news:

Sul de Minas

Amigo de casal é preso suspeito de matar mulher no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 20/08/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do G1

 

Segundo polícia, suspeito passou o dia todo com casal em churrasco e cometeu o crime à noite. Vítima de 25 anos tinha marcas de violência no corpo.

 

Um homem de 47 anos foi preso na manhã deste domingo (19) suspeito de matar uma mulher na noite de sábado (18) na zona rural de Ilicínea. Segundo a polícia, ele era amigo do marido da vítima e passou a tarde na casa deles em um churrasco. À noite, voltou ao local para cometer o crime.

 

Édina Lima de Oliveira, de 25 anos, desapareceu na noite de sábado. O corpo dela foi encontrado sem roupas, jogado em um barranco ao lado da casa, no bairro rural na região da Serrinha. O corpo tinha ferimentos, principalmente na cabeça.

 

A versão apurada pela polícia é de que Édina e o marido ficaram a tarde toda com o homem em casa, onde faziam churrasco. No fim da tarde, o marido e o homem foram a um bar. De lá, o marido teve que ir para Ilicínea.

 

A suspeita é que o homem tenha aproveitado o fato da jovem estar sozinha em casa para voltar e cometer o crime. O marido voltou para casa e não encontrou a mulher. Ele pediu ajuda de vizinhos e só localizou o corpo durante a manhã.

 

A polícia foi chamada. Na casa da vítima, a perícia encontrou roupas da vítima, além de um boné e um chinelo que seriam do suspeito.

 

Ele foi preso em uma casa, onde mora com os irmãos. O corpo de Édina foi retirado do local de difícil acesso pelos bombeiros, com a ajuda de cordas. A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal de Varginha. As causas da morte serão apuradas.

 

O homem foi levado para a delegacia de Boa Esperança e deve ser ouvido em Varginha, na delegacia de plantão.

Matéria extraída do G1


 


Segundo polícia, suspeito passou o dia todo com casal em churrasco e cometeu o crime à noite. Vítima de 25 anos tinha marcas de violência no corpo.


 


Um homem de 47 anos foi preso na manhã deste domingo (19) suspeito de matar uma mulher na noite de sábado (18) na zona rural de Ilicínea. Segundo a polícia, ele era amigo do marido da vítima e passou a tarde na casa deles em um churrasco. À noite, voltou ao local para cometer o crime.


 


Édina Lima de Oliveira, de 25 anos, desapareceu na noite de sábado. O corpo dela foi encontrado sem roupas, jogado em um barranco ao lado da casa, no bairro rural na região da Serrinha. O corpo tinha ferimentos, principalmente na cabeça.


 


PATROCINADORES

A versão apurada pela polícia é de que Édina e o marido ficaram a tarde toda com o homem em casa, onde faziam churrasco. No fim da tarde, o marido e o homem foram a um bar. De lá, o marido teve que ir para Ilicínea.


 


A suspeita é que o homem tenha aproveitado o fato da jovem estar sozinha em casa para voltar e cometer o crime. O marido voltou para casa e não encontrou a mulher. Ele pediu ajuda de vizinhos e só localizou o corpo durante a manhã.


 


A polícia foi chamada. Na casa da vítima, a perícia encontrou roupas da vítima, além de um boné e um chinelo que seriam do suspeito.


 


Ele foi preso em uma casa, onde mora com os irmãos. O corpo de Édina foi retirado do local de difícil acesso pelos bombeiros, com a ajuda de cordas. A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal de Varginha. As causas da morte serão apuradas.


 


O homem foi levado para a delegacia de Boa Esperança e deve ser ouvido em Varginha, na delegacia de plantão.


Matéria extraída do G1



Segundo polícia, suspeito passou o dia todo com casal em churrasco e cometeu o crime à noite. Vítima de 25 anos tinha marcas de violência no corpo.



Um homem de 47 anos foi preso na manhã deste domingo (19) suspeito de matar uma mulher na noite de sábado (18) na zona rural de Ilicínea. Segundo a polícia, ele era amigo do marido da vítima e passou a tarde na casa deles em um churrasco. À noite, voltou ao local para cometer o crime.



PATROCINADORES

Édina Lima de Oliveira, de 25 anos, desapareceu na noite de sábado. O corpo dela foi encontrado sem roupas, jogado em um barranco ao lado da casa, no bairro rural na região da Serrinha. O corpo tinha ferimentos, principalmente na cabeça.



A versão apurada pela polícia é de que Édina e o marido ficaram a tarde toda com o homem em casa, onde faziam churrasco. No fim da tarde, o marido e o homem foram a um bar. De lá, o marido teve que ir para Ilicínea.



PATROCINADORES

A suspeita é que o homem tenha aproveitado o fato da jovem estar sozinha em casa para voltar e cometer o crime. O marido voltou para casa e não encontrou a mulher. Ele pediu ajuda de vizinhos e só localizou o corpo durante a manhã.



A polícia foi chamada. Na casa da vítima, a perícia encontrou roupas da vítima, além de um boné e um chinelo que seriam do suspeito.



Ele foi preso em uma casa, onde mora com os irmãos. O corpo de Édina foi retirado do local de difícil acesso pelos bombeiros, com a ajuda de cordas. A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal de Varginha. As causas da morte serão apuradas.



O homem foi levado para a delegacia de Boa Esperança e deve ser ouvido em Varginha, na delegacia de plantão.



Veja Também