news:

Sul de Minas

Taxista escapa de assaltantes pelo porta-malas de veículo em movimento

Publicado por TV Minas em 05/09/2018

foto_principal.jpg

Um taxista de 44 anos foi vítima de um grupo de assaltantes na noite desta terça-feira, dia 4, em Lavras.

 

Em depoimento, o taxista contou que viveu momentos de pânico durante o assalto. Ele trabalha no ramo há quase dois anos, mas nunca havia vivido uma situação como essa.

 

Ele disse que recebeu uma ligação feita por um grupo de três homens por volta das 19h no ponto de taxi. Os homens solicitaram uma corrida até a cidade de Nepomuceno, onde deveriam pegar documentos. O taxista pegou os três homens no bairro Nova Era, em Lavras.

 

Já dentro do perímetro urbano de Nepomuceno, o grupo anúnciou o assalto ao motorista. Ele foi colocado no porta-malas do veículo. Os assaltantes mantiveram o diálogo com o taxista pelo banco traseiro do carro. O grupo  informou que o deixaria no trevo de Carmo da Cachoeira.

 

Preocupado com a demora da chegada ao ponto combinado, o taxista decidiu abrir o porta-malas com o carro em movimento. Isso aconteceu quando o mesmo passava por um quebra-mola na rodovia.

 

O taxista disse que precisou pedir para que o veículo que seguia atrás do taxi diminuísse a velocidade a fim de que ele saltasse do veículo. Ele procurou abrigo no mato da rodovia. Os assaltantes chegaram a retornar ao ponto, mas não conseguiram encontrar o taxista.

 

O taxista procurou posteriormente um posto borracheiro na rodovia onde conseguiu ajuda dos funcionários para contactar a Polícia Militar.

 

O veículo do taxista, modelo Ford K de cor branca, placa PW8 7826 (foto), não foi encontrado. O veículo possui uma propaganda do Alfredo Lanches no vidro traseiro. Qualquer informação pode ser repassada para a Polícia Militar pelo telefone 190.

 

 

Taxista contou que viveu momentos de pânico durante o assalto.

Um taxista de 44 anos foi vítima de um grupo de assaltantes na noite desta terça-feira, dia 4, em Lavras.


 


Em depoimento, o taxista contou que viveu momentos de pânico durante o assalto. Ele trabalha no ramo há quase dois anos, mas nunca havia vivido uma situação como essa.


 


Ele disse que recebeu uma ligação feita por um grupo de três homens por volta das 19h no ponto de taxi. Os homens solicitaram uma corrida até a cidade de Nepomuceno, onde deveriam pegar documentos. O taxista pegou os três homens no bairro Nova Era, em Lavras.


 


Já dentro do perímetro urbano de Nepomuceno, o grupo anúnciou o assalto ao motorista. Ele foi colocado no porta-malas do veículo. Os assaltantes mantiveram o diálogo com o taxista pelo banco traseiro do carro. O grupo  informou que o deixaria no trevo de Carmo da Cachoeira.


 


Preocupado com a demora da chegada ao ponto combinado, o taxista decidiu abrir o porta-malas com o carro em movimento. Isso aconteceu quando o mesmo passava por um quebra-mola na rodovia.


PATROCINADORES

 


O taxista disse que precisou pedir para que o veículo que seguia atrás do taxi diminuísse a velocidade a fim de que ele saltasse do veículo. Ele procurou abrigo no mato da rodovia. Os assaltantes chegaram a retornar ao ponto, mas não conseguiram encontrar o taxista.


 


O taxista procurou posteriormente um posto borracheiro na rodovia onde conseguiu ajuda dos funcionários para contactar a Polícia Militar.


 


O veículo do taxista, modelo Ford K de cor branca, placa PW8 7826 (foto), não foi encontrado. O veículo possui uma propaganda do Alfredo Lanches no vidro traseiro. Qualquer informação pode ser repassada para a Polícia Militar pelo telefone 190.


 


 



Taxista contou que viveu momentos de pânico durante o assalto.


Um taxista de 44 anos foi vítima de um grupo de assaltantes na noite desta terça-feira, dia 4, em Lavras.



Em depoimento, o taxista contou que viveu momentos de pânico durante o assalto. Ele trabalha no ramo há quase dois anos, mas nunca havia vivido uma situação como essa.



Ele disse que recebeu uma ligação feita por um grupo de três homens por volta das 19h no ponto de taxi. Os homens solicitaram uma corrida até a cidade de Nepomuceno, onde deveriam pegar documentos. O taxista pegou os três homens no bairro Nova Era, em Lavras.



PATROCINADORES

Já dentro do perímetro urbano de Nepomuceno, o grupo anúnciou o assalto ao motorista. Ele foi colocado no porta-malas do veículo. Os assaltantes mantiveram o diálogo com o taxista pelo banco traseiro do carro. O grupo  informou que o deixaria no trevo de Carmo da Cachoeira.



Preocupado com a demora da chegada ao ponto combinado, o taxista decidiu abrir o porta-malas com o carro em movimento. Isso aconteceu quando o mesmo passava por um quebra-mola na rodovia.



O taxista disse que precisou pedir para que o veículo que seguia atrás do taxi diminuísse a velocidade a fim de que ele saltasse do veículo. Ele procurou abrigo no mato da rodovia. Os assaltantes chegaram a retornar ao ponto, mas não conseguiram encontrar o taxista.



PATROCINADORES

O taxista procurou posteriormente um posto borracheiro na rodovia onde conseguiu ajuda dos funcionários para contactar a Polícia Militar.



O veículo do taxista, modelo Ford K de cor branca, placa PW8 7826 (foto), não foi encontrado. O veículo possui uma propaganda do Alfredo Lanches no vidro traseiro. Qualquer informação pode ser repassada para a Polícia Militar pelo telefone 190.





Taxista contou que viveu momentos de pânico durante o assalto.



Veja Também