro e 19 metros de comprimento, foi dividida e transportada em duas carretas.


 


Segundo Furnas, que é uma das responsáveis pelo projeto, o reator tem a função de transformar o combustível derivado do lixo em um gás para alimentar a caldeira e a turbina a vapor.


 


Ainda conforme Furnas, outras partes do reator devem chegar aos poucos na cidade. A previsão é de que a usina comece a funcionar no 1º semestre de 2019.


Matéria extraída do G1



Peça de três metros de diâmetro e 19 metros de comprimento, foi dividida e transportada em duas carretas.



Parte do reator da primeira usina que vai gerar energia a partir do lixo chegou nesta segunda-feira (2) em Boa Esperança. A peça, de três metros de diâmetro e 19 metros de comprimento, foi dividida e transportada em duas carretas.



PATROCINADORES

Segundo Furnas, que é uma das responsáveis pelo projeto, o reator tem a função de transformar o combustível derivado do lixo em um gás para alimentar a caldeira e a turbina a vapor.



Ainda conforme Furnas, outras partes do reator devem chegar aos poucos na cidade. A previsão é de que a usina comece a funcionar no 1º semestre de 2019.



Veja Também