news:

Sul de Minas

Criminosos explodem agência bancária em reforma no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 07/07/2018

foto_principal.jpeg

Matéria extraída do G1

 

Banco foi alvo de explosão em 2017 e, desde então, estava em obras para reconstrução. Não havia dinheiro no local.

 

Um grupo de oito a dez pessoas é suspeito de explodir uma agência do Banco do Brasil na madrugada deste sábado (7), em Minduri. O local estava fora de funcionamento desde agosto de 2017, quando foi alvo de outra explosão de criminosos.

 

Na ação desta madrugada, os suspeitos invadiram a agência na Avenida Getúlio Vargas, por volta das 3h20. O grupo usou dinamites e o local ficou destruído. Segundo a polícia, a tentativa era de abrir o cofre.

 

Vários tiros foram disparados contra a polícia durante a ação. Não houve feridos.

 

Como o banco estava sem funcionar, não havia nenhuma quantia em dinheiro no local. A Polícia Militar foi chamada e a perícia fez os trabalhos na agência. Um suspeito já foi preso e a polícia também encontrou munições, explosivos e um carro.

 

 

Explosão em 2017

 

No dia 10 de agosto, criminosos atacaram a mesma agência do Banco do Brasil. Na época, foram pelo menos duas explosões e os suspeitos ainda dispararam tiros. De acordo com a Polícia Militar, de três a quatro homens participaram da ação.

 

Um carro com placas de São José dos Campos (SP)foi abandonado em uma estrada rural entre Minduri e Cruzília. Por conta da explosão, a agência foi fechada e estava sem dinheiro.

Matéria extraída do G1


 


Banco foi alvo de explosão em 2017 e, desde então, estava em obras para reconstrução. Não havia dinheiro no local.


 


Um grupo de oito a dez pessoas é suspeito de explodir uma agência do Banco do Brasil na madrugada deste sábado (7), em Minduri. O local estava fora de funcionamento desde agosto de 2017, quando foi alvo de outra explosão de criminosos.


 


Na ação desta madrugada, os suspeitos invadiram a agência na Avenida Getúlio Vargas, por volta das 3h20. O grupo usou dinamites e o local ficou destruído. Segundo a polícia, a tentativa era de abrir o cofre.


 


Vários tiros foram disparados contra a polícia durante a ação. Não houve feridos.


PATROCINADORES

 


Como o banco estava sem funcionar, não havia nenhuma quantia em dinheiro no local. A Polícia Militar foi chamada e a perícia fez os trabalhos na agência. Um suspeito já foi preso e a polícia também encontrou munições, explosivos e um carro.


 


 


Explosão em 2017


 


No dia 10 de agosto, criminosos atacaram a mesma agência do Banco do Brasil. Na época, foram pelo menos duas explosões e os suspeitos ainda dispararam tiros. De acordo com a Polícia Militar, de três a quatro homens participaram da ação.


 


Um carro com placas de São José dos Campos (SP)foi abandonado em uma estrada rural entre Minduri e Cruzília. Por conta da explosão, a agência foi fechada e estava sem dinheiro.


Matéria extraída do G1



Banco foi alvo de explosão em 2017 e, desde então, estava em obras para reconstrução. Não havia dinheiro no local.



Um grupo de oito a dez pessoas é suspeito de explodir uma agência do Banco do Brasil na madrugada deste sábado (7), em Minduri. O local estava fora de funcionamento desde agosto de 2017, quando foi alvo de outra explosão de criminosos.



PATROCINADORES

Na ação desta madrugada, os suspeitos invadiram a agência na Avenida Getúlio Vargas, por volta das 3h20. O grupo usou dinamites e o local ficou destruído. Segundo a polícia, a tentativa era de abrir o cofre.



Vários tiros foram disparados contra a polícia durante a ação. Não houve feridos.



Como o banco estava sem funcionar, não havia nenhuma quantia em dinheiro no local. A Polícia Militar foi chamada e a perícia fez os trabalhos na agência. Um suspeito já foi preso e a polícia também encontrou munições, explosivos e um carro.



PATROCINADORES

Explosão em 2017



No dia 10 de agosto, criminosos atacaram a mesma agência do Banco do Brasil. Na época, foram pelo menos duas explosões e os suspeitos ainda dispararam tiros. De acordo com a Polícia Militar, de três a quatro homens participaram da ação.



Um carro com placas de São José dos Campos (SP)foi abandonado em uma estrada rural entre Minduri e Cruzília. Por conta da explosão, a agência foi fechada e estava sem dinheiro.



Veja Também