news:

Notícias

STF cancela títulos eleitorais; saiba se você continua apto a votar

Publicado por TV Minas em 27/09/2018

foto_principal.jpg

Cancelamento em Minas ocorreu em quatro municípios, de um total de 84 cidades onde é obrigatório o cadastramento biométrico.

 

O cancelamento de  3,3 milhões de títulos eleitorais pelo Supremo Tribunal Federal (STF)  poderá ser revertido a partir do dia 5 de novembro. A  partir desta  data,  o eleitor que  está nessa lista, ficando portanto impedido de votar  nas eleições deste ano, terá uma segunda oportunidade para fazer a biometria obrigatória.  Em Minas,  já é compulsório fazer esse tipo de cadastramento   em 84  dos 853 municípios mineiros.

 

Das 84 cidades (veja lista aqui),  213.142  eleitores  de  Contagem e Betim,  na Região Metropolitana, e também em Uberlândia e Uberlândia, no Triângulo mineiro, tiveram seus títulos eleitores cancelados pelo STF.

 

Nesses quatro municípios mineiros,  esses  eleitores não compareceram aos cartórios eleitorais  de suas respectivas cidades para  cadastrar  a assinatura  digital.  Contagem liderou  esse ranking, com 85.534 títulos cancelados, seguido por Betim (43.539), Uberlândia ( (57.018) e Uberaba  (27.081). 

 

De acordo com dados divulgados pela Justiça Eleitoral,  em 1º  de agosto deste ano, em Minas estão aptos a votar 15,7 milhões de eleitores, segundo maior colégio eleitoral. No Brasil,   147,3 milhões de eleitores.

Cancelamento em Minas ocorreu em quatro municípios, de um total de 84 cidades onde é obrigatório o cadastramento biométrico.


 


O cancelamento de  3,3 milhões de títulos eleitorais pelo Supremo Tribunal Federal (STF)  poderá ser revertido a partir do dia 5 de novembro. A  partir desta  data,  o eleitor que  está nessa lista, ficando portanto impedido de votar  nas eleições deste ano, terá uma segunda oportunidade para fazer a biometria obrigatória.  Em Minas,  já é compulsório fazer esse tipo de cadastramento   em 84  dos 853 municípios mineiros.


 


PATROCINADORES

Das 84 cidades (veja lista aqui),  213.142  eleitores  de  Contagem e Betim,  na Região Metropolitana, e também em Uberlândia e Uberlândia, no Triângulo mineiro, tiveram seus títulos eleitores cancelados pelo STF.


 


Nesses quatro municípios mineiros,  esses  eleitores não compareceram aos cartórios eleitorais  de suas respectivas cidades para  cadastrar  a assinatura  digital.  Contagem liderou  esse ranking, com 85.534 títulos cancelados, seguido por Betim (43.539), Uberlândia ( (57.018) e Uberaba  (27.081). 


 


De acordo com dados divulgados pela Justiça Eleitoral,  em 1º  de agosto deste ano, em Minas estão aptos a votar 15,7 milhões de eleitores, segundo maior colégio eleitoral. No Brasil,   147,3 milhões de eleitores.


Cancelamento em Minas ocorreu em quatro municípios, de um total de 84 cidades onde é obrigatório o cadastramento biométrico.



O cancelamento de  3,3 milhões de títulos eleitorais pelo Supremo Tribunal Federal (STF)  poderá ser revertido a partir do dia 5 de novembro. A  partir desta  data,  o eleitor que  está nessa lista, ficando portanto impedido de votar  nas eleições deste ano, terá uma segunda oportunidade para fazer a biometria obrigatória.  Em Minas,  já é compulsório fazer esse tipo de cadastramento   em 84  dos 853 municípios mineiros.



Das 84 cidades (veja lista aqui),  213.142  eleitores  de  Contagem e Betim,  na Região Metropolitana, e também em Uberlândia e Uberlândia, no Triângulo mineiro, tiveram seus títulos eleitores cancelados pelo STF.



PATROCINADORES

Nesses quatro municípios mineiros,  esses  eleitores não compareceram aos cartórios eleitorais  de suas respectivas cidades para  cadastrar  a assinatura  digital.  Contagem liderou  esse ranking, com 85.534 títulos cancelados, seguido por Betim (43.539), Uberlândia ( (57.018) e Uberaba  (27.081). 



De acordo com dados divulgados pela Justiça Eleitoral,  em 1º  de agosto deste ano, em Minas estão aptos a votar 15,7 milhões de eleitores, segundo maior colégio eleitoral. No Brasil,   147,3 milhões de eleitores.



Veja Também